Jump to content

A350XWB

Padrinho 2º grau
  • Content Count

    923
  • Joined

  • Last visited

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    São Carlos/SP/Brasil
  • Data de Nascimento
    18/06/1988

Profile Information

  • Location
    São Paulo

Recent Profile Visitors

538 profile views
  1. Deu uma cara boa, mas queria mesmo é que mexessem no teto.
  2. Bicho, você tem alguma obsessão com a gol, não é possível...
  3. A Latam tem quepe cada vez mais tendendo ao obrigatório, e a mesma Latam também demorou quase um ano pra ter 100% dos tripulantes com o novo uniforme e por fim, não vejo ninguém dourando pílula nenhuma...
  4. Será que a Delta vai pro T3 em GRU?
  5. Mas não fazia sentido mesmo. Mudaram por motivo ególatra mais pelo menos mudaram...
  6. Depois de anos de atraso sem motivo aparente, as companhias brasileiras adotara o padrão mundial de 3 berimbelas pra copilas hahahahahaha
  7. Faria sentido evitar a Venezuela apesar de não ser um território hoje militarmente ativo. O caso do Malasyan foi grave mas feito por grupos paramilitares, o que já carimba a ilegalidade e facilita o combate. Agora, aeronave abatida por gente despreparada ou equipamento obsoleto DA PRÓPRIA ESTRUTURA DE DEFESA de um país soberano, acende várias warning lights. São procedimentos e sistemas confidenciais! Como se mitigaria um risco desse? proibir o sobrevoo é o suficiente? Sei lá, me dá arrepios pensar nisso.
  8. Não sei vai mudar grande coisa financeiramente mas um plano de carreira mais sólido já será uma vitória. Mas esse posicionamento é importante pra mostrar que o grupo não está passivo, bovinamente aceitando tudo.
  9. Eu me recuso a acreditar que um assunto seríssimo vai se acabar nesse argumento pedestre de “fala mal dos EUA mas usa iPhone huehuehue refutado!!1!1!” De adolescente mitador de internet. Pelo amor de Deus, melhorem. 2014 pra cá, dois aviões civis abatidos POR ENGANO e a gente discutindo quem pode ter iPhone.
  10. A questão dos blogueiros é obviamente a opinião publica, os usuários. Não eventual comprador PJ. Alias tá aí uma parte dessa lambança do MAX que a cada segundo fica mais difícil reverter. A imagem de avião inseguro com o público. Via de regra, pax só compra passagem e vai, nem conhece o modelo. Mas e com o modelo surgindo no noticiário o tempo todo?
  11. Internal Boeing documents show employees discussing efforts to manipulate regulators scrutinizing the 737 Max https://www.washingtonpost.com/local/trafficandcommuting/2020/01/09/83a0c6ec-334f-11ea-91fd-82d4e04a3fac_story.html#click=https://t.co/scfads8DBX Não chega a surpreender porque já cantávamos a bola da certificação “leniente” do Max há tempos, mas acho grave vir a tona uma comprovação mesmo que extraoficial das teorias de certificação mambembe que descambaram em 300 vidas perdidas.
  12. Depois do Malaysian sendo abatido em pleno 2014, considerando o grau de alerta que está o Irã e a histeria desse momento da geopolítica, apostaria um café que foi abatido. O “por engano” eu não afirmaria porque esse cenário tá confuso demais. Mas tá tudo cheirando muito mal.
  13. Nossa calma também né, ela não queria nada. Jornalista não vai cantar morte sem apuração só porque o acidente foi feio.
×
×
  • Create New...