Jump to content

B737-8HX

Usuários
  • Content Count

    1,741
  • Joined

  • Last visited

About B737-8HX

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Campinas/SP/Brasil
  • Data de Nascimento
    07/03/1982

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Campinas/SP/Brasil
  • Interests
    Aviação Comercial/Segurança de Voo/Boeing 737NG

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Abre a mala aí, Gasparetto. Do contrário, com post assim, você só parecerá mais um profeta do apocalipse mesmo.
  2. E no que a pintura da aeronave na DIGEX afeta a idoneidade da empresa? Só é decente se for feito na Lufthansa Technik, que é gigante? Se a ITA obteve um contrato vantajoso, ao qual nós não temos acesso, novamente ela faz muito bem em priorizar o melhor uso dos recursos. De novo, The Joker caçando pêlo em ovo com detalhes irrelevantes. Você fala de LOPA, mas provavelmente não sabe os pormenores do que a empresa estava planejando ALÉM do que foi discutido no fórum ou a partir de uma dedução após os envios dos voos ao SIROS. Pergunto novamente, já que você fugiu da pergunta: mudar de planos
  3. A princípio: alguma coisa entre 19 e 23/04 Mas isso é igual DataFolha: pode estar errado pra mais ou pra menos. Estou repassando a previsão, ou seja, o prazo com o qual a empresa está contando. Vai que daqui a pouco alguém reclama que o voo não aconteceu em um dia de lua cheia, ou em dia de lua minguante, ou em alguma conjunção astral diferente e aí isso pode dar azar... Todos os trâmites junto à ANAC estão concluídos.
  4. Sim, está pagando. Rigorosamente em dia. Obviamente nessa conta não está entrando nenhuma remuneração variável à imensa maioria do grupo de voo, visto que a empresa ainda não iniciou os voos regulares. No entanto, o salário-base previsto na CCT junto a alguns adicionais está caindo na conta de todo mundo sem atrasos. Ou você acha que os caras foram buscar aviões lá na casa do chapéu sem receber nada, pagando tudo do próprio bolso, depois de (vários deles) ficarem meses desempregados? O trauma de pagar pra voar de muitos ex-Avianca ainda se faz presente.
  5. Jeitinho? Improviso? Você está cego por uma aparente raiva que é difícil de entender a origem. São decisões estratégicas da ITA. São negociações que, creio, você não conhece nem 10%. É por isso que continua viajando na maionese, querendo contrapor fatos que sequer precisam de um contraponto. Está vendo defeito onde não existe, e quer exigir (mesmo sem esse “poder”) de uma empresa que está iniciando no ramo um poderio econômico e a capitalização de empresas e/ou empresários que já estão nisso faz tempo. Repito: quando a Gol traz aviões da Índia, não é improviso. Quando a Azul voa co
  6. E em qual aspecto os itens elencados por você desabonam a empresa? 1) “Cópia das BR3”: se você é bem embasado em dados, também deve saber que o mercado brasileiro não permite fugir muito do feijão com arroz. O Sidnei Piva é meio louco, mas o time da ITA não é. O serviço diferenciado, já amplamente divulgado pela mídia e pela própria empresa, é oferecer algum mimo a mais — e só. Aliás, esse padrão intencionado por eles pode ser (e será) prejudicado por um bom tempo por fatores completamente alheios à vontade da empresa, já que há uma proibição por parte da ANVISA para o fornecimento de al
  7. Poderia nos explicar um pouco mais sobre a sua opinião? Preciso confessar que fiquei bastante curioso, especialmente quanto ao “pedras também voam”. Creio que o debate do fórum fica mais saudável quando, além de lançarmos ao debate nossas opiniões, damos a elas todo o embasamento necessário. Você é sempre tão bem embasado nos seus dados, por que não ser agora também?
  8. Mais alguns detalhes: os estudos de padronização de interior caminham no sentido de utilizar, ou viabilizar, o “Space Flex” a bordo dos A320. Como a segunda onda da pandemia adiará um pouquinho dos planos da ITA, haverá tempo de pensar na linearidade do serviço. Há uma preocupação muito grande dentro da empresa quanto a experiência do cliente, e muito receio de oferecer diversos produtos distintos por decorrência da variedade de procedência dos Airbus. Nesse caminho, há uma grande possibilidade de padronizar a frota de A320 em 174 assentos com o bloqueio do assento do meio nas três prime
  9. Pessoal da ITA voando entre hoje e a próxima segunda-feira para os preparativos e traslados das próximas aeronaves. Roadshow para a imprensa, a princípio, será transferido para o início de Maio por conta do agravamento da pandemia. Estudos bastante avançados para a padronização do interior das aeronaves ocorrer antes do início dos voos, porém sem nada definido por enquanto.
  10. O que me assusta é a maturidade dos “aviadores” que, ao invés de contribuírem com uma discussão técnica de alto nível, apelam pra esse tipo de coisa. Parece uma sala de aula de quinta série. Depois ficam chorando que a “classe é muito desunida”...
  11. Comumente a temperatura dos freios vai bem além dos 300 graus, especialmente na maioria das condições operacionais no Brasil, ainda mais nos “bons tempos” onde a temporada de verão abarrota os aviões de passageiros, carga e bagagens. Exceções à regra são pistas bastante longas ou que permitem um uso bem mais moderado dos freios, proporcionando pousos mais confortáveis e pé bastante leve de quem está na boleia. Exemplo: pouso pela 28 do Galeão, 11 do Eduardo Gomes, 29 de Porto Alegre, 29R/L de Brasília, 28 de Salvador, etc. No caso do Boeing 737NG, especialmente o 800 SFP (e suas vari
  12. Nem um, nem outro... É comum acontecer quando não se consegue reduzir a velocidade durante a aproximação, ou quando a aeronave precedente está com uma velocidade mais baixa a ponto de encurtar demais a separação prevista.
  13. O Panda faz apenas o que o cliente, através do time de comunicação/marketing, exige num briefing e em um contrato de prestação de serviços. Se o cliente aprova o design final, seja ele poluído ou não, a responsabilidade passa a ser de quem o contratou, e não dele que criou com base nas diretrizes apresentadas.
  14. Teaching for Free também envergou pro lado da palhaçada faz tempo.
  15. Não discordo, mas acho um pouco inocente acharmos que o número de funcionários de uma empresa é diretamente atrelado ao número de aeronaves. O número de aeronaves influencia, obviamente, mas há uma estrutura robusta por trás da operação. Todo o início da ITA está moldado para uma operação de 10 aeronaves até o final do primeiro semestre. Logo, não há inchaço algum. Várias vezes essa observação foi feita erroneamente aqui no fórum. Existem diversas áreas correlatas dentro de uma companhia aérea, que trabalham totalmente fora do ambiente de voo, mas que são essenciais para o funcionam
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade