Jump to content

LPS Hobby

Usuários
  • Content Count

    236
  • Joined

  • Last visited

About LPS Hobby

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Belo Horizonte/MG/Brasil
  • Data de Nascimento
    24/11/1973

Recent Profile Visitors

184 profile views
  1. quem operou o 240 no Brasil foram só a VARIG e a Cruzeiro
  2. Ativos da Avianca terão leilão presencial O leilão dos ativos da companhia aérea Avianca Brasil será presencial, informa a empresa responsável Mega Leilões. O evento será no próximo dia 7 de maio, às 13 horas, no auditório do edifício Platinum, localizado na Alameda Santos, 787, em São Paulo. Haverá transmissão pela internet, mas os lances só poderão feitos no local. O pregão terá em disputa sete unidades produtivas isoladas (UPIs), com slots (autorizações de pouso e decolagem) da transportadora nos principais aeroportos brasileiros, concorridos por todas as empresas, além do programa Amigo, de fidelidade, com quase três milhões de clientes cadastrados. As UPIs no pregão serão negociadas com certificado de operação aérea. A exceção é a UPI do programa de fidelidade. As aeronaves da empresa não integram o pregão e as unidades não vendidas ficam com a Avianca Brasil, até nova decisão da Justiça. Não há lance mínimo para as UPIs. Mais informações no portal www.megaleiloes.com.br. Foto: Homenagem ao fotógrafo Benito Latorre
  3. no anet estão discutindo a estretégia de substituição dos A380
  4. LATAM anuncia três novos voos internacionais a partir de Brasília O Grupo LATAM Airlines anunciou três novos voos internacionais a partir de Brasília, viabilizados pela redução do ICMS sobre o combustível de aviação, instituída pelo Governo do Distrito Federal. Dessa forma, a empresa vai operar novos voos com destino a Santiago (Chile), Lima (Peru) e Assunção (Paraguai). As novas operações devem projetar ainda mais conectividade no aeroporto da capital brasileira, que ocupa posição geográfica estratégica na América do Sul. A rota para a capital chilena será operada a partir de 15 de outubro, com aeronaves Airbus A320. Às terças, quintas-feiras e sábados, o voo decolará de Brasília às 20h05 (hora local) e pousará em Santiago às 23h25 (hora local). Nos mesmos dias, o jato decolará de Santiago às 12h55 (hora local) e pousará em Brasília às 18h15 (hora local). A linha para Lima será operada a partir de 14 de novembro, também com aeronaves Airbus A320. Às segundas, quintas-feiras e sábados, o voo decolará da capital federal às 8h30 (hora local) e pousará em Lima às 11h06 (hora local). Nos mesmos dias, o jato decolará da capital peruana a 0h06 (hora local) e pousará em Brasília às 6h50 (hora local). A LATAM também planeja iniciar a operação da rota para Assunção ainda em dezembro de 2019. Mais detalhes serão comunicados oportunamente. Foto: Paulo Berger
  5. LATAM Brasil lança rota entre Navegantes e Guarulhos A companhia aérea LATAM Brasil iniciou a venda de passagens aéreas para a sua mais nova rota doméstica. Em 3 de junho deste ano, a transportadora vai dar início a nove frequências semanais entre Navegantes e São Paulo/Guarulhos. Já a partir de julho, a linha contará com 13 operações semanais. Em Santa Catarina, a LATAM já opera as rotas entre Florianópolis e Brasília, Florianópolis e Congonhas, Florianópolis e Guarulhos, Joinville e Congonhas, Jaguaruna e Congonhas e Navegantes e Congonhas, somando 135 frequências semanais em voos de e para o estado. As novas opções serão realizadas com aeronaves Airbus A320, que acomodam 174 passageiros em classe econômica. Os bilhetes já podem ser adquiridos no portal www.latam.com e demais canais de venda. Foto: Paulo Berger
  6. Avianca Holdings vende participação nas empresas Sansa e La Costeña Em linha com seu plano de transformação corporativa, o Grupo Avianca Holdings, através de suas subsidiárias Grupo Taca Holdings (GTH) e Nicarágua Aviation SA (NICA), assinaram um acordo para vender todas as ações das empresas Sansa e La Costeña para a companhia Regional Airlines Holding LLC, domiciliada em Delaware, Estados Unidos. A GTH detém 68% das ações da companhia aérea nacional na Costa Rica. Por seu turno, a NICA possui 68,08% na La Costeña, que presta serviços para o interior da Nicarágua. No acordo, os atuais acionistas minoritários das companhias negociadas atuaram como garantidores das obrigações do comprador. O fechamento da venda e a respectiva transferência das ações contempladas no contrato estão ainda sujeitas ao cumprimento de certas condições precedentes. Este contrato de venda é feito no âmbito da nova estratégia corporativa da Holding, que busca fortalecer o segmento de transporte internacional de passageiros, além de focar nas unidades de negócios de fidelidade e no transporte de cargas. As rotas continuarão a operar regularmente sob seus atuais itinerários. fonte: Flap Internacional
  7. as melhoras pinturas de todos o s tempos eram as brasileiras e latino-americanas dos anos 70 e 80
  8. dá pra comprar um Cirrus SR22 Turbo da hora, manolo
  9. Mudança na MP do capital estrangeiro para aéreas afasta interesse externo e concentra mercado A Agência Nacional de Aviação Civil vê com bastante preocupação as alterações incluídas no texto da Medida Provisória nº 863/2018, que abre a possibilidade de 100% de capital estrangeiro no setor aéreo. A inclusão da franquia de bagagem despachada e a obrigação de realização de voos regionais no Brasil pelas empresas estrangeiras deverão afastar o interesse de novos investidores e concentrar o mercado de transporte de passageiros no país. A retomada da franquia de bagagem despachada tende a afastar sobretudo, empresas low cost que começam a chegar ao Brasil. A obrigatoriedade de transportadoras estrangeiras de operar rotas regionais no país tende a desestimular as operadoras que planejam competir com as companhias brasileiras em igualdade de condições. Em rotas aéreas com distância de 1.000 km, por exemplo, a tarifa aérea média cobrada por uma empresa sem concorrente em 2018 foi 33% maior que a praticada em ambientes competitivos (com duas ou mais empresas). O retrocesso imposto pelas alterações à MP do capital estrangeiro, que prometia criar ambiente concorrencial mais vigoroso no setor aéreo brasileiro, deverá atingir a oferta de voos a preços mais baixos com origem e destino no exterior e impedir a operação das companhias de baixo custo no mercado doméstico. A ANAC entende que, com as mudanças, quem mais perderá com a concentração de mercado serão os usuários do transporte aéreo no país. As mudanças no texto original da MP, que impõem a venda casada de passagens aéreas e franquia de bagagem, impedem que os consumidores tenham acesso aos novos serviços prestados por empresas que já operam com total liberdade no exterior e que demonstraram interesse em vir ao Brasil. O setor do transporte aéreo é caracterizado como um ambiente em que o investidor decide entrar por sua conta e risco. Não há garantias do retorno proporcionado pelas tarifas reguladas, como ocorre em outros segmentos da economia. A ANAC avalia que a abertura do setor aéreo a 100% de capital estrangeiro, realidade já verificada em outras economias maduras, teria o poder de equiparar o mercado de aviação brasileiro ao que já é adotado em quase todos os setores da economia nacional. No Brasil, setores estratégicos como aeroportos, portos e ferrovias, eletricidade, mineração, óleo e gás, saúde e telecomunicações permitem investimentos estrangeiros sem qualquer tipo de restrição. Mais informações no portal www.anac.gov. fonte: Flap Internacional
  10. pro produto da AZ estar melor que o da LATAM é sinal que a LATAM anda ruim das pernas...
  11. sim, ela tem bons projetos na área de defesa e aviaçao executiva, mas tudo ia a reboque do carro chefe que é a aviação comercial. Mas torço pra que eu esteja errado e voce esteja certo.
  12. sou um mero e humilde palpiteiro, mas me parece que a Embraer como uma empresa independente morreu, vai seguir agora o que vier da Boeing, já que que o grande mercado empresa era a aviação comercial, torço pra estar errado mas é essa a impressão que fico
  13. Air Europa anuncia parceria com a Copa Airlines A companhia aérea Air Europa anunciou que terá voos compartilhados para a Costa Rica, Nicarágua, El Salvador e Guatemala através de parceria com a transportadora Copa Airlines, fortalecendo assim sua presença na América Central. Esta aliança entrará em vigor no próximo dia 3 de junho, quando iniciará pela primeira vez a rota entre Madrid e Panamá com jatos Boeing 787 Dreamliner. Dessa forma, a a empresa ampliará a oferta internacional aos passageiros através do hub na Cidade do Panamá, base principal da operadora panamenha. Através deste acordo, os viajantes poderão fazer conexão nos voos que diariamente ligam o Panamá e as cidades de San José, Manágua, San Salvador e a Cidade da Guatelama. A Air Europa também facilitará ao passageiro da Copa acesso em Madrid para 23 destinos nacionais e 15 na Europa, África e Oriente Médio. A empresa iniciou há dois anos operações para Honduras. fonte: Flap Internacional
  14. JetBlue anuncia voos de Boston e Nova York/JFK para Londres A companhia aérea JetBlue anunciou que pretende lançar voos diários de Boston e Nova York/JFK para Londres em 2021, o primeiro destino europeu da transportadora. As novas rotas serão servidas pela aeronave Airbus A321LR equipadas com uma nova versão da classe executiva Mint. A empresa ainda está avaliando em quais aeroportos pousará na capital inglesa. O crescimento na Europa é o próximo passo natural na estratégia de expansão da JetBlue e o novo serviço reforçará a relevância da empresa em suas duas maiores cidades foco nos Estados Unidos, atendendo ao mesmo tempo, às ligações de viajantes fiéis de negócios e lazer que até agora, foram forçados a voar com outras operadoras de e para Londres. O A321LR também permitirá explorar novos mercados de longa distância que não eram acessíveis anteriormente com a atual frota de corredor único. A JetBlue inicialmente converterá 13 aeronaves do pedido existente do A321 para a versão LR.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade