Jump to content

F-GSPN

Usuários
  • Content Count

    432
  • Joined

  • Last visited

About F-GSPN

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Brasília/DF
  • Data de Nascimento
    19/05/1979

Profile Information

  • Location
    Brasilia

Recent Profile Visitors

399 profile views
  1. Agentes da Delegacia do Aeroporto Internacional do Galeão ainda apreenderam materiais usados para fabricar balões. Investigações prosseguem com a delegacia. Um homem de 54 anos foi preso por policiais da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (DAIRJ) em São Gonçalo, na Região Metropolitana, nesta terça-feira (22). O suspeito, segundo a polícia, participou de uma invasão que terminou com um tiroteio entre baloeiros, policiais federais e policiais civis. Com ele, a polícia apreendeu diversos materiais para a confecção de balões e carretéis de linha chilena, além de cinco pássaros. A investigação é uma continuação dos trabalhos que foram iniciados com a invasão de baloeiros ao aeroporto do Galeão, em julho. Na ocasião, 30 criminosos trocaram tiros com a Polícia Federal. Uma parte deles conseguiu fugir. De acordo com a Polícia Federal, imagens de câmeras de segurança confirmaram a movimentação. Na operação, antes de serem presos, os dois homens trocaram tiros com os policiais, segundo os agentes. Ainda de acordo com a PF, os demais integrantes do grupo fugiram, usando não só os veículos com que chegaram ao aeroporto, mas também um barco, para escapar pela Baía de Guanabara. Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/09/22/policiais-prendem-suspeito-de-integrar-grupo-de-baloeiros-que-invadiu-galeao.ghtml
  2. De fato, aquela visita à fábrica da Boeing e a defesa enfática da empresa enquanto os podres praticados em Seattle/Chicago vinham à tona, pegaram muito, muito mal.
  3. Bem que o Ministério Público poderia acompanhar essa empreitada, já que abriram para receber currículos e tal; só pra garantir.
  4. Transporte urbano é uma mina de dinheiro. É um negócio no qual dificilmente há prejuízo, porque o poder público subsidia as tarifas quando a operação é deficitária, dada a essencialidade do serviço. Por isso matam e morrem para ganhar as licitações... A família Constantino tem empresas operando transporte público em todas as grandes capitais do país. Só no DF são duas empresas do grupo - Pioneira e Piracicabana. A Viplan, do notório Canhedo, deixou de assombrar o cidadão brasiliense há alguns anos, graças a Deus. Considerando-se o que eu disse no primeiro parágrafo, têm-se noção das “habilidades” do sujeito para ter conseguido quebrar.
  5. Não esquecer que a família fundadora da empresa é um dos maiores grupos de transporte rodoviário e urbano do país e, até a última vez que soube, maior cliente de chassis de ônibus da Mercedes Benz no mundo....logo, dinheiro não deve faltar.
  6. É algo no aplicativo. Os da Azul também estão apenas como "agendados" pra mim.
  7. A região é indiscutivelmente linda. Mas além dos obstáculos elencados, vejo um problema bastante relevante: a climatologia. Chove e há dias nublados demais nesse trecho da costa brasileira entre Angra e Ubatuba. Isso tem impactos não só na operação do aeroporto, mas também na atratividade turística.
  8. Apenas uma correção; segundo o MS a vacina de Oxford já estará disponível em dezembro deste ano, caso não haja contratempos - até agora, não houve - com aproximadamente metade da população brasileira vacinada até março de 21: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/07/28/1-lote-da-vacina-de-oxford-deve-chegar-em-dezembro-diz-saude.htm Depois disso, caso a vacina consiga todas as certificações, a Fiocruz poderá produzir 40 milhões de doses ao mês. E ainda há a vacina chinesa - boa sorte! - que também promete imunizar outra parte da população.
  9. Achei um tanto pessimista a respeito da conjuntura, quando se sabe que há maior intenção de viajar entre os consumidores a partir do último trimestre deste ano. E com as restrições mais severas às viagens internacionais, a Gol tende a ser favorecida com suas operações concentradas no mercado doméstico.
  10. Creio que o ponto central da discussão não é o que se faz (demitir), mas como se faz...
  11. Desnível considerável! Arrisco a dizer que é um barranco semelhante às duas cabeceiras de CGH....
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade