Jump to content

F-GSPN

Usuários
  • Content Count

    649
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by F-GSPN

  1. Uma das pinturas mais legais da aviação brasileira. Fácil de identificar nos aeroportos.
  2. Há interessados nesse elefante branco? Ou cairá no colo da Infraero?
  3. Pois é; além dos destinos citados, há outros, até capitais, nos quais a empresa poderia se dar razoavelmente bem. SLZ e as cidades do Maranhão atendidas antigamente pelos ônibus da empresa são exemplo (inclusive Barreirinhas, nos Lençóis, poderia ter ligação rodoviária com o aeroporto da capital, coincidindo com a operação aérea). Há possibilidades em GYN (agronegócio bombando). JPA drenada por REC pode agradecer uma operação mais forte por lá, e assim vai.
  4. Vale lembrar aquele outro incidente grave da Avianca no mesmo Galeao, também no procedimento de pouso, que quase terminou num CFIT.
  5. Do relatório do CENIPA: “Diante de um quadro de contenção de despesas, as coordenações de solo, como transporte e hospedagem, passaram a ficar sob a responsabilidade dos tripulantes, uma vez que não havia um setor na empresa dedicado efetivamente a esse assunto. Comumente, as tripulações se deparavam com a situação de não terem reservas nos hotéis direcionados pela empresa ou ficavam mais de uma hora esperando o transporte de translado para hotel ou aeroporto. Em decorrência desses fatos, a empresa também estava enfrentando uma crise com seus colaboradores internos.” Do ponto
  6. Tomara que a negociação com a Lufthansa seja bem sucedida
  7. Meu ponto é: se quisermos capilaridade no transporte aéreo brasileiro, nem toda localidade vai comportar um 737, por mais que a demanda seja estimulada; quiçá, sequer um E-Jet ou ATR. A Azul já percebeu isso com o Caravan. Como a Gol pretende disputar ligações regionais com a AD, teria de desistir da monofrota ou subcontratar quem voe aeronaves menores. Enfim...
  8. Penso que a Gol em algum momento vai se ressentir da falta de E190 ou A220 na frota - ou sublocado à Voepass. Afinal, os 737-700 estão envelhecendo e não parece que haverá reposição com o MAX-7 (e nem sei se valeria a pena, devido aos já citados problemas com PCN nesses aeroportos regionais).
  9. Tenho notado - e pode ser mera coincidência - que esse tipo de incidente tem acontecido mais frequentemente em grandes motores, de widebodies....
  10. Bom, para conseguir essa receita acima da média da concorrência, o serviço também terá de ser assim. Há previsão de internet a bordo? Entretenimento? As aeronaves já vêm com tomadas e suportes nas poltronas para notebooks e smartphones? Isso para ficar apenas no “hardware”, já que o “software” (serviço) somente conheceremos na apresentação oficial.
  11. Que tenha muito sucesso! Mas as dúvidas sobre a viabilidade do modelo de negócio persistem. Ok os 162 assentos num A320. Mas cobrará tarifas compatíveis com o CASK? Impossível não me lembrar da Avianca...
  12. Se a VASP ainda existisse acho que ainda teríamos breguinhas nos ares rsrs Alias, mesmo com todos os problemas financeiros, foram capazes de operar aeronaves como o PP-SMA (1969) sem nenhum acidente grave nos últimos anos. Meu último voo com eles foi em 2003 no PP-SMP, um senhor de 30 anos que estava redondinho.
  13. LGW tem transporte fácil para a “city” londrina?
  14. Cada contrato de transporte de determinado lote das vacinas é atrelado a um operador específico.
  15. Aeronave envolvida: PR-YYC Passageiros do voo AD4840, da companhia aérea Azul, viveram momentos de tensão na manhã desta quarta-feira (20) após uma das turbinas do avião parar de funcionar. O voo saiu de Jericoacoara, no Ceará, com destino ao aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. No entanto, o comandante teve de fazer um pouso forçado em Salvador, na Bahia. Durante o voo, os passageiros perceberam que a aeronave perdia altitude, quando o comandante anunciou a pane em uma das turbinas e a necessidade de pouso de emergência. Em segurança, os passageiros for
  16. Não consigo imaginar algo diferente de uma desintegração (explosão?) no ar, diante do gráfico de altitude. Caiu feito uma pedra. Creio que nem aquele problema de profundores que acometeu os “classic” provocaria uma queda vertical assim.
  17. Seguindo o mesmo caminho antipatico do Multiplus / Latam Pass
  18. Não era a hora das pessoas deste voo. Talvez no próximo episódio desse não haja tanta sorte. Que absurdo!
  19. Infelizmente agora vai ser assim até com uma lâmpada queimada....
  20. Não discordo. Mas na prática, o que se pode fazer?
  21. É a lei de mercado funcionando...vejam que aqui mesmo tivemos relatos de duas pessoas que abandonaram a aviação e seguiram outros caminhos, com resultados, suponho, mais vantajosos. Se a maré atual é desfavorável à força de trabalho nas negociações salariais, é provável que esse movimento de debandada de profissionais aeronautas para outras áreas se acentue. Na prática, nada mais é do que o sistema buscando novamente o ponto de equilíbrio entre oferta e demanda. Simples e frio assim.
  22. A GOL havia feito a opção por esse software na encomenda original?
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade