Jump to content

Luckert

Usuários
  • Content Count

    2,900
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Luckert

  1. Perfeito, enriquecendo sempre com informações precisas
  2. 8,1% na Latam 7,6% na Azul 7,1% na Gol Valores referentes só faturamento de cada uma Fonte, SNA
  3. Marcelo, em março/abril a Gol fez um anúncio com poucas informações a respeito, recebeu em abril mesmo cerca de 500 milhões de reais e informou que a Boeing concedeu um belo desconto nos Max futuros, mas não disse quanto
  4. Sim, isso é terrível em termos de rentabilidade, embora traz um pouco de recursos, mesmo com prejuízo
  5. Com certeza o mercado doméstico estará a favor da Gol, porém com a Azul super ofertando o mercado a tarifa tende a cair muito e não ajudar na recuperação do caixa de empresa .
  6. Não sei porque concluíram que ,por operar somente B737, é mais eficiente que concorrentes . Na verdade as 3 estão com dificuldades severas após lucros recordes que não retratavam ineficiência e sim uma gestão boa nas 3
  7. Os voos domésticos não necessariamente representam o sucesso ou fracasso da Virgin, ela nunca quis e sobreviveu por anos. A Lufthansa criou a Eurowings e manteve voos LH para seus Hubs e mesmo assim,nenhuma das duas da lucro, não fossem os internacionais e a Swiss, não teriam lucro há tempos
  8. Sim, tuas colocações são perfeitas, reduções temporárias sim, mas permanentes e nestas condições,não
  9. Acho que o que pesou foi sim a intransigência da empresa, quiseram tirar adicional noturno,fim de semana,feriado, repouso remunerado,diária de voo e pagar 2277 fixo já com 54hs, ou seja, com o excedente de tripulantes, ninguém voará mais que 54hs, ou seja, 2 mil máximo líquido. Para quem recebe 10 mil bruto (Só conheço comissários da inter)aceitar uma redução de 80% foi óbvio que não aprovariam, se tivesse proposto 30% de redução, já seria muito , mas teriam aceito
  10. Concordo contigo, ficou vago, mas pra quem sabe dos valores das concorrentes, ficou subentendido que nenhuma concorrência paga só 10 mil bruto pros pilotos muito menos 2.300 de fixo . Peço desculpas se não fui detalhista o suficiente sobre qual categoria ( comissários/ pilotos ou comandantes) que estava falando. So quis deixar claro que o salário dos comissários está longe do normal( tem o fixo mas o variável, que representa 70% do salário bruto) não tem.
  11. Tirei da folha de pagamentos dos colegas comissários na internacional, em momento algum falei de pilotos, sequer citei, deve ter havido um mal entendido de quem achou que estivesse falando de pilotos
  12. Normal não porque estão recebendo o fixo de 2.300( aproximadamente) e sem voos, acabam recebendo só os 2300 e não os 9/10.000 quando operando 3-4 voos internacionais mês, ou seja, longe do normal. Nos meses de abril a junho o mínimo era 2mil mais o que fosse voar ( mas tinha muitos de licença e que agora voltaram ). A maioria que conheço sequer voou em julho , receberão o fixo e o adicional de senioridade(200-300 reais) e VA
  13. Verdade, um de 20 anos tem só adicional de 300 reais a mais no salário em comparação ao recém admitido. O que impacta no salário são as hs noturnas dos mais antigos que voam internacional, mas o km/voo é o mesmo
  14. Tb não vi, a Latam, mesmo com problemas,saiu do maior lucro da holding para o capítulo 11 em questão de meses ....a Latam recebeu 12 bi(2,2bi dólares) e briga entre investidores e sócios pra injetarem mais dinheiro em pleno capítulo 11 A fundação Rubem Berta abandonou a Varig e todos só tentaram sugar as últimas gotas quando entrou no RJ
  15. Não sabia que a intenção da Gol era sumir com a WH, mas pouco tempo depois com a mini crise, não lhe sobrou outra opção que reduzir a oferta de voos,vide o que JJ fez na época e totalmente o contrário que a AVB fez,ao expandir. No caso da IAG, se desistir da compra, ninguém vai comprar e ,comprando, não vai operar esses slots,dada redução drástica de voos, qual então seria a lógica de prosseguir com a compra???
  16. Como aconteceu com Gol/Webjet, comprou para depois reduzir na mesma proporção do tamanho da ervilha. Me admira eles ainda comprarem em meio a pandemia e crise mundial, será que terão alguma garantia futura referente aos Slots comprados e que serão abandonados por alguns anos?
  17. E será que vão conseguir fazer uma nova Alitalia nos moldes da Nova Varig, onde simplesmente um juiz deu o calote oficial transferindo todas dívidas numa empresa de 1 B737 e a nova empresa, livre do passivo e com direito aos créditos de ICMS da massa falida?
  18. Obrigado pela correção, as duas palavras estão corretas na escrita, mas me referi a cenário,que traduz o que pretendo dizer
  19. Os voos por acaso serão oferecidos durante o fechamento de Cgh usando os slots da Gol? Vendidos pela Gol ou apenas uma operação pontual da VoePass durante agosto sem vínculo com a Gol Tambem não li nada dizendo que eram voos Gol aeronave VoePass
  20. Me referi a nota por ti postada, não postastes a portaria, me referi a nota! O ponto que quis chegar é justamente o que escrevestes, a postaria foi criada mas só vale se os próprios funcionários votarem para serem demitidos e recontratados por menos “ durante a pandemia “ Qual funcionário votaria isso no sindicato? Pra mim é incoerente, mas se tens opinião diferente, não significa que sou perdido porque questionei a nota publicada
  21. Essa nota é pouco precisa, fala durante a pandemia mas não diz o período, fala que se o sindicato autorizar, mas quem decide isso no sindicato? Trabalhadores sindicalizados? Então não passará !!!!!
  22. Mas de onde a Azul teria esses investidores? Comprar se não tem caixa pra manter os pagamentos da própria dívida? Quem emprestaria apostaria tanto? Ela deixaria a Latam Airlines ou faria parte do Grupo?
  23. Realmente o senário é muito pior que qualquer outro e não sabemos se a Azul acerta em manter a frota no chão e voar quando e se a demanda voltar ou se Gol e Latam estão drásticas demais por devolverem 30% das aeronaves por não acreditar na recuperação plena que a Azul vislumbra
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade