Jump to content

A345_Leadership

Moderador
  • Content Count

    22,368
  • Joined

1 Follower

About A345_Leadership

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Skunk Works
  • Data de Nascimento
    14/05/1986

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    SAO

Recent Profile Visitors

13,367 profile views
  1. THAI airways to sell assets to raise more funding February 24, 2021 THAI airways is selling its Laksi training center building, in the Bangkhen district of Bangkok, its Nok-Air shares, its Bangkok Aviation Fuel Services (BAFS) shares and Boeing 737- 400 engines, after the bankruptcy court gave the go-ahead to do so. THAI airways has been hit hard by limited travel due to the COVID-19 pandemic, which comes as they were entered bankruptcy protection and sit on the verge of liquidation. The acting director of THAI airways, Chansin Treenuchagron, said that the funding derived
  2. Mexico president's private jet: The luxury Boeing 787 Dreamliner no one wants to buy Mexican President Andres Manuel Lopez Obrador, centre left, has been trying to sell off the country's presidential jet, a Boeing 787 Dreamliner, for more than two years. Photo: AP Mexican President Andrés Manuel López Obrador's quixotic bid to sell off the presidential jet has now stretched into its third year, with no sign of a buyer in sight. López Obrador has tried to lure corporations and business executives, and even pledged to raffle off the Boeing 787 jet, but with
  3. Concordo que o franchinsing é melhor para ambos, mas no meu ponto é em relação a Passaredo e sua saúde financeira. Se tem a Gol bancando a operação, tudo bem. O ruim quando sua parceira quebra, tem atrasos e falhas operacionais. Perante ao passageiro comum, é a Gol que está na reta. Teoricamente sim, mas as empresas brasileiras tem uma sanha de buscar baixar o CASK em vez de focar mais no RASK. Controlar o CASK é importante, mas também tem um custo de uma aeronave maior.
  4. Se a questão não é operacional, naturalmente o mercado cresce e se um -800 é inviável hoje, daqui 5 anos, pode ser que tenha demanda. Claro que fará falta para a Gol uma aeronave entre 120-140 assentos, pois também mercados pequenos para um -700 hoje, no futuro será possível. Em um wishful thinking, a Gol poderia até ter uma subsidiária com alguns E-Jets e subcontratar. Mas vejo problemas de salários e criar o risco de ter duplicidade como era RG/SL. O jeito é ir confiando na Passaredo.
  5. Em março o voo inaugural e talvez algum comercial até o fim do mês ou começo de abril. O inaugural eu acredito, comercial nem tanto.
  6. Não digo que é o perfil do Sidney Piva, pois não conheço, mas usando a lógica do seu colega, pode até ser um bom investimento. Monto uma empresa por R$ 30 milhões, coloco só 10% nela, o capital me dá condições de bancar os primeiros meses e eu vendo a minha parte, junto com os outros sócios, para outros investidores ou na bolsa por R$ 70 milhões daqui 2 anos. Claro que teoricamente é fácil, mas basta ver o quanto foi o rendimento dos investidores da Azul até o seu IPO.
  7. 23 February 2021 Boeing must “get its house in order”, by addressing immediate issues such as problems on the 787 production line, before Air Lease would be interested in ordering any new types the airframer plans to develop, the lessor’s chief executive John Plueger has warned. Speaking to investors on a 22 February call, Plueger complained that 787 productions issues seemed to have “mushroomed”, directly impacting Air Lease’s schedule of deliveries to airline customers. Plueger cited “greater and greater levels” of inspections to the aircraft. “As of yet, today, it is difficul
  8. É uma pergunta interessante. A aviação ainda é gerida pela testosterona em vez de neurônios. KLM e Swissair tinham em comum serem empresas pequenas de países ricos e que precisavam crescer. Sabiam que a integração europeia tornariam elas irrelevantes e pequenas diante do trio Lufthansa-British-Air France e saíram comprando empresas a rodo. A KLM comprou pedaços da Northwest, Kenya Airways e Air UK, e a Swissair com Sabena, Delta e Singapore. Outra que buscava independência do trio de ferro era a SAS, que tinha investimentos na Spanair, BMI, Continental e LanChile. E até entre elas tentara
  9. 80 voos para 10 aeronaves pressupõe várias frequências e etapas curtas para viabilização. Tiros longos como GRU-SSA ou GIG-FOR demandariam muito da utilização de cada aeronave.
  10. Air France, a esperança está na diferença Por Jean-Philippe Pérol em 22/02/2021 - 12:07 7,1 bilhões de Euros de prejuízo. Um numero que assusta mesmo no mundo do transporte aéreo atingindo pela crise do Covid, um choque sem precedente para Air France que, junto com sua coligada KLM, perdeu em 2020 59% do seu faturamento e 67% dos seus clientes. Mesmo com fortes reduções de despesas, e corte de 8.700 empregos, o pesadelo do grupo franco-holandês pode ainda não ter chegada ao fim. O diretor financeiro do grupo avisou que o ano 20
  11. https://airwaysmag.com/industry/ntsb-to-dismantle-twa-800/
  12. A empresa ficaria apenas com os A340-300 ex-Swiss, retirando os 4 A330-300. https://airwaysmag.com/airlines/edelweiss-reduces-long-haul-a-third/
  13. U$$ 3,4 bilhões e ainda fechou acordo com sistema de pensão: https://airwaysmag.com/airlines/ba-finalizes-talks-2bn-state-loan/
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade