Jump to content

Silva

Usuários
  • Content Count

    1,193
  • Joined

  • Last visited

About Silva

  • Birthday 01/18/1973

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Rio Branco/Acre/Brasil
  • Data de Nascimento
    18/01/1973

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Rio Branco -Ac

Contact Methods

  • MSN
    HSilvaac@hotmail.com

Recent Profile Visitors

747 profile views
  1. O acidente com o 732 (PP SPJ) da Vasp em RBR foi em 26/01/2003. Eu estava no aeroporto aguardando para embarcar nele até BSB!
  2. Essas imagens são impressionantes, aterrorizantes.... Uma curiosidade: Esse modelo de aeronave não tem saídas de emergências sobre as asas. Caso tivesse, será que alguns passageiros poderiam ter feito evacuação por elas? Parece que não... o fogo chega rapidamente até as asas... Trágico demais.
  3. Site da Gol já apresenta a "nova malha" da empresa nesse período de pandemia. "A partir de 28/03, até 03/05, manteremos nossa malha aérea apenas para as capitais e faremos voos extras para atender eventuais demandas específicas em destinos regionais e internacionais", diz o aviso. Capitais do norte como RBR, PVH, BVB e MCP devem ficar com apenas 1 voo semanal para BSB
  4. Para ver avião de perto, populares levam até comida ao aeroporto Populares se aglomeram para ver 'avião atração' - Crédito: Hedio Fazan/Dourados News Centenas de pessoas se aglomeraram no alambrado e arredores do Aeroporto Regional Francisco de Matos Pereira, em Dourados, para acompanhar a chegada do Boeing 737-700 da Gol, que iniciou as operações no município nesta segunda-feira (2/3). A aeronave, com capacidade para 140 pessoas, chegou ao local às 16h30 vindo de Guarulhos (SP). Como de costume, o avião passou pelo tradicional batismo realizado pelas viaturas do Corpo de Bombeiros e levou quem estava na região a registrar várias imagens. É o caso de Telmo Júnior de Oliveira, 38. Ele e a esposa levaram os dois filhos, de sete e oito anos para acompanhar a ‘atração’ e não economizaram no conforto e na comida, levando salgadinhos, água e cadeiras. “Para nós é um passeio descontraído e simples, é verdade, mas diferente tanto para a gente quanto para as crianças”, disse empolgado enquanto se acomodava na sombra. Quem também aproveitou o dia para acompanhar a chegada do avião foi o caarapoense Argel Gonçalves, 55. Ele passava com o caminhão pela avenida Guaicurus quando decidiu parar para gastar um tempo e ver a aterrisagem. “Percebi que tinha muita gente encostei a alguns metros para frente e vim dar uma olhada”, contou. Até o pequeno Enzo, ainda no carrinho, foi junto da mãe Amanda Júlia, 33, ver a chegada do voo. “Não é sempre que tem um avião desses. Fiquei sabendo e vim ver. Diz que faz muito barulho, resolvi trazer o Enzo pra olhar”, comentou a mulher. Com a chegada da Gol, Dourados passa a contar com três companhias aéreas no Aeroporto Francisco de Matos Pereira. Antes, Azul e Passaredo já atuavam em quatro frequências diárias – duas de cada – com voos diretos para Campinas (SP) e São Paulo, Congonhas (SP). A Gol terá uma ligação todos os dias da semana com destino a Guarulhos. fonte: https://www.douradosnews.com.br/dourados/para-ver-aviao-de-perto-populares-levam-ate-comida-para-aeroporto/1122815/
  5. Este é um tema delicadíssimo e muito complexo. Pelo que já li, crianças que realmente sofrem esses abusos tem extrema dificuldade de relatar o que ocorre logo em seguida ao ato justamento pela natureza do abuso. É preciso muito cuidado para não fazer julgamento precipitado para "nenhum dos lados". Eu não teria coragem de deixar um filho dessa idade viajar sozinho, mas não posso condenar uma família que permite.
  6. Análise: faz sentido tudo que foi dito sobre a Itapemirim decolar de novo? Há quem diga que os árabes dominarão o mundo. Ao menos por aqui, parece que eles já estão empenhados nessa missão. E o resultado das últimas negociações entre brasileiros e árabes trouxe saudosas lembranças à mente dos amantes da aviação, sobre os clássicos Boeings 727 cargueiros da Itapemirim, os amarelões que voavam pelo país. Mas faz sentido tudo que foi dito nessa semana sobre o assunto? Segundo a ANBA, o governador do estado de São Paulo, João Doria, encerrou na última quarta-feira, 12 de fevereiro, a nona e também maior missão de negócios do estado no mercado externo. A estimativa é que os aportes árabes no plano de desestatização de São Paulo alcancem até R$ 30 bilhões até o final de 2022. Dentre os negócios discutidos, destacou-se nessa semana a informação de que a Viação Itapemirim receberá investimento de um fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos para a criação de uma companhia aérea. Seria essa a volta dos clássicos trijatos amarelões de cargas? Certamente não, mas seria uma volta com outro foco, no mercado de passageiros. Aporte bilionário e planos A Itapemirim anunciou que receberá um investimento de US$ 500 milhões do fundo dos Emirados, ou cerca de R$ 2,15 bilhões pela cotação atual do dólar. O presidente da companhia, Sidnei Piva, foi quem se pronunciou sobre os detalhes do negócio, que ele teria fechado na própria quarta-feira de encerramento da missão no Oriente Médio. Em entrevista à ANBA no jantar de encerramento da missão, Piva disse que sua proposta para a viagem era buscar investimentos para a reformulação de frota rodoviária da Itapemirim e trazer investimento para a empresa aérea do grupo, que deve receber sua primeira aeronave comercial de passageiros em 2022. A ideia é que o investimento traga retorno em número de passageiros do Brasil para os Emirados. “O nosso projeto é trabalhar todo o Brasil, principalmente os seus aeroportos regionais, onde vamos formar um grande contingente, o maior número de pessoas possível para levar para as capitais, para que haja condições de trazer mais pessoas não só para os Emirados mas para a Europa, América do Norte, enfim, montar um hub Brasil-Emirados”. O interesse do fundo de investimento na empresa de transportes é pela logística, segundo Piva. “Nós atendemos 22 estados e temos toda a logística necessária não só para um bom atendimento de passageiros, mas também para levar o aéreo para a população. O retorno para o fundo prevemos que seja de US$ 1,5 bilhão em cinco anos. Isso é muito dinheiro para muito pouco tempo”, completou. Segundo a Folha, já estariam confirmadas as encomendas de 35 aeronave da Bombardier, sendo 15 unidades com capacidade para 80 passageiros e as outras 20 com capacidade para 100. Possivelmente, tratam-se dos turboélices Dash 8 e dos jatos CRJ 1000, respectivamente. Mas tudo isso faz sentido? Certamente torcemos para que os planos sejam tão concretos quanto são grandes e entusiasmados. Nova empresa aérea, novos empregos, novas opções para os passageiros, movimentação da economia, é o que mais queremos para nossa aviação. Mas vamos analisar, mesmo que de forma simples, as informações veiculadas nessa semana. Se o que Piva falou à ANBA foi exatamente “o maior número de pessoas possível para levar para as capitais, para que haja condições de trazer mais pessoas não só para os Emirados mas para a Europa, América do Norte, enfim, montar um hub Brasil-Emirados”, causa alguma estranheza a mistura de informações.O acordo é com os árabes, para montar um hub Brasil-Emirados? Ou o foco será dividido para parcerias também com outras companhias aéreas para alimentar voos para a Europa e a América do Norte? A única ligação direta dos Emirados Árabes com o Brasil se dá pelos voos da companhia aérea Emirates Airlines, feitos de Dubai para Guarulhos com o Airbus A380 e de Dubai para o Rio de Janeiro com o Boeing 777. Levar pessoas de cidades regionais para qualquer outra das capitais brasileiras não faria sentido no modelo de hub Brasil-Emirados. Falta clareza nesse objetivo. Encomenda de aeronaves Também causa alguma estranheza a informação sobre a encomenda de 35 aeronaves já feitas junto à Bombardier. Por dois motivos principais. Primeiramente, porque grandes encomendas como essa não ficam restritas à divulgação apenas pelo comprador. Onde está a mídia especializada internacional divulgando uma grande compra de mais de três dezenas de aviões comerciais? Onde está a fabricante ou o lessor anunciando a conquista de mais um cliente? Em segundo lugar, o aporte dos árabes teria sido confirmado no último dia da missão, a quarta-feira dia 12, não foi? Quão rápido foi esse contato com a fabricante de aeronaves ou com algum lessor, para que no dia seguinte, 13, estivesse fechado um acordo desse porte para a compra de tantas aeronaves? Tudo parece especulativo demais até o momento. Um pouco de ceticismo é sempre bem-vindo, mesmo diante do desejo e da torcida para o surgimento de uma nova empresa regional integrada com o modal rodoviário. Aguardemos ações mais concretas. fonte: https://www.aeroin.net/analise-faz-sentido-tudo-dito-sobre-itapemirim-decolar/
  7. Ok! Vamos aguardar essas entregas que devem ocorrer ao longo de todo o ano!
  8. Será que os planos para abertura de novas bases no primeiro semestre de 2020 ainda se mantém? Para abril falaram em reabrir a base RBR.
  9. Torço por essa opção e que estendessem até RBR um dos voos MAO/PVH, mas os boatos por aqui é que será CNF/PVH/RBR. Estão fazendo ajustes na malha em PVH a partir de fevereiro. CGB/PVH se estenderá a MAO e será com E195 e não mais com A320! Pode ser que esse ajuste já tenha relação com uma nova operação entre RBR, PVH e algum hub da empresa
  10. Em setembro, ao lançar o novo E-195 E2, a Azul divulgou que pretende voltar a operar no Acre em março de 2020. A princípio foi dito que RBR poderia ganhar um voo direto para CNF, pois os novos jatos seriam mais econômicos e teriam mais autonomia para operar voos longos como um RBR/CNF, mas também há demanda para uma ligação regional RBR/PVH que está sem voos desde o inicio deste ano. Quanto a CZS, se a Azul fosse substituir a Gol estaria perfeito, pois a cidade teve redução de demanda depois que a ligação rodoviária com RBR melhorou após pavimentação da BR 364. A cidade já movimentou o dobro do que movimenta hoje e também o transporte de carga diminuiu muito... Gol e Azul na rota, seria bem complicado. A Gol deve operar CZS ainda por receber um grande incentivo na redução do ICM do combustível. O PVH/CNF, operado na madrugada com A320, tem alta ocupação e a cidade está com oferta reduzida depois que Gol e Latam cancelaram vários voos por lá. De repente, um CNF/PVH/RBR diurno seria uma boa opção. RBR/MAO com Ejet também estaria bem mais adequado do que com 738 que a Gol opera atualmente 3 X semana. Lembrando que a Azul deixou de operar no AC em 2016!
  11. Esta disponível em todos os voos? Semana passada, em 4 voos diferentes, tentei acessar o serviço de tv grátis e não consegui, baixei o Latam Play e nada, dava uma mensagem de erro.. Na Gol, já acessei a tv, sem problemas.
  12. LATAM Brasil promete um grande anúncio no dia 27 de agosto A LATAM Brasil reservou o dia 27 de agosto para um grande anúncio. Segundo informações do convite, a empresa divulgará ao público sua “nova experiência a bordo”. Sem mais detalhes, tudo indica que acontecerá a esperada apresentação do novo produto para os aviões de menor porte de sua frota, os narrow-bodies A319, A320 e A321. Atualmente, a frota da empresa é composta por 123 aeronaves desse porte, divididas em: (a) 22 A319, com média de 11 anos de idade, configurados para 144 assentos; (b) 70 A320 – com média de 10 anos, onfigurados para 174 pax; © 31 A321 – com média de 6 anos de idade e capacidade para 220 passageiros. Até o presente momento, não é possível afirmar se a mudança será apenas nos assentos ou se haverá outras novidades no serviço de bordo. Recentemente, a empresa lançou as novas cabines internacionais, aplicadas inicialmente nos Boeing 777-300ER. O investimento faz parte do projeto de renovação de cabines de 200 aeronaves, cobrindo aproximadamente dois terços da frota global do Grupo LATAM, o maior investimento da história da companhia na experiência do cliente, cerca de US$ 400 milhões. Quase metade deste valor se destina à reformulação das cabines dos aviões que atendem os passageiros do Brasil. fonte: https://www.aeroin.net/latam-brasil-promete-um-grande-anuncio-no-dia-27-de-agosto/
  13. Avião cai na grande Curitiba logo após decolar. Vítimas se queimaram com a explosão. Foto: Reprodução/WhatsApp. Uma aeronave particular ultraleve caiu na manhã deste sábado (17) na Rua São José, em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba. O acidente deixou dois homens feridos, porém sem gravidade. O Corpo de Bombeiros foi até o local para prestar socorro às vítimas que se queimaram com a explosão causada pelo impacto da aeronave. O avião particular de pequeno porte decolou da pista de um clube de aviação experimental. A aeronave, no momento da queda, chocou-se contra o muro do terreno e explodiu logo em seguida. Os bombeiros e clientes da Escola de Aviação Civil Asas Rotativas (Eacar), que fica nas proximidades, prestaram os primeiros socorros às vítimas do acidentes. Os ocupantes do ultraleve, no entanto, não eram alunos da escola e faziam um voo particular. “Acho que ele não conseguiu subir a aeronave o suficiente e bateu no muro. Antes de explodir, o pessoal que estava em volta tirou o piloto de dentro do avião”, conta o comerciante da região, Valdir de Matos. Uma das vítimas teve ferimentos moderados e a outra apenas ferimentos leves. Eles foram atendidos pelo Siate e encaminhados para o Hospital Angelina Caron. Foto: Valdir de Matos/Colaboração/Gazeta do Povo. fonte: https://www.tribunapr.com.br/noticias/parana/queda-de-aviao-na-grande-curitiba-deixa-duas-pessoas-feridas/
  14. Impressions from the accident site: fonte: http://avherald.com/h?article=4cb94927&opt=0 Impressionante mesmo não ter ocorrido incêndio.... e vendo essa foto (abaixo) que mostra que tinha região povoada nos arredores, a sorte foi grande!
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade