Jump to content

CabinCrew

Usuários
  • Content Count

    2,250
  • Joined

  • Last visited

About CabinCrew

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    SP Capital
  • Data de Nascimento
    20/09/1984

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasil

Recent Profile Visitors

1,440 profile views
  1. Saiu o relatório final, negligência atrás de negligência. https://www.aeroin.net/helicoptero-que-caiu-e-matou-ricardo-boechat-ficou-tres-anos-sem-trocar-o-oleo/
  2. A transição só é mais rápida entre aeronaves da família Airbus. Do 320 pro 330, 350...Do 350 para qualquer Boeing tem que fazer 100% do treinamento para a nova aeronave. Pilotos por gentileza me corrijam se eu estiver errado, mas acredito que seja por aí.
  3. Uma parte até faz sentido outra parte não faz. O doméstico está retomando a demanda com consistência, porém duvido que o suficiente para trazer narrows a mais do que a frota já tem hoje. Quem redigiu tal mensagem me parece imbuído de estar noticiando que a empresa vai precisar de gente num curto período de tempo em prol da negativa da redução permanente de salários. Eu respeito isso, porém vale ressaltar que boa parte da frota widebody está parada e que a afa é que todos os A350 serão devolvidos e que o futuro do widebody na Latam Brasil será 767/787/777. Com a frota wide parada e já com muito
  4. Porque eles não queriam manter todo o contingente. O que eles queriam MESMO era demitir esses 2700 pra recontratar depois conforme o mercado aquecer. Na conta que eles fazem, compensa, se compensa mesmo ou não são outros 500. Com o grupo atual, dá pra tentar atingir de fato a redução que eles querem. O que comprova isso é que caso aprovado o acordo a empresa já se comprometeu a não abrir nenhuma seleção externa até todos os 2700 demitidos voltem pra companhia e/ou sejam consultados se querem voltar e declinem a proposta. É aquela história, se eles vão cumprir o acordado é outra história mas é
  5. Voltei ao tópico para tentar dar minha visão a alguém que não estava conseguindo enxergar o outro lado da história. Os ânimos estão muito exaltados. Só o tempo como sempre dirá quem enxergou a coisa do jeito correto. Pode ter sido o sim pode ter sido o não, só saberemos lá na frente.
  6. Se me permitir eu explico, já expliquei várias vezes logo acima, mas a questão é bem simples AO MEU VER. Frise-se que as margens do sim foram apertadas. Parte do grupo, parte MESMO mudou de opinião, mudar de opinião é salutar. Observe também que boa parte do sim veio de gente que não está na linha de corte da próxima demissão, portanto, não teriam motivo para mudar para o sim. Eu acredito que foi uma conjunção de cansaço, afinal não temos PAZ para trabalhar a meses, junto a uma sensação de perda, como eu disse acho que boa parte do grupo entendeu que essa batalha nós perdemos, o não agora ia s
  7. Muita gente que votou sim agora tá LOOOOOONGE BEM LONGE de ser vaca sagrada. Eu incluso. O sentimento foi outro eu disse mas parece que ninguém quer enxergar ok, eu respeito. De qualquer forma, vamos esperar pra ver o que sai da negociação, eu acredito, de verdade que se a proposta final for absurda, sem garantia de retorno dos colegas que saíram entre outras coisas, o grupo vai negar. Eu estou me retirando dessa discussão porque, eu não gosto do rumo que ela toma, já tá virando Lula VS Bolsonaro e eu não aguento mais isso. Um abraço.
  8. Agora é FICAR MUITO atento com o que vem e depois conversar muito com os colegas e tomar a decisão que for melhor para todos.
  9. É o que eu disse, generalizar é errado. Presumir que todo mundo é imbecil, burro, tapado, iludidinho com essa administração infeliz, é ser igualmente iludido.
  10. Tem muita gente iludida? Tem, mas é uma temeridade achar que todo mundo é idiota. Tá todo mundo cansado, se, SE o sim passar e a proposta que vier não tiver garantia de emprego por tempo razoável (algo que possa dar a chance de o mercado se recuperar) garantia de recontratação dos colegas por antiguidade, entre outras coisas, o grupo simplesmente vai negar a proposta. É muita presunção achar que o grupo todo é imbecil.
  11. Como eu disse em outras oportunidades nobres colegas, eu entendo todos os posicionamento. Que seja o que Deus quiser, eu acho que o sim passa mas não tenho certeza. Não tenho nem ideia do que todo o grupo está pensando nesse momento. Talvez o não ganhe, enfim, a partir de amanhã descobriremos e que seja o que tiver que ser. Como eu disse, no Chile foram 3 rodadas de demissões e uma hora o grupo abriu as pernas, aqui a tática será a mesma. Ponto. Veremos.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade