Jump to content

Carlos Augusto

Usuários
  • Posts

    1,857
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Carlos Augusto

  1. A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) anunciou nesta quinta-feira, 9, que a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) assume a operação e gestão do Aeroporto Francisco Álvares de Assis, conhecido como “Serrinha”, a partir da segunda-feira, 13, ao meio dia. A parceria com a empresa pública com quase 50 anos de atuação e responsável pela administração de diversos aeroportos do país é mais um passo para o desenvolvimento da cidade. “São novas perspectivas econômicas para o Município, com novas possibilidades de investimentos. A cidade ficará mais integrada aos outros centros comerciais e estratégicos do país. É uma notícia muito boa, é um presente para a Juiz de Fora ter uma empresa com a infraestrutura e experiência da Infraero na operação do nosso aeroporto”, enfatizou o secretário de Mobilidade Urbana (SMU), Tadeu David. O contrato com a empresa pública de prestação de serviços técnicos especializados de gestão e operação aeroportuária para o Aeroporto de Juiz de Fora (SBJF) foi publicado nesta data, no Diário Oficial Eletrônico do Município (Atos do Governo). Segundo o representante da Infraero, Luiz Gustavo Shild, os primeiros meses serão de muito trabalho. “São muitas questões de infraestrutura que precisamos regularizar, principalmente na pista, para garantir toda a segurança das empresas que já operam e vão operar no aeroporto. Vamos empenhar toda nossa experiência e nossos esforços para que Juiz de Fora tenha voos mais altos”. O Aeroporto da Serrinha tem dimensão total de aproximadamente 352.451,00 m². Fica situado à Avenida Prefeito Mello Reis, sem número, no bairro Santos Dumont. O equipamento conta com pista de pouso e decolagem de 1.535m de comprimento e Terminal de Passageiros de 233 m². Informações da PJF Fonte: https://aeroin.net/aeroporto-de-juiz-de-fora-sera-gerido-pela-infraero-a-partir-da-proxima-segunda-feira/
  2. Em nota, Prefeitura confirma que tem “entendimentos avançados” com a empresa pública e que pode anunciar final das negociações “dentro de algumas semanas”. Por Gabriel Silva 28/04/2022 às 17h04- Atualizada 29/04/2022 às 13h48 A administração do Aeroporto da Serrinha deve ficar sob a gestão da Infraero, empresa pública federal vinculada à Secretaria de Aviação Civil, que administra aeroportos brasileiros. A informação foi obtida pela Tribuna e confirmada pela assessoria da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), que apontou ter “entendimentos avançados” com a estatal. A movimentação ainda não tem data para ser concluída, mas a previsão é de que “dentro de algumas semanas, (a PJF) deve anunciar o final dessas negociações”. Atualmente, o aeródromo está sob administração da AMD Estações de Telecomunicações e Tráfego Aéreo, que mantém o espaço e também o Terminal Rodoviário Miguel Mansur. A Tribuna apurou que o contrato com a Infraero não necessita de processo licitatório, visto que empresas públicas possuem a prerrogativa de fazer o procedimento por dispensa de licitação. Além disso, a atual concessão do espaço para a AMD também pode ser retirada sem aviso-prévio, de acordo com representante da própria empresa ouvido pela reportagem. Em janeiro deste ano, a PJF revogou processo licitatório que visava a contratar administradora para o aeroporto. O processo foi cancelado pela falta de anuência da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC). Necessidades burocráticas ainda impedem a oficialização da mudança de mãos do Serrinha, o que ainda não tem data para acontecer, segundo a PJF. O Executivo municipal também não deu maiores detalhes sobre o motivo do acordo com a empresa pública em contraponto à realização de novo processo licitatório. Em comunicado encaminhado à Tribuna na noite de quinta-feira, a Infraero confirmou que existe uma movimentação interna e estratégica da empresa para direcionar algum funcionário para a gerência do Aeroporto da Serrinha. Por outro lado, a empresa afirma que “qualquer informação sobre o assunto deve ser buscada junto à Prefeitura”. A Infraero ainda lembrou que “pode ser contratada por qualquer município para fazer a gestão de seus aeroportos”, bem como para realizar serviços de infraestrutura, “desde o projeto, passando pela fiscalização da obra de engenharia, manutenção, além de oferecer treinamento técnico e o desenvolvimento de soluções digitais”. Internamente na Prefeitura, a chegada da Infraero é vista como uma alternativa para que o Serrinha seja plenamente regularizado e possa voltar a receber vôos comerciais. Atualmente, por exemplo, o aeródromo não possui os Planos Básicos de Zona de Proteção de Aeródromo (PBZPA), exigência que confere maior segurança para operações aeroportuárias, além de não possuir iluminação na pista de pouso, o que não permite a utilização do local no período noturno. Desde 2014, quando a Azul Linhas Aéreas transferiu as operações que fazia no aeroporto juiz-forano para o Aeroporto Presidente Itamar Franco, em Goianá, o Serrinha não recebe voos comerciais. Em 2016, começou a ser oferecido o serviço de táxi aéreo ligando a cidade à capital, Belo Horizonte, em iniciativa liderada pelo Governo do estado. Todavia, o serviço foi cancelado em outubro de 2017 e desde então, o aeródromo passou a contar apenas com voos executivos. “Nova estratégia” Em nota encaminhada no início da semana à Tribuna, a PJF afirmava trabalhar em “uma nova estratégia” para o aeroporto, além de realizar ajustes finais “para a regularização e funcionamento” do terminal. No entanto, o Executivo não detalhou o projeto e também não oficializou prazo para que o novo plano fosse estabelecido e anunciado. Concessão foram frustradas O Aeroporto da Serrinha é marcado por tentativas frustradas de concessão para a iniciativa privada. Antes da atual gestão, a administração do prefeito Antônio Almas (PSDB) lançou edital que tinha a previsão de abertura de propostas em janeiro de 2021, mas foi suspenso. À época, o Município, já sob a gestão da prefeita Margarida Salomão (PT), explicou que seria necessária uma análise mais detalhada do cenário antes que a licitação ocorresse, já que o período de transição entre as administrações municipais foi considerado curto, em função da pandemia. Havia pendências que precisavam ser resolvidas, como a regularização de multas, de acordo com o Executivo. Em fevereiro de 2021, a Câmara Municipal criou uma Comissão Especial do Aeroporto da Serrinha, por meio do contato com movimentos favoráveis à retomada das operações comerciais no aeródromo. Em março, a comissão chegou a oficiar cartas-convite a três empresas para a realização de visitas técnicas ao Serrinha. O processo, no entanto, não andou. No segundo semestre de 2021, a PJF realizou nova tentativa para conceder o espaço para a iniciativa privada. Entretanto, em janeiro deste ano, o Executivo recorreu ao cancelamento, alegando “razões de interesse público decorrente de necessidade de adequação do termo de referência do objeto licitado”. Dias depois, por meio de nota, a Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU) afirmou que “a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) orientou a troca da modalidade do edital de licitação do Aeroporto Municipal Francisco Álvares de Assis (Serrinha) de exploração para prestação de serviço continuado” e que um novo edital seria lançado, sem dar previsão. O Executivo ainda informou que a abertura das propostas não havia sido realizada. Fonte: https://tribunademinas.com.br/noticias/economia/28-04-2022/aeroporto-da-serrinha-deve-passar-a-ser-administrado-pela-infraero.html
  3. Exclusivo! LATAM define as datas do início dos voos em Montes Claros e Juiz de Fora; confira os detalhes By: Celso Martins On: 28 de dezembro de 2021 0 comentário A LATAM informou que a venda das passagens aéreas dos voos das duas cidades será iniciada na quarta-feira (29/12). Montes Claros, no Norte de Minas, terá voos sem escalas da LATAM para São Paulo (Aeroporto de Guarulhos) a partir de 29 de março de 2022. No dia 5 de abril será a vez do Aeroporto Regional da Zona da Mata, próximo a Juiz de Fora, receber voos da LATAM com destino ao Aeroporto de Guarulhos. As duas cidades são atendidas atualmente pelas companhias Gol e Azul. Com mais concorrência, a tendência é de uma oferta maior de passagens aéreas baratas para os consumidores do interior de Minas Gerais. Como serão os voos O voo que atenderá Montes Claros decolará de São Paulo/Guarulhos às 13h40 (domingo, segunda e de quarta a sexta), às 8h20 (terça-feira) e às 17h10 (sábado). As partidas de Montes Claros serão às 15h45 (domingo, segunda e de quarta a sexta), às 10h25 (terça-feira) e às 19h15 (sábado). Segundo a LATAM, o Aeroporto Regional da Zona da Mata Presidente Itamar Franco será atendido pela LATAM com voos diários com cerca de 1h35 de duração. O voo decolará de São Paulo/Guarulhos às 7h40 (domingo, segunda e de quarta a sexta), às 7h30 (terça-feira) e às 7h45 (sábado). A partir de Juiz de Fora, decolará às 9h35 (de quinta à terça) e às 9h30 (quarta-feira). Venda das passagens aéreas A LATAM informou que a venda das passagens aéreas de Montes Claros e Juiz de Fora deverá ser iniciada na quarta-feira (29/12). Atualmente a Azul oferece voos diários de Montes Claros para Belo Horizonte (Aeroporto de Confins), e Gol atende a cidade com partidas sem escalas para Guarulhos. A LATAM atende o mercado de Minas Gerais com voo em Belo Horizonte (Aeroporto de Confins) e Uberlândia. Além de Montes Claros e Juiz de Fora, a LATAM terá voos em mais cinco novos destinos no 1° semestre de 2022. As novas cidades que serão atendidas são Bauru, Presidente Prudente, Cascavel, Caxias do Sul e Sinop. Outros 10 serão anunciados em breve pela LATAM. Aeronaves da LATAM A LATAM informou que dois modelos de aeronaves serão usadas em Montes Claros e Juiz de Fora, um deles o Airbus A319 que tem 18 passageirosna classe Premium Economy e 126 em na Economy. Outro modelo com condições de operar nas duas cidades é o Airbus A320 com 162 passageiros em classe Economy e 8 em Premium Economy. No Aeroporto Regional da Zona da Mata a Azul oferece voos diários para Campinas e Gol atende o mercado com decolagens diárias para Guarulhos com aeronaves ATR-72 da VoePass, antiga Passaredo. Fonte: https://www.tudodeviagem.com/2021/12/exclusivo-latam-define-as-datas-do-inicio-dos-voos-em-montes-claros-e-juiz-de-fora-confira-os-detalhes/
  4. A partir do 1° trimestre de 2022 a LATAM Brasil (antiga TAM) iniciará voos no Aeroporto Regional da Zona da Mata (Aeroporto Presidente Itamar Franco). Por Celso Martins Santos 15/09/2021 às 18h32 - Atualizada 15/09/2021 às 18h48 A partir do 1° trimestre de 2022 a LATAM Brasil (antiga TAM) iniciará voos no Aeroporto Regional da Zona da Mata (Aeroporto Presidente Itamar Franco). As decolagens serão diárias para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, com aeronave Airbus A319 que transporta 132 passageiros em classe Economy e 8 em Premium Economy. A venda das passagens aéreas dos voos do Aeroporto da Zona da Mata ainda não foi iniciada, o que deverá ocorrer nos próximos dias. Juiz de Fora (Regional) será o terceiro mercado da LATAM em Minas Gerais. A companhia já opera em Belo Horizonte (Confins) e Uberlândia. Redução dos preços das passagens aéreas A entrada de uma terceira companhia na Zona da Mata vai ajudar na redução dos preços das passagens aéreas em função do aumento da concorrência entre as empresas. Atualmente a Azul oferece voos diários para Campinas com aeronaves ATR-72 com 70 assentos. Em novembro será a vez da Gol retomar as ligações da Zona da Mata com o Aeroporto de Guarulhos. A operação desta rota será feita pela VoePass, companhia parceira da Gol. O Aeroporto de Guarulhos funciona como centro de distribuição dos voos da LATAM e da Gol. Já a companhia Azul tem o Aeroporto de Campinas como o principal na distribuição de suas rotas. Os passageiros da Zona da Mata que desembarcam em Campinas podem usar o serviço de ônibus gratuito da Azul para a cidade de São Paulo. Leia comunicado da LATAM sobre a Zona da Mata Segundo a LATAM, Juiz de Fora faz parte do eixo industrial das cidades próximas da BR-040 e BR-116. Além de abrigar diversas instituições de ensino, tem como destaque o setor de serviços e atividades industriais ligadas a alimentos e bebidas, produtos têxteis, artigos de vestuário, metalurgia, mobiliário e de montagem de veículos. “Nesse sentido, também mirando o retorno das viagens corporativas, a LATAM vai conseguir ligar a cidade diretamente aos seus principais hubs no País e, por consequência, ao exterior. Em breve, a companhia anunciará mais detalhes sobre o voo, início das vendas e data de inauguração da rota”, diz outro trecho da nota. Fonte: https://tribunademinas.com.br/acervo/blogs/15-09-2021/exclusivo-latam-tera-voos-do-aeroporto-regional-da-zona-da-mata-para-sao-paulo.html
  5. Como sou leigo, fiquei curioso quanto ao acionamento dos motores dessas aeronaves. Não existe nenhum dispositivo de segurança (chave ou coisa assim)? É chegar, ligar e decolar?!
  6. Nos últimos anos, o G1 mostrou que licitações do espaço foram adiadas e canceladas. Em janeiro de 2020, a antiga gestão sancionou a lei para a iniciativa privada. Por G1 Zona da Mata 25/08/2021 13h02 Um novo edital para a concessão da administração do Aeroporto Municipal Francisco Álvares de Assis (Serrinha) foi lançado nesta quarta-feira (25) pela Prefeitura de Juiz de Fora. Nos últimos anos, o G1 mostrou que licitações do espaço foram adiadas e canceladas. Em janeiro de 2020, antiga gestão sancionou a lei de concessão do Aeroporto da Serrinha para iniciativa privada. Na ocasião, o local registrava um prejuízo anual de R$ 700 mil aos cofres públicos. De acordo com o documento, o prazo de atuação da empresa vencedora será de 5 anos, prorrogáveis, e inclui a gestão das demais áreas adjacentes à pista de pouso, de titularidade do Município. O procedimento licitatório será de concorrência, tipo técnica e preço. O edital completo poderá ser obtido por meio de um protocolo formalizado pela plataforma Prefeitura Ágil. A abertura da licitação vai ocorrer no dia 14 de outubro, às 9h30, no auditório da Prefeitura, na Avenida Brasil, 2.001. Fonte: https://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2021/08/25/edital-para-concessao-do-aeroporto-da-serrinha-e-lancado-em-juiz-de-fora.ghtml
  7. Ah... Sem exageros. Achei bem simpática a iniciativa. Só estranhei o "aperto de mão" em plena de pandemia. Mas imagino que tenham lambrecado as mãos com álcool em gel logo a seguir.
  8. A companhia Gol acaba de reiniciou a venda das passagens aéreas dos voos da Zona da Mata (Aeroporto Regional) para a cidade de São Paulo (Aeroporto de Congonhas). Os voos entre as cidades serão retomados no dia 31 de outubro deste ano com aeronaves Boeing 737-800 com 186 assentos. Fonte: https://tribunademinas.com.br/especiais/blogs/15-06-2021/exclusivo-gol-retoma-voos-da-zona-da-mata-para-a-cidade-de-sao-paulo.html
  9. A partir de 08 de Agosto de 2021 AD xxxx | REC 22h30 - SNTS 23h40 | Diário | Cessna Grand Caravan AD xxxx | SNTS 00h10 - REC 01h20 | Diário | Cessna Grand Caravan OBS: 1) Anuncio na live no Youtube.com/govparaiba com o presidente da Azul. 2) Vendas no sistema a partir de 08 de Junho. 2) 36 milhões de investimentos iniciais com novo terminal e nova pista. 3) Ligação com o Hub REC, conforme destacou que se tornou o segundo em movimentos da empresa.
  10. João Azevêdo anuncia primeiro voo comercial para o Sertão Governador afirmou que irá revelar detalhes em uma live às 9h desta terça-feira (1º) Redação 30/05/2021 14:41 O governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou, neste domingo (30), o primeiro voo comercial para o Sertão da Paraíba. As informações são do blog da jornalista da Rede Correio Sat, Sony Lacerda. “Um sonho da população sertaneja está prestes a se tornar realidade. Na próxima terça-feira (01) lançaremos o primeiro voo comercial para o Sertão. Vamos contar todos os detalhes, como qual a companhia e destino, em uma live, às 9h, no YouTube do @govparaiba”, disse João, no Twitter. Fonte: https://portalcorreio.com.br/joao-azevedo-anuncia-primeiro-voo-comercial-para-o-sertao/
  11. E também "evolução" para conseguir chegar ao final do desfile com DEZ, NOTA DEZ!
  12. E eu pensado que a notícia fosse sobre a aérea da Itapemirim.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade