Jump to content

dbzjorge

Usuários
  • Content Count

    19
  • Joined

  • Last visited

About dbzjorge

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    São Paulo
  • Data de Nascimento
    17/03/1988

Profile Information

  • Location
    São Paulo

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Ela pode pedir quantas prorrogações quiser durante os 18 meses do processo, desde que o Juiz aceite, é claro! A diferença é a seguinte: Até 26 de novembro: Ela pode apresentar propostas aos credores COM exclusividade, incluindo uma reorganização que mantenha o controle com os atuais proprietários. Mas os credores precisam aceitar, se não, ela pede prorrogação e apresenta uma nova proposta até que eles aceitem. A partir de 27 de novembro: Ela pode apresentar propostas aos credores SEM exclusividade, ou os CREDORES e demais INTERESSADOS também podem apresentar propostas. Nesse período
  2. Para mim isso soa mais como oportunidade de estar nas mídias sociais do que qualquer outra coisa. Lógico que não deixa de ser desvaneio também. Mas acredito que é possível sim. Quando ela chegar ao 50º avião (algo em torno de 2030, dado o seu fiel cumprimento do plano de frota {sic}), ela com certeza terá capacidade de operar para BUE, se estiver viva até lá, lógico!
  3. https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/real-quantidade-de-ofertas-de-financiamento-recebidas-pela-latam.html A real quantidade de ofertas de financiamento recebidas pela Latam Por Lauro Jardim 10/10/2021 • 09:40 Airbus A320 da Latam Num comunicado ao mercado no fim de setembro, em que relatava ter conseguido uma linha de crédito de US$ 750 milhões com investidores, a Latam afirmou também que recebeu "múltiplas ofertas" de financ
  4. Sinto falta de notícias da Laranjinha sobre consolidação. A Gol é um mega player na América Latina e não pode perder o protagonismo.
  5. Mais uma reportagem da série: "Briguinha de Egos entre Presidentes" “Se tivesse um plano bom, já teria mostrado”, diz CEO da Azul sobre Latam Leia mais em: https://veja.abril.com.br/blog/radar-economico/se-tivesse-um-plano-bom-ja-teria-mostrado-diz-ceo-da-azul-sobre-latam/ https://veja.abril.com.br/blog/radar-economico/se-tivesse-um-plano-bom-ja-teria-mostrado-diz-ceo-da-azul-sobre-latam/
  6. Antes achava tudo isso uma piada de péssimo gosto da Azul. Agora confesso que começo a acreditar que pode haver negócio. Na matéria do Valor Econômico eles citam inclusive que a ideia da Azul agora é comprar o grupo inteiro (e não só a Latam Brasil), algo que agrada os investidores. Se comprar tudo, acho muita coisa pra administrar, será que vai fatiar e revender ou já vai tentar comprar em conjunto com outros players? Não sei! Ainda acho o assunto nebuloso, mas a partir de agora não vou considerar nada mais como absurdo, quando se tratar deste tema.
  7. Mais uma solicitação de prazo, mais um adiamento. Eu imagino que nos bastidores deve estar díficil eles chegarem a um acordo. Imagino também que um dos lados quer muito e o outro não quer ceder. Só espero que todos cheguem a um acordo, pois sabemos que se não há acordo, infelizmente o próximo passo é a quebra (chapter 7) e ninguém sai ganhando se esse for o destino da Latam.
  8. Eu acredito na notícia! Ainda mais depois de saber que ela veio dos "Chocadores". Afinal, toda notícia "chocada" é quente.
  9. Eles podem chamar o projeto de fusão do que quiserem: "Criação de uma empresa Brasileira forte" ou "Proteção do mercado contra as estrangeiras" ou ainda mesmo de "A criação da maior geradora de empregos e impostos ao governo" ... bla bla bla.... No final só vejo uma coisa: 70% de share quer dizer tarifa (ainda) mais cara, afinal é assim que o negócio funciona, se eu domino o mercado eu imponho meu preço! Não sou contra a fusão, mais o CADE deveria limitar o alcance de forma que o share dessa nova empresa não fosse maior que 50%.
  10. O tema passou de suposição para intenção. Percebe-se claramente no artigo que a Azul está trabalhando nos bastidores para não haver barreiras no CADE. E se está nesse nível, com certeza a proposta já está pronta para apresentação às partes interessadas. Só acho que, se houver fusão, a ITA vai se dar bem, pois a LATAZUL vai ter que ceder slots, ainda mais na ponte.
  11. Eu penso que essa repercussão toda e alguns dos comentários "maliciosos" não é porque exatamente estão torcendo contra e sim pelo momento do lançamento da empresa. Convenhamos que lançar uma cia aérea no Brasil e no pleno clímax da Covid-19 soa como um projeto aventureiro. Mas eu imagino que essa ideia de lançamento não veio do dia para noite, imagino que é um projeto pensado antes do Covid-19 invadir o mundo. É lógico que percebemos muitas falhas na execução do projeto, principalmente na comunicação, mas isso não deve tirar o mérito do alcance dos marcos do projeto. E eu tenho a confianç
  12. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/rogeriogentile/2020/10/ministerio-publico-pede-o-bloqueio-dos-bens-de-dono-da-itapemirim.shtml Ministério Público pede o bloqueio dos bens de dono da Itapemirim Promotor solicitou a suspensão da venda de qualquer ativo do patrimônio social da Itapemirim a fim de evitar prejuízos aos interesses dos credores da empresa
  13. https://valorinveste.globo.com/mercados/renda-variavel/empresas/noticia/2020/10/16/latam-avalia-criar-nova-empresa-aerea-para-recontratar-pilotos-pagando-menos.ghtml Latam avalia criar nova empresa aérea para recontratar pilotos pagando menos Segundo informações do jornal O Globo, a empresa estuda transferir suas operações no Brasil para uma nova companhia, a Absa Por Valor, Valor PRO — São Paulo
  14. A United irá refinanciar a dívida! mas dentro da proposta da Avianca, mesmo não sendo dinheiro novo, o montante é considerado como parte do investimento. Esse artigo da Época (https://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2020/09/epoca-negocios-avianca-pede-aprovacao-de-plano-de-financiamento-incluindo-emprestimo-conversivel.html) explica um pouquinho mais como será a estrutura de financiamento que a Avianca apresentou.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade