Jump to content

GLK

Moderador
  • Content Count

    5,603
  • Joined

  • Last visited

About GLK

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Brasil
  • Data de Nascimento
    29/09/1959

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasil

Recent Profile Visitors

1,651 profile views
  1. Sensacional o debate! Estou aqui só observando. Foi citado que houve uma proposta de criação de uma Aerobrás. Qual era essa proposta? Interessante notar como governos de caráter "desenvolvimentista" e socialista causam quedas tremendas na aviação e na economia como um todo. Ainda sobre a Panair, meu entendimento é que, ainda que a relação passivos X ativos fosse positiva, operacionalmente a empresa estava falida ou rumando para tal. Lí em um livro já antigo (creio que de meados dos anos 90) que a introdução dos jatos (verdadeira corrida dos jatos) causou enorme endividamento no setor, e que essa situação foi se arrastando pois de tempos em tempos uma companhia dava um passo financeiro maior do que as pernas, como os 1-11, DC-10, A300, 767, 747 e MD-11/747-400. Outro tema que tenho curiosidade é sobre a intenção da VASP no DC-9, antes de trazerem os 737-200. Creio que perdemos a chance de estabelecer uma excelente família de aeronaves no Brasil. Abraços a todos
  2. Pagando 1200 Bolsos, com 0 treinamento e uma série de pressões e desmandos internos, fica difícil desse pessoal prestar esse atendimento de 1a classe. Fora que antes eram aviões de 50, 70 lugares voando pela metade. Hoje são 189 pax com overbooking.
  3. No auge dos slots de CGH operavam ATR-42, Fokker 50 e EMB-120 em Congonhas. Sobre o Séneca e o King não serem tráfegos com voos regulares, isso pouco importa no gerenciamento pelo controle de tráfego aéreo. Um Seneca da LATAM não voa mais que um TPP.
  4. Mas quando a Team sugeriu fazer a rota com o LET, os moradores chiaram. Mas fazer de King B200 pode. Vai entender! Teria sido excelente se a Team tivesse operado com o Let no Jacaré - SP.
  5. EMB-120 devem ter aos montes, ex Skywest. Nunca entendi a onda de por aquele InterBrasil para voar, acho que ISC, trasladar e largar parado. Tanto esforço pra nada?
  6. O lance são as conexões. Não é vender Paranaguá - Curitiba, Mas Paranaguá - Rio, Salvador, Buenos Aires, Paris, etc
  7. Provavelmente não há interesse em voar no SBBI. O ideal é que seja no CWB, facilitando as conexões.
  8. Avianca, Varig, Vasp, Pantanal, Gol e Tam com N prejuízos por anos, mesmo dominando CGH.
  9. Chegou atrasada pra festa então. Total poderia ter pedido seus slots também.
  10. Recentemente a LATAM começou a utilizar o A320ceo no SDU.
  11. Em linhas gerais, 6 a 7 tripulações/avião.
  12. Tem empresa que trouxe uma frota inteira de 777. Qual a dificuldade em arrumar meia dúzia de A319 que ninguém mais quer?
×
×
  • Create New...