Jump to content

Contato Radar Notícias

Notícias
  • Content Count

    586
  • Joined

  • Last visited

About Contato Radar Notícias

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Brasil
  • Data de Nascimento
    30/10/2008

Profile Information

  • Gender
    Male
  1. A400M poderia atingir mais de 400 aeronaves exportadas nos próximos 20 anos Sex, 12 de Março de 2010 15:12 Fonte: Portal CR http://www.portalcr.com.br/noticias/aviaca...roximos-20-anos Menos de duas semanas após anunciar um acordo inicial para repartir os custos excedentes do desenvolvimento do A400M com os governos das sete nações que participam do programa, a EADS disse acreditar que o avião tem potencial para ser um grande sucesso de exportações, informou a Flight International. Segundo a EADS, o A400M será o avião para substituir o C-130 Hercules tornando-se o equipamento preferencial das forças aéreas mundo afora para o transporte militar. Sob esta perspectiva o CEO da empresa, Louis Gallois, disse que as exportações poderão atingir entre 400 e 500 unidades durante os próximos 20 anos. Com o impasse entre EADS e governos sobre como e quem repartiria a conta do estouro no orçamento aparentemente encerrado, o consórcio europeu prepara-se para integrar o terceiro e o quarto avião à campanha de testes, um deles já estando na fase final de preparação antes da instalação dos motores e outro sendo fabricado. Estima-se que a entrada em operação ocorra em meados de 2013, com a entrega em Julho daquele ano da primeira aeronave para a Força Aérea Francesa. Notícias relacionadas: EADS e clientes do A400M chegam a acordoNegociações em relação ao A400M progridem a contento Avançam negociações entre EADS e governos em relação ao A400M Discussão sobre futuro do A400M se estenderá até Fevereiro FB
  2. Airbus ameaça cancelar programa A400M se governos não ajudarem Ter, 05 de Janeiro de 2010 15:20 Fonte: Portal CR http://www.portalcr.com.br/noticias/aviaca...os-nao-ajudarem Após anunciar os planos referentes aos testes em voo, a Airbus está agora ameaçando cancelar o programa de seu avião de transporte militar A400M caso os governos que até o momento o encomendaram, financiando o projeto, não aceitem arcar com uma parte dos custos excedentes do desenvolvimento da aeronave, informou o Financial Times. Devido aos problemas enfrentados não apenas o desenvolvimento está atrasado como estourou o orçamento inicial, sendo necessário um novo financiamento no valor de US$ 16,2 bilhões para a continuidade do programa que encontra-se no início da fase de testes em voo. Desse valor, a EADS (grupo do qual a Airbus faz parte) já se comprometeu em pagar US$ 8,6 bilhões, e espera que o restante seja dividido entre Alemanha, França, Reino Unido, Espanha, Bélgica, Luxemburgo e Turquia, parceiros do projeto. Entretanto, apesar de negociações que já se estendem por 10 meses, Airbus e EADS ainda não conseguiram dissuadir os referidos países a arcarem com parte dos custos extras. Segundo a Airbus, a empresa cumpriu com o prometido resolvendo os problemas que atrasaram o programa e colocando o avião no ar, sendo agora o momento para os governos repartirem com a fabricante o peso dos problemas que aconteceram. Apesar da ameaça de cancelamento, tal atitude ainda é vista com algum grau de ceticismo, uma vez que seria extremamente prejudicial à imagem da Airbus, além de obrigá-la a ressarcir em US$ 8,2 bilhões os países que encomendaram o A400M e financiaram o projeto. Além disso a Alemanha, maior cliente do novo avião, já informou que se mantém comprometida com as negociações para chegar a um acordo que, segundo um porta-voz do Ministério da Defesa do país, espera-se, seja atingido até o fim de Janeiro. Notícias relacionadas: Airbus pretende intensificar programa de testes do A400MA400M completa segundo voo EADS acredita que A400M poderá servir à USAF FB
×
×
  • Create New...