Jump to content

ruifo

Usuários
  • Content Count

    1,732
  • Joined

  • Last visited

About ruifo

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    MMMX/MEX
  • Data de Nascimento
    00/00/0000

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    MMMX
  1. Show, obrigado por compartilhar!
  2. Então, aparentemente, isso vai se estudando/desenhando para a VOEPASS (Passaredo), com assentos comercializados pela Gol como voos G3? As especulações da VoePass/Passaredo são de, no início, apenas 3 ATR para as rotas de FOR, com hangares de manutenção em ARX. Fala-se informalmente de pernoite en FEN, fazendo cedo pela manhã FEN-FOR (banco Gol da manhã) - JJD-PHB-BRB-SLZ. Retorno pousando em FOR entre 15h-16h, aproximadamente, e seguindo para pernoite em FEN (que não opera voos noturnos). A VoePass/Passaredo estão contratando pessoal de solo em JDO, NAT e JPA também, o que provavelmente indica esses três destinos também ligados a FOR...??? JJD poderá ser ponto de chegada para pax de SP, MG etc, e de JJD esses pax seguirem para o Delta do Parnaíba e para os Lençois Maranhenses. Bem interessante isso também. FEN-FOR-JJD-PHB-BRB-SLZ FOR-NAT FOR-JPA FOR-JDO Base de manutenção dos ATR em ARX ******** https://www.focus.jor.br/passaredo-ira-operar-voos-para-rota-das-emocoes-saindo-de-fortaleza/ Passaredo irá operar voos para Rota das Emoções saindo de Fortaleza O itinerário será ainda maior: Fernando de Noronha também terá ligação com a Capital cearense Aeronave da Passaredo. Foto: Divulgação Passaredo A companhia aérea Passaredo vai operar voos para a Rota das Emoções saindo de Fortaleza. A informação foi confirmada pelo representante da Passaredo no Ceará, coronel Paulo Edson. No entanto, o itinerário será ainda maior: Fernando de Noronha também terá ligação com a Capital cearense. O anúncio da operação ocorreu hoje, 29, durante IV Fórum de Turismo da Rota das Emoções, em Parnaíba (Piauí). “Não é só a Rota das Emoções que estamos trabalhando. Nossa meta é ambiciosa: vamos fazer o voo Fernando de Noronha-Fortaleza-Jeri. De Jeri parte para o Delta do Parnaíba, Lençóis Maranhenses e finaliza em São Luís”, disse em primeira mão ao Focus o representante da Passaredo no Ceará, coronel Paulo Edson. “Teoricamente, quem sai de Fortaleza pode ir tranquilamente para Fernando de Noronha. A Passaredo vai fazer a ligação entre os dois extremos”, declarou. A aeronave responsável pelo voo será o ATR 72-600, com 72 lugares disponíveis. Com relação ao preço da passagem, o comandante explica que dependerá do subsídio de cada governo estadual, especialmente por conta do combustível JET-A1 (combustível de jato). “Na composição da tarifa de uma passagem aérea, o combustível tem 60% de peso. Dependendo do que for negociado, o preço ficará mais em conta”, explica. E quanto custaria uma passagem Fortaleza-Jeri? Segundo o estudo conduzido pela Passaredo, com base no ICMS apenas do Ceará, o valor ficaria entre R$ 190 e R$ 220. Bases em Aracati Visando a ampliação no Nordeste, a Passaredo deve adquirir a base de operações de Aracati, hoje sob controle da TAM Aviação Executiva, no Aeroporto Regional Dragão do Mar. “Para operar no Nordeste, precisamos de uma base de operações. É lá onde ficarão pilotos e comissários e onde será produzida a parte de comissaria de bordo. Todas as aeronaves ficarão parqueadas em Aracati e de lá seguem para a Rota das Emoções”, adianta. Outra ação definida é a implantação da base de manutenção de aeronaves da Passaredo também em Aracati. “Hoje os aviões seguem para Ribeirão Preto. Para a região, são necessárias as duas estruturas”, esclarece. O coronel pontua que no próximo dia 5 de dezembro haverá uma reunião com o governador Camilo Santana para tratar sobre os temas envolvendo Aracati e o voo da Rota das Emoções. VIDEO - onde se fala do trecho FOR-FEN
  3. https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/opiniao/hugo-renan-do-nascimento-1.2147731/numero-de-voos-europa-se-consolida-e-americas-seguem-fracas-1.2177817 Número de voos: Europa se consolida, e Américas seguem fracas Por Redação, hugo.renan@svm.com.br 17:06 / 22 de Novembro de 2019 ATUALIZADO ÀS 17:07 Os voos de/para Fortaleza e Europa definitivamente já se consolidaram como os mais demandados e movimentados no Aeroporto Internacional Pinto Martins. Atualmente, existem 13 voos semanais nas rotas para Lisboa (Portugal), Paris (França) e Amsterdã (Holanda), com um total de 7,2 mil assentos disponíveis por semana. A partir de dezembro, o número de voos semanais sobe para 15, com a entrada da Air Europa para Madri (Espanha). Isso totaliza uma oferta de quase 8,4 mil assentos por semana. Com o lançamento deste destino, Fortaleza passará a disponibilizar 33 mil assentos por mês e quase 400 mil por ano. Enquanto os destinos europeus só crescem em número de frequências e de turistas, os voos de/para América Latina e Estados Unidos não ganham fôlego. Há hoje apenas 7 voos semanais. A Latam Brasil mantém 5 voos semanais para Miami (EUA), a Gol um, com frequência semanal para Buenos Aires (Argentina), e mais um da Azul voando semanalmente para Caiena (Guiana Francesa). Com a parada temporária dos Boeing 737 Max, a Gol voltará a realizar os voos para Miami e Orlando, que já chegaram a ser diários a partir de Fortaleza. Atualmente, a empresa não opera as rotas. A previsão é janeiro de 2020, mas sem ainda sabermos se os voos seriam realizados pelo Max ou por outro Boeing da companhia. No site da empresa - sem confirmação oficial da Gol -, já estão à venda três vezes por semana voos para Miami (às terças, quintas e sábados) e quatro vezes semanais para Orlando (segundas, quartas, sextas e domingos). "Os voos diretos serão normalizados assim que os aviões 737 Max 8 retornem para a operação companhia. A Gol esclarece que está acompanhando de forma intensiva todos os fatos, junto com as autoridades regulatórias, que permitam o retorno das aeronaves às operações regulares", informou a empresa sem precisar quantos voos vai retomar quando os Max forem liberados. Além disso, neste ano, perdemos os voos para a Cidade do Panamá (dois semanais) e um para Bogotá (Colômbia) operados pela desvalida Avianca Brasil. Ademais, as promessas da Gol de voar mais vezes por semana para Buenos Aires ainda não se concretizaram e pelo visto ainda estão longe de se tornarem realidade. Novos Embraer A produção e a entrega dos jatos E195-E2, da Embraer, continuam a todo vapor. Nesta quinta-feira (21), a Binter, companhia aérea da Espanha, celebrou a incorporação do seu primeiro jato E195-E2 à sua frota em cerimônia em São José dos Campos (SP). A empresa é a primeira cliente europeia a receber a maior das três aeronaves da família E-Jets E2 de jatos comerciais. A Binter possui um pedido firme para cinco E195-E2. Além dela, a brasileira Azul segue recebendo os novos aviões. Há algumas semanas, a Embraer e a holandesa KLM Cityhopper assinaram acordo para um pedido firme de 21 aeronaves E195-E2, com direito de compra para mais 14 unidades.
  4. Alguns fatos: Air France, KLM e Air Europa são todas membros da Sky Team e possuem codeshare mútuos. O Grupo Air France-KLM também ainda é acionista da Air Europa (a compra da Iberia é de Nov/2019 e provavelmente mudará esse panorama no médio prazo). En julio de 2019, Air Europa firma con el grupo francoholandés Air France-KLM la creación de una joint venture para operar todos los vuelos de largo radio de las tres aerolíneas entre París, Madrid y Amsterdam hacia Centro y Sudamérica, creando un fondo común repartiendo gastos y beneficios, creando así un triple código compartido que beneficiará a los clientes de las tres aerolíneas, ofreciendo de esta forma más destinos y más frecuencias. Após a compra da LATAM pela Delta, a Air France e KLM assinaram um acordo de codeshare com Gol por mais cinco anos (2019-2024), para evitar problemas no médio prazo. Quando a Air Europa decidiu abri MAD-FOR, foi na base da Joint-Venture descrita acima, e também com code share com a Gol, para distribuição de voos no Brasil. Inclusive o voo entra bem no horária do banco de conexões lá de FOR. KLM e Air France reduziram seus números de assentos em FOR para dar espaço à entrada da Air Europa por lá. A compra da Air Europa pela Iberia provavelmente irá mudar vários desses fatos acima (como a Air Europa sair da SkyTeam, por exemplo), mas isso se dará no médio prazo, não no curtíssimo prazo.
  5. https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/negocios/online/voos-entre-madri-e-fortaleza-estao-com-ocupacoes-de-cerca-de-70-1.2176909 Voos entre Madri e Fortaleza estão com ocupações de cerca de 70% Por Hugo Renan do Nascimento, hugo.renan@svm.com.br 07:00 / 20 de Novembro de 2019 Operações da Air Europa iniciam no dia 20 de dezembro. Confira alguns serviços disponíveis a bordo dos aviões da companhia [RESIZE="600"][/RESIZE] Airbus A330-200 da companhia espanhola Foto: Divulgação/Air Europa Daqui a um mês - em 20 de dezembro - a Air Europa inicia as operações entre Madri (Espanha) e Fortaleza. As ocupações dos voos nos meses de dezembro e janeiro já chegam perto de 70%. A informação foi confirmada por Gonzalo Romero, gerente geral da Air Europa no Brasil. "Nós estamos felizes com os resultados faltando um mês para o início da operação. É uma ocupação esperada para este começo e tem vindo em um bom ritmo. A partir de fevereiro e março a ocupação está em torno de 60%, mas ainda temos mais dias pela frente para as vendas", diz. Segundo ele, no início da comercialização dos bilhetes, em agosto deste ano, os brasileiros eram o principal mercado consumidor. No entanto, com o passar dos meses, os turistas europeus ganharam força e atualmente as vendas estão equilibradas. "Está crescendo muito da Europa para Fortaleza. Agora temos mais vendas de europeus e estamos equilibrados. Os italianos conhecem muito o Ceará e eles ficam mais no Estado. O resto da Europa que chega no Brasil uma parte fica no Ceará e uma outra parte faz conexão para outras cidades pela Gol", acrescenta. Divulgação O executivo diz ainda que a companhia está fazendo ações de divulgação do voo no Ceará e na Europa. "Nós estamos fazendo ações para o público final conhecer o nosso produto. Estamos falando de divulgação visual nas ruas de Fortaleza, como outdoor e busdoor, comunicação em revistas, jornais e rádios, além de termos uma boa comunicação no Aeroporto de Fortaleza. É uma comunicação forte e agressiva na cidade". Na Europa, ele afirma que a divulgação está concentrada, principalmente, na Espanha e na Itália. "Estamos fazendo muitas ações em shoppings e nas redes sociais da Air Europa. A divulgação está sendo muito boa e temos a cooperação do Governo do Ceará". [RESIZE="500"][/RESIZE] Classe executiva da Air Europa Foto: Divulgação Serviço A Air Europa começa as operações com dois voos semanais - às terças-feiras e sextas-feiras - e já no próximo ano acrescenta um voo semanal. Em Fortaleza, a empresa vai voar com o Airbus A330-200 com capacidade para 274 passageiros na classe econômica e 26 na executiva. "Nosso serviço atualmente é muito conhecido pela qualidade de atendimento da tripulação. Nós oferecemos duas cabines. Na econômica, nós oferecemos serviço de refeições (jantar e café da manhã). Nossa cabine está equipada com entretenimento de bordo com streaming através de aplicativos para celulares, tablets e notebooks. Temos também Wi-Fi a bordo com pacotes de velocidade variados", explica. Na cabine executiva, os passageiros estão dispostos em três fileiras, cada uma com dois assentos. Isso significa que nem todos os assentos têm acesso direto ao corredor da aeronave. "Nosso chef de cozinha da Business é espanhol e muito conceituado. Temos diferentes opções de comidas e cardápio muito bom de bebidas. É um serviço completo e reconhecido mundialmente".
  6. Sim, mês passado. Faltam os dados do início do ano, não informados à ANAC.
  7. Dados do 1º Semestre de 2019 - FOR/EUA-Panamá ANAC, Jan-Jun/2019 A LATAM já passou a GOL no hub regional NE-Florida. Vamos ver como se comportará com o retorno dos MAX da Gol, ao longo de 2020. LATAM focando mais MIA, GOL focando mais MCO. TAM - FOR-MIA: 21,275 (86.0%) TAM - MIA-FOR: 21,015 (84.1%) TAM - MCO-FOR: 4,799 (77.6%) TAM - FOR-MCO: 4,777 (77.2%) ========================================= TAM - FOR-MIA/MCO-FOR: 51,866 (83.5%) GOL - MCO-FOR: 11,046 (81.5%) GOL - FOR-MCO: 10,785 (90.1%) GOL - FOR-MIA: 9,239 (73.9%) GOL - MIA-FOR: 9,208 (73.7%) ========================================= GOL - FOR-MCO/MIA-FOR: 40,278 (79.7%) CMP - PTY-FOR: 1,343 (68.2%) CMP - FOR-PTY: 1,258 (63.9%) ========================================= CMP - FOR-PTY-FOR: 2,601 (66.1%) Nota: Não há dados da Copa para FOR para todo o 1º semestre. São dados parciais. Total EUA-Panamá: =============================== FOR-EUA/PANAMA-FOR: 94,745 (81.3%)
  8. Dados do 1º Semestre de 2019 ANAC, Jan-Jun/2019 AFR-KLM dando um baile na TAP e na Condor. Vamos ver como se comportará com a Air Europa para Madri ao longo de 2020. KLM - FOR-AMS: 20,566 (93.3%) AFR - FOR-CDG: 17,749 (90.2%) KLM - AMS-FOR: 17,142 (76.9%) AFR - CDG-FOR: 15,846 (76.3%) ========================================= AFR-KML - FOR-CDG/AMS-FOR: 71,303 (84.1%) TAP - FOR-LIS: 37,332 (83.1%) TAP - LIS-FOR: 31,668 (69.6%) ================================= TAP - FOR-LIS-FOR: 69,000 (76.3%) CFG - FOR-FRA: 6,346 (84.5%) CFG - FRA-FOR: 4,946 (65.9%) ================================= TAP - FOR-FRA-FOR: 11,292 (75.2%) Total Europa: =============================== FOR-EUROPA-FOR: 151,595 (79.7%)
  9. Cabo Verde Airlines divulga novo mapa de rotas com as conexões saindo do Brasil A Cabo Verde Airlines divulgou recentemente seu mapa de rotas atualizado, já com a nova rota para Porto Alegre, que começa em breve. Nele, é possível verificar a conectividade atual da empresa. Junto com Porto Alegre, a empresa cabo-verdiana também estreia, ainda em 2019, ligações com Washington (EUA), Luanda (Angola) e Lagos (Nigéria), que se somam a Lisboa, Paris, Milão, Roma e Boston, além das brasileiras Fortaleza, Recife e Salvador. Dentre os destinos em outros países, alguns estão entre os mais procurados por brasileiros. A escolha das rotas não foi por acaso. A empresa, que foi privatizada há cerca de dois anos, mudou sua abordagem de ida a mercado com objetivo de transformar o arquipélago de Cabo Verde num hub de conexões para passageiros da Europa, África e América, dada sua posição muito privilegiada. Com a chegada de mais duas aeronaves ainda esse ano e a inauguração de duas rotas por ano a partir de 2020, esse mapa deve se estender ainda mais, e o melhor, a empresa tem ofertado preços bastante competitivos. https://www.aeroin.net/cabo-verde-airlines-divulga-novo-mapa-de-rotas-com-as-conexoes-saindo-do-brasil/[
  10. A Avianca Colômbia vai fechar codeshare coma Gol no Brasil? Se sim, tem cara de estarem falando de um BOG-FOR e um BOG-BSB. ******* Avianca Colômbia teve prejuízo de $8 mi com crise da Oceanair Em entrevista ao O Globo, o presidente interino da Avianca Holdings (Colômbia/Panamá) revelou os danos causados pela crise na empresa irmã brasileira e afirmou a suspensão do uso da marca no Brasil. O brasileiro Renato Covelo é o presidente interino da empresa até a chegada de Anko Van der Werff, ex-KLM. Renato afirmou que a empresa que é separada da Avianca Brasil (Oceanair) teve um prejuízo de $3 milhões de dólares pela recuperação judicial (a Holding é uma das credoras) mais $5.5 milhões para acomodar passageiros da brasileira, principalmente dos voos para Miami e Nova Iorque. Os danos relacionados a imagem da marca Avianca ainda não foram mensurados, porém é certo que a marca não poderá ser utilizada por uma empresa brasileira mais, mesmo que isso esteja incluso no plano de Recuperação Judicial. “Na segunda-feira, notificamos o juiz da recuperação judicial de que o contrato de concessão da marca está encerrado. Tinha uma regra do leilão que dizia que quem comprasse (os ativos) poderia usar a marca Avianca por mais 180 dias. Acreditamos que isso não vai acontecer. Se a Avianca Brasil quiser voltar a voar, não vai ser com a mesma marca. Terá que usar outra marca, porque esta é nossa.” disse Renato. A situação entre as duas empresas irmãs mudou bastante desde o início da crise na Avianca Brasil em dezembro: os irmãos Efromovich perderam a cadeira de conselho na Holding e não tem poder decisório mais. Ao mesmo tempo eles sumiram do Brasil. Apoio à proposta da Azul e futuro da Avianca no Brasil E não são apenas os funcionários (e ex-funcionários) que apoiam a proposta da Azul, Renato também inclina mais a plano unificado ao invés da fatiação da empresa: “Havia uma oportunidade de um leilão único, da Azul, que ia comprar uma operação inteira, com aviões, pessoal e slots . O que estão vendendo agora são unidades produtivas isoladas, que não estão produzindo nada. A Azul ia levar a concessão, funcionários, aviões, tudo. Do jeito que foi feito, agora há uma disputa, mas não há um pacote completo, como era com o outro plano. É preciso ver qual vai ser o interesse dos competidores no leilão do dia 10 de julho” declarou o presidente. Ainda existe um risco claro de que o leilão remarcado para o dia 10 de julho seja nulo: a regra de slots é clara, a empresa perde se não utilizar. Com as operações paralisadas, a Avianca Brasil pela regra “regular” deveria perder todos os slots. Mas a ANAC que já tinha autorizado o leilão dos slots contrariando regra própria, pode favorecer o leilão. Sobre o plano de expansão no Brasil e rumores sobre um investimento para uma nova aérea no país, Renato foi infático: “Estamos buscando entrar (com voos internacionais) em uma cidade no Centro-Oeste e outra no Nordeste. Mas entrar no mercado doméstico do Brasil não está no nosso plano agora. O Brasil é um país difícil de operar, com custos de combustível e impostos altos. Os custos operacionais dos aeroportos brasileiros são altíssimos. “ https://www.aeroin.net/avianca-colombia-prejuizo-8-mi-crise-oceanair/?fbclid=IwAR0Ej9pMxACQWGkfXj39g8S52ieTGTMxzGyV5eZ3fhDvzZ6CUKvOVTRACag
  11. Se a Gol entrar no FOR-BOG, com uma boa estratégia de conexões na ponta de FOR, poderia melhor ainda mais essas ocupações acima. Idem para o FOR-SCL (Gol ou Latam). Não ficaria surpreso de ver ambas rotas rodando entre 1vps na baixa e 2vps na alta, tendo FOR como ponto de conexão para o Nordeste (Gol ou Latam).
  12. AFA https://www.epochtimes.com.br/fortaleza-negocia-abertura-de-rotas-aereas-com-bogota-e-santiago/ Fortaleza negocia abertura de rotas aéreas com Bogotá e Santiago 28/07/2019 Por Agência EFE O Aeroporto Internacional de Fortaleza está negociando a abertura de rotas aéreas com Bogotá, na Colômbia, e Santiago, no Chile, informou à Agência Efe o governador do Ceará, Camilo Santana. “Atualmente já temos quase 50 voos internacionais no aeroporto de Fortaleza e temos boas perspectivas de novas frequências para a América Latina, que ainda estão em negociação, como as rotas para Santiago e Bogotá”, disse o governador, que não revelou quais companhias operariam os voos.
  13. https://www.aeroin.net/copa-airlines-comemora-um-ano-operacoes-salvador/ COPA - Fim dos voos em Fortaleza Por outro lado nesta madrugada do dia 25 a Copa Airlines operou o seu último voo para Fortaleza, após pouco mais de um ano na capital cearense. Segundados obtidos pelo AEROIN junto à ANAC, a ocupação da aérea panamenha na rota para Fortaleza era de 70% em março, 60% em abril e 72% em maio. Já na rota partindo da capital cearense a ocupação foi respectivamente de 54%, 69% e 70%.
×
×
  • Create New...