Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'Bombardier Global 6000'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Principal
    • Aviação Civil
    • Aviação Militar
    • Direto da Redação
  • Classificados Patrocinados
    • Anuncie Aqui
  • Profissional
    • Tripulantes e Mercado de Trabalho
    • Técnica e Operações
  • Spotting & Outros Hobbies
    • Fotografia
    • Videos
    • Movimento de Aeronaves
    • Modelismo
    • Rádio Escuta/ACARS/Logs
    • Técnica e Equipamentos
  • Guia CR
    • Check-in (Flight Reports)
    • Frequent Flyer
  • Memorabilia & Off Topic
    • Papo de Hangar
    • Imagens e Documentos
    • Recordar é Viver
    • Classificados
  • Central Ponte Aérea by Contato Radar
    • Central de Relacionamento do CR
  • Serviços
    • Contato Radar Publicidade
  • Memorabilia

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Skype


Website URL


MSN


Yahoo


Jabber


Location


Interests


Cidade/UF/País


Data de Nascimento

Found 1 result

  1. Meus prezados Dono da Havan comprou superavião de R$ 250 milhões, mas não consegue usa-lo. Aeronave está parada há três semanas por falta de autorização para voar Bombardier avaliado em R$ 250 milhões foi de Porto Alegre para Navegantes, mas segue parado no terminal. O jato executivo Bombardier Global 6000, um dos maiores aviões particulares do mundo comprado há três semanas pelo dono da rede Havan, Luciano Hang, segue parado no hangar no aeroporto de Navegantes. Foi deslocado de Porto Alegre, onde havia chegado para o terminal mais próximo da base do empresário, que é em Brusque (SC), mas não consegue sair de lá. Conforme Hang relatou à coluna, falta um detalhe final para que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) conceda a autorização para que a aeronave possa ser movimentada. – Estou com o avião parado há três semanas e não consigo usar por causa da burocracia. O Brasil é um país muito hostil para o investimento. Parece que tudo o que pode ser feito para atrapalhar os negócios acontece – reclamou. A intenção de Hang é usar a aeronave, avaliada em R$ 250 milhões, dos quais 10% só em impostos, para acelerar seu processo de abertura de lojas pelo país. O empresário visita pessoalmente todos os pontos antes de confirmar uma unidade da rede, e faz questão de enxergar a localização de cima. No Rio Grande do Sul, seu plano segue sendo de abrir 10 megalojas até o final do ano. Fonte: Marta Sfredo para Gaúcha ZH 19 jun 2019 O Luciano não está devendo uma nota preta para a Receita Federal?
×
×
  • Create New...