Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'Terminal Executivo'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Principal
    • Aviação Civil
    • Aviação Militar
    • Direto da Redação
  • Classificados Patrocinados
    • Hilton Miniaturas
    • Anuncie Aqui
  • Profissional
    • Tripulantes e Mercado de Trabalho
    • Técnica e Operações
  • Spotting & Outros Hobbies
    • Fotografia
    • Videos
    • Movimento de Aeronaves
    • Modelismo
    • Rádio Escuta/ACARS/Logs
    • Técnica e Equipamentos
  • Guia CR
    • Check-in (Flight Reports)
  • Memorabilia & Off Topic
    • Papo de Hangar
    • Imagens e Documentos
    • Recordar é Viver
    • Classificados
  • Central Ponte Aérea by Contato Radar
    • Central de Relacionamento do CR
  • Contato Radar nas Redes Sociais
    • Facebook
  • Links úteis
    • Sites e blogs de aviação
  • Serviços
    • Contato Radar Publicidade
  • Memorabilia
  • Outros Hobbies
    • Simulação de Empresas Aéreas

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Skype


Website URL


MSN


Yahoo


Jabber


Location


Interests


Cidade/UF/País


Data de Nascimento

Found 1 result

  1. Publicado em 03/11/2017 por Valor Online Mônica Lamas: "A conectividade torna o projeto particularmente interessante" O aeroporto de Guarulhos vai inaugurar o seu primeiro terminal dedicado à aviação executiva, serviço "classe AAA" que hoje é feito de forma precária nas instalações do principal aeroporto do país. A concessionária GRU Airport fechou um acordo de cessão de área por 15 anos com uma joint venture formada pelas empresas CFLY Aviation e Jetex Flight Support, que ficará responsável por administrar o espaço. O negócio renderá à GRU Airport aproximadamente R$ 2 milhões ao ano. Com o serviço, o aeroporto incrementa as receitas não-tarifárias, segmento que responde por 50% dos R$ 2 bilhões do faturamento de Guarulhos. As empresas vão investir US$ 9 milhões na construção de um terminal exclusivo, reconstrução do heliporto e expansão do pátio. Os desembolsos serão feitos conforme gatilhos de demanda. Pelo cronograma, de hoje a três meses será construído um terminal temporário com estrutura em contêineres; a instalação definitiva deverá ficar pronta seis meses após as aprovações da autoridade aeroportuária. Também serão três meses para o heliporto ficar pronto. Enquanto o terminal não sai do papel, já funciona desde o fim de outubro a primeira fase do projeto, um espaço que a concessionária destinou para as aeronaves ficarem sem restrição de horas. O chamado "hangar a céu aberto" tem capacidade para oito aeronaves pernoitarem. Com o terminal dedicado, a oferta quase dobra. "Os grandes aeroportos do mundo estão segregando esse tipo de passageiro em terminais privativos de tal forma a não prejudicarem o movimento regular de passageiros no terminal principal", explica o presidente da CFLY Aviation, Francisco Lyra. Antes do "hangar a céu aberto", havia falta de espaço para aviação executiva em Guarulhos. As aeronaves dessa classe tinham restrição de tempo para ficar no pátio - duas horas no caso de voos domésticos e três no de internacionais. Por conta disso, a aeronave tinha de se deslocar para um outro aeroporto e depois voltar para buscar o passageiro. Isso acarretava uma série de custos associados para o cliente: gasto com combustível, pouso e decolagem em outro aeroporto, e o risco de "subir e descer" de novo. Sem uma estrutura dedicada, o passageiro de aviação executiva desce do avião, um ônibus o busca e ele vai para a fila de passageiros no Terminal 3. "É necessário garantir a continuidade da experiência para quem alugou um jato por US$ 80 mil. A falta de continuidade reduzia a atratividade do aeroporto", explica João Pita, da área de negócios aéreos da GRU Airport. "Havia uma proposta de valor se mantivéssemos essas aeronaves no pátio. Existe muita aviação executiva no Brasil e São Paulo é o carro-chefe do país, a origem do negócio foi essa", explica Mônica Lamas, diretora comercial da GRU Airport. A estimativa é atrair um público "super VIP" que hoje já voa por Guarulhos na primeira classe e na executiva em aviões de carreira e agregar uma demanda nova. "A conectividade torna esse projeto particularmente interessante. Guarulhos reúne o maior número de rotas origem-destino. Só Guarulhos tem voo direto para Ásia", exemplifica a executiva. http://www.gsnoticias.com.br/noticia-detalhe/economia-negocios-financas/investimento-us-9-milhoes-guarulhos-tera-terminal Matéria original (assinantes): http://www.valor.com.br/empresas/5180885/com-investimento-de-us-9-milhoes-guarulhos-tera-terminal-exclusivo-para-aviacao-executiva
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade