Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'VR'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Principal
    • Aviação Civil
    • Aviação Militar
    • Direto da Redação
  • Classificados Patrocinados
    • Hilton Miniaturas
    • Anuncie Aqui
  • Profissional
    • Tripulantes e Mercado de Trabalho
    • Técnica e Operações
  • Spotting & Outros Hobbies
    • Fotografia
    • Videos
    • Movimento de Aeronaves
    • Modelismo
    • Rádio Escuta/ACARS/Logs
    • Técnica e Equipamentos
  • Guia CR
    • Check-in (Flight Reports)
  • Memorabilia & Off Topic
    • Papo de Hangar
    • Imagens e Documentos
    • Recordar é Viver
    • Classificados
  • Central Ponte Aérea by Contato Radar
    • Central de Relacionamento do CR
  • Contato Radar nas Redes Sociais
    • Facebook
  • Links úteis
    • Sites e blogs de aviação
  • Serviços
    • Contato Radar Publicidade
  • Memorabilia
  • Outros Hobbies
    • Simulação de Empresas Aéreas

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Skype


Website URL


MSN


Yahoo


Jabber


Location


Interests


Cidade/UF/País


Data de Nascimento

Found 5 results

  1. 25/07/2019 A Cabo Verde Airlines confirmou nesta quinta-feira, dia 25 de julho, que vai iniciar um voo direto entre o Aeroporto da Ilha do Sal e a cidade brasileira de Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul, no sul do Brasil, a partir de 11 de dezembro deste ano. A notícia já tinha sido dada pela imprensa brasileira, que citava fontes da ANAC/Brasil aquando da apresentação do peido de licenciamento da nova rota (LINK notícia relacionada) Depois de Recife, Fortaleza e Salvador, cidades do Nordeste Brasileiro, a Cabo Verde Airlines aposta novamente no mercado brasileiro abrindo mais uma rota entre os dois países. A rota irá operar duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras entre o Sal e Porto Alegre e às quartas e sextas-feiras entre Porto Alegre e o Sal. A partida do avião do hub da Cabo Verde Airlines na ilha do Sal está programada para 21h50 e a chegada a Porto Alegre às 04h00 da manhã do dia seguinte, hora local em Porto Alegre. Todos os voos farão ligação com outros destinos europeus atualmente servidos por voos próprios da Cabo Verde Airlines, nomeadamente Lisboa, Paris, Milão e Roma. A empresa aérea refere em comunicado que “esta nova rota entre a ilha do Sal e o Estado do Rio Grande do Sul, procura reforçar a ligação entre Brasil e Cabo Verde, como parte da presença da companhia no mercado sul-americano e parte integrante da estratégia da empresa em fazer da Ilha do Sal o hub do Atlântico. https://newsavia.com/cabo-verde-airlines-confirma-nova-rota-entre-sal-e-porto-alegre/ Xiii, no inverno vai alternar ou vão ter que alterar o horário
  2. February 26, 2020 Icelandair and its group have plenty of problems at home, with the suspension of the 737 MAX programme it was banking on, a USD58 million loss in 2019 and violent Atlantic storms wreaking havoc with its schedules throughout the first two months of this year. Now it appears that the attempts of the Icelandair Group to replicate its northern hub network in the Cape Verde islands in the (southern) North Atlantic Ocean may be faltering. It was in Mar-2019 that Icelandair Group confirmed it had acquired a 51% stake in Cabo Verde Airlines (CVA), previously known as TACV, a process that had begun the year before. TACV has been existing between a rock and a hard place and those conditions have made it difficult to deliver a successful strategy. TACV had been required to provide services to match the needs of the country’s extensive diaspora, which is located mainly in Portugal and the northeast United States (but also in Italy, France and the Netherlands to a lesser degree) while it was hard to attract non-Cape Verdeans onto its services for inbound tourism purposes because of the strength of tour operators and charter carriers. While Cape Verde is well situated to service transatlantic connections (Europe – Latin America; Africa – the Americas) TACV was loathe to commit to unproven hub routes which might take an aircraft out of operation for a day at a time. The one clear exception to that was a route to Fortaleza in Northern Brazil, with which it persevered and which became a catalyst for other Brazilian city routes – Recife, Salvador and Porto Alegre. As its network shows, those Brazilian routes have become the mainstay of the CVA hub operations, with Lisbon – the old colonial power as it was in the case of Cape Verde – at the European end of them, supported by Paris CDG, Milan Malpensa and Rome Fiumicino. However, the three-times weekly Sal – Salvador route will be suspended, effective 01-Mar-2020, it was confirmed just last week. The west-east flows have never been developed to any significant degree. The long-standing diaspora base at Boston, which is connected to the slave trade, has now been joined by Washington DC. But in Africa, CVA is hampered by having only two routes, the least it has ever had, to Senegal (long-established) and the more recently Lagos. CHART – Cape Verde is advantageously placed at the crossroads of some key air traffic flows just like Iceland has gained with North Atlantic air traffic Source: CAPA – Centre for Aviation and OAG With such a paucity of direct flights between the US and Africa one might expect that market to be the most attractive one for CVA/Icelandair but of course Africa remains restricted by its inability to implement the two-decades-old Yamoussoukro Decision which was supposed to liberalise Africa’s skies. On top of all this, CVA operates from two main airports, the long-established one on the vacation island of Sal, which has a long runway and which acts as a hub for the islands, and the relatively new one at Praia, the capital, on Santiago Island. But the country’s main commercial city, Mindelo, is on another island again, San Vicente, while Boavista Island’s airport is pushing Sal to be the main vacation one. So CVA doesn’t really have a base as such and, moreover, many of the inter-island domestic routes are operated by Binter CV, a subsidiary of the Canary Islands’ operator Binter Canarias. It only requires a quick glance at Icelandair’s network to see how more advanced, purposeful and directional it is compared to CVA’s, despite Icelandair’s enforced cutbacks in 2019. And yet, CVA’s does offer more opportunities for development if the way can be found. But right now they can’t be found. Icelandair Group reports that CVA’s operating results for 4Q2019 were below expectations. CVA is seeking long term financing and Icelandair Group stated: “If long term financing will not be secured, it might negatively affect the operation of CVA”. Its Loftleiðir Icelandic business plans to lease four or five aircraft to CVA in 2020 and under its business plan, the airline is still expected to become profitable in 2021. Time will tell if that will be the case! https://blueswandaily.com/is-icelandairs-experiment-in-cape-verde-falling-flat/
  3. 15-Nov-2019 1:01 AM https://centreforaviation.com/news/cape-verde-government-to-complete-sale-of-cabo-verde-airlines-by-end-of-2019-955114 Cape Verde's Government, via its official Facebook account, confirmed (11-Nov-2019) it will complete the sale of the government's 49% state in Cabo Verde Airlines by 31-Dec-2019. The other 51% was sold to strategic partner Loftleidir Cabo Verde in Mar-2019.
  4. Por Lisia Minelli em 01/07/2019 A partir desta segunda-feira, dia 1° de julho, a Cabo Verde Airlines passa a operar sua terceira rota de Fortaleza para Ilha do Sal. A novidade é a conexão direta para Milão, na Itália. Os novos voos são operados por aeronaves Boeing 757-200s com capacidade de 186 passageiros, sendo 22 no assento conforto. Com bons resultados, a companhia já pensa em ampliar a presença no Brasil, agora com voos partindo de outras cidades. Segundo Mario Chaves, CEO Interino, em entrevista ao M&E, a Cabo Verde adicionará sua quarta rota em Fortaleza e Recife até dezembro. “Outra novidade será o anúncio em breve de uma nova rota no Sul do País, que deve iniciar operação no final deste ano. Destinos como São Paulo e cidades fora dos principais eixos também estão nos planos da companhia”, disse. A Cabo Verde ainda opera no Brasil três voos que partem de Recife e Salvador. Sua parceira é a Gol, que conecta os destinos brasileiros aos voos da Cabo Verde no Nordeste. Em breve os voos passarão a compartilhar seus códigos. Negociações também estão sendo feitas com a Latam. Outro ponto é que todos os voos que partem do Brasil com destino a Ilha do Sal conectam com Lisboa. Outras conexões semanais são Paris e Milão e, a partir desta terça-feira (2), também Roma. Além disso, a companhia terá novos voos para Lagos, Luanda e Washington ainda em 2019. “O voo para Boston deve sair da Praia e ir para Sal até o final do ano. A ideia é transformar a Ilha do Sal no principal hub de distribuição para os brasileiros”, comentou. FROTAA Cabo Verde tem hoje três aeronaves e duas outras chegam nos meses de novembro e dezembro deste ano. Para 2020 mais uma deve ser incluída na frota, que é toda composta por B757-200s. SERVIÇOSA companhia está investindo no entretenimento a bordo via aplicativo, e reformulando sua categoria Confort para Business, além de estár desenvolvendo um meio de fidelizar seus clientes por meio de um programa. Além disso, em breve, no site, que já está em português, será possível realizar parcelamento. PROMOÇÃOA Cabo Verde Airlines trabalha junto ao governo para a ampliar a promoção do destino no Brasil. A ideia é aumentar o fluxo de passageiros para a companhia e de turistas para a ilha. O lançamento de uma campanha já está sendo pensado. Em setembro a companhia fará um roadshow pelo Brasil para apresentar seus produtos e serviços ao trade. O evento deve passar pelo Nordeste e Sul, mas também em cidades com potencial de emissão, como São Paulo. https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/cabo-verde-inaugura-rota-fortaleza-ilha-do-sal-milao-e-projeta-expansao-no-brasil/ GRU-SID aí sim.
  5. 09/04/2019 A Cabo Verde Airlines, que antes voava com a designação TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde, vai retomar as operações para Itália neste verão. As partidas e chegadas serão no hub da ilha do Sal, com conexões para toda a rede da companhia, nomeadamente para o Nordeste Brasileiro. Os voos à partida do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal, ligarão Cabo Verde sete vezes por semana às cidades de Milão e Roma, entre os dias 24 de junho a 26 de outubro. No conjunto dos dois destinos a companhia terá, neste Verão, voos diários para aeroportos italianos. A rota Sal-Milão/Malpensa terá voos às segundas, quintas, sextas e domingos, com partidas às 08h00 e chegadas à cidade do norte de Itália pelas 16h55 locais. No regresso o avião parte de Malpensa às 17h55 e tem chegada prevista na ilha do Sal pelas 21h00 locais. A rota Sal-Roma/Fiumicino será voada três vezes por semana, às terças, quartas e sábados, com partida do Sal pelas 08h15 e chegada à capital italiana pelas 17h00 locais. O regresso a Cabo Verde está programado para as 18h00 com aterragem no Aeroporto do Sal pelas 21h00 locais. Um comunicado distribuído nesta terça-feira, dia 9 de abril, pela companhia aérea cabo-verdiana, indica que os voos já estão autorizados pela entidade nacional de aviação civil (ENAC) e assegura que “a companhia operará de acordo com as licenças técnicas emitidas pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação e as limitações relacionadas, quando aplicável”. https://newsavia.com/cabo-verde-airlines-tera-voos-diarios-para-italia-a-partir-de-junho/
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade