Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'max'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Principal
    • Aviação Civil
    • Aviação Militar
    • Direto da Redação
  • Classificados Patrocinados
    • Hilton Miniaturas
    • Anuncie Aqui
  • Profissional
    • Tripulantes e Mercado de Trabalho
    • Técnica e Operações
  • Spotting & Outros Hobbies
    • Fotografia
    • Videos
    • Movimento de Aeronaves
    • Modelismo
    • Rádio Escuta/ACARS/Logs
    • Técnica e Equipamentos
  • Guia CR
    • Check-in (Flight Reports)
  • Memorabilia & Off Topic
    • Papo de Hangar
    • Imagens e Documentos
    • Recordar é Viver
    • Classificados
  • Central Ponte Aérea by Contato Radar
    • Central de Relacionamento do CR
  • Contato Radar nas Redes Sociais
    • Facebook
  • Links úteis
    • Sites e blogs de aviação
  • Serviços
    • Contato Radar Publicidade
  • Memorabilia
  • Outros Hobbies
    • Simulação de Empresas Aéreas

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Skype


Website URL


MSN


Yahoo


Jabber


Location


Interests


Cidade/UF/País


Data de Nascimento

Found 4 results

  1. Tópico destinado as discussões sobre o grounding dos Boeing 737 MAX e seus desdobramentos. O antigo tópico encontra-se no link abaixo.
  2. Siddharth Vikram Philip 20/01/2020 13h01 A Boeing deveria renomear o 737 Max para ajudar a diminuir as preocupações sobre segurança dos passageiros quando os voos com o jato forem retomados, de acordo com Steven Udvar-Hazy, um veterano da indústria de leasing de aviões. A marca Max está com a reputação manchada após os dois acidentes fatais no ano passado, e não há motivo para a Boeing mantê-la, disse Udvar-Hazy, fundador e presidente do conselho da Air Lease Corp., durante conferência hoje em Dublin. "Pedimos à Boeing para se livrar da palavra Max", disse Udvar-Hazy. "Acho que a palavra Max deve constar nos livros de história como um nome ruim para uma aeronave". Como não há referência à marca Max como tal na documentação da Boeing enviada aos reguladores, a empresa pode simplesmente comercializar o modelo de acordo com a variante numérica, como o 737-8 ou o 737-10, disse. A Air Lease é um dos maiores clientes do Max, com cerca de 200 pedidos. Renomear o Max ajudará a enfrentar a relutância do público em voar no avião, especialmente em mercados mais supersticiosos, de acordo com Udvar-Hazy. Ele disse que companhias aéreas estudam que tipo de relutância ou preferência dos clientes por outros modelos e operadoras poderiam ser enfrentados e por quanto tempo. "Serão dois meses, seis meses, será diferente em diferentes partes do mundo?", questionou. "As pessoas nos EUA, depois de alguns meses, esquecerão os acidentes e perguntarão: 'Ah, é apenas outro 737?' Haverá partes do mundo em que as pessoas talvez sejam mais supersticiosas e levarão mais tempo para apagar esse estigma?" A Boeing trabalha com a Administração Federal de Aviação dos EUA e reguladores de companhias aéreas em todo o mundo para certificar novamente o avião. Em geral, as companhias aéreas esperam que os voos comerciais sejam retomados em meados do ano. Um porta-voz da Boeing não respondeu imediatamente a um pedido de comentário hoje, feriado nos EUA. Dennis Muilenburg, Ex-CEO da Boeing, disse em junho que não via necessidade de abandonar a marca Max. O comentário foi feito depois de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter dito no Twitter em abril que, no lugar da Boeing, renomearia o avião. Muilenburg foi substituído por David Calhoun, um veterano da General Electric, em 13 de janeiro. https://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2020/01/20/boeing-recebe-duro-recado-de-grande-cliente-tire-o-nome-max.htm
  3. vai rolar um 'rebrand'... Boeing 737 Max ordered by Ryanair undergoes name change Decision fuels speculation that troubled plane will be rebranded once it is given all clear to fly A Boeing 737 Max due to be delivered to Ryanair has had the name Max dropped from the livery, further fuelling speculation that the manufacturer and airlines will seek to rebrand the troubled plane once it is given the all clear to fly again. Photos have emerged of a 737 Max in Ryanair colours outside Boeing’s manufacturing hub, with the designation 737-8200 – instead of 737 Max – on the nose. The 737-8200 is a type name for the aircraft that is used by aviation agencies. The Max aircraft remains grounded worldwide after two crashes in Indonesiaand Ethiopia killed a total of 346 people. Boeing has yet to convince regulators that software modifications are sufficient to ensure the plane’s safety. Ryanair has 135 of the 737 Max models on order, the first five of which are due for delivery in the autumn, once regulators have declared the plane safe. The airline’s fleet order is comprised entirely of a larger version of the Max 8, with 197 seats, which it has until now referred to in official Ryanair announcements as the 737 Max 200. Neither Ryanair nor Boeing has commented on nor confirmed the substitution of the 737-8200 for the better known Max, as seen on the photographs taken at Renton in Washington, US, and posted on social media by Woodys Aeroimages. In previous photos from the same source, new Ryanair 737 Max 200 planes from Boeing are shown with 737 Max on their noses. It is understood that what is painted on the plane is a matter for the airline rather than the manufacturer. According to sources reported in the Wall Street Journal, the Max plane is unlikely to return to the skies before 2020. Ryanair would not be the first airline to use a different formulation in referring to the plane. International Airlines Group, which owns carriers including British Airways and Aer Lingus, was equally coy when purchasing discounted Max planes from Boeing last month. Announcing the letter of intent signed at the Paris airshow, IAG referred to “200 B737 aircraft” that would join its fleet from 2023, which it described as “a mix of 737-8 and 737-10 aircraft”. https://www.theguardian.com/business/2019/jul/15/boeing-737-max-ordered-by-ryanair-undergoes-name-change
  4. Do NY Times de hoje, parte da materia sobre os prejuizos da Boeing com o MAX "Already, the tally is substantial. Boeing will take a pretax charge of $5.6 billion in the second quarter, its current estimate of what it will take to compensate its Max-flying customers" Se são 371 aeronaves paradas e outras não entregues, a conta bate provavelmente em mais de US$ 10 mm por unidade. Agora resta saber como a Boeing está comunicando isso a cada cia aérea. Teremos boas novidades no balanço da GOL em breve por exemplo.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade