Jump to content

Terminais do novo aeroporto serão concluídos até dezembro, garante Inframérica


Saulo Ubarana

Recommended Posts

O consórcio Inframérica, que conquistou em leilão o direito de construir e administrar o Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, anunciou hoje (23) que pretende concluir os terminais de passageiros e cargas até dezembro deste ano. O objetivo é que o aeroporto esteja comece o funcionamento até abril de 2014, ficando pronto a tempo da Copa do Mundo.

 

Inicialmente, o Inframérica tinha maio de 2014 como previsão para o início das operações nos terminais. Porém, o superintendente do aeroporto, Ibernon Martins Gomes, disse que houve a antecipação no prazo com vistas à Copa do Mundo e, com isso, as operações deverão começar entre março e abril. Aproximadamente dois mil homens trabalham nas obras do aeroporto para garantir que os trabalhos estejam concluídos antes da Copa do Mundo de 2014, que ocorre entre junho e julho do ano que vem. Ao todo, os novos terminais estão orçados em R$ 450 milhões. Até o momento, já foram investidos R$ 71 milhões

http://tribunadonorte.com.br/noticia/terminais-do-novo-aeroporto-serao-concluidos-ate-dezembro/248431

Link to comment
Share on other sites

Aeroporto de São Gonçalo inicia em abril de 2014

Data: 23 abril 2013 - Hora: 18:13 - Por: Marcelo Hollanda

Aeroporto-de-Sao-Goncalo-do-Amarante-JA-8-300x145.jpg

Mesmo sem as vias de acesso construídas, novo aeroporto do RN já tem data definida para entrar em funcionamento. Foto: José Aldenir

Com as vias de acesso construídas ou não, o novo aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante começará a funcionar comercialmente seus terminais de passageiros e cargas nos primeiros dias de abril de 2014. Nesta terça-feira, o superintendente do complexo administrado pelo Consórcio Inframérica, Ibernon Gomes, reuniu a imprensa para mostrar o andamento das obras civis dos terminais iniciadas em agosto do ano passado, depois de seis meses de procedimentos burocráticos que marcaram a conclusão das licenças ambientais.

Hoje, com R$ 71 milhões já investidos de um total de R$ 450 milhões, 1180 operários vinculados a várias empresas contratadas pelo consórcio trabalham na construção do aeroporto, podendo chegar a 1.200 pessoas no decorrer das obras. Segundo Ibernon Gomes, 20% dos equipamentos pesados estão na obra, que concluiu esta semana quase 79% da terraplanagem da área a ser construída e já abriga 100% das fundações profundas.

Quando estiver concluída, só a área de carga com 40 mil m² terá capacidade para movimentar o equivalente a quatro vezes a quantidade operada no aeroporto Augusto Severo. O terminal de passageiros do novo aeroporto receberá o triplo de passageiros que atualmente circulam em Parnamirm com uma previsão de 6,12 milhões/ano.

A fase mais delicada da obra, que exigirá o maior esforço de coordenação do consórcio, será no segundo semestre, quando inicia a instalação dos 22 elevadores, esteiras, sistema de ar condicionado e de prevenção cotra incêndio, entre outros detalhes. Cada tarefa tem uma empresa contratada com a missão de cumprir os prazos da cronograma. “Semanalmente nos reunimos com cada uma das empresas para monitorar o andamento”, afirma Ibernon Gomes.

Ele explicou que a expectativa é que o novo aeroporto comece a operar no primeiro ano com perto de 4 milhões de passageiros, pois nos últimos 10 anos a movimentação do aeroporto Augusto Severo, que deixará de receber voos após a abertura do equipamento em São Gonçalo, registrou um crescimento médio de 10% ao ano. “Como no ano passado, o movimento lá foi de 2,6 milhões de passageiros, esperamos receber em 2014 entre 3 a 4 milhões”, afirmou.

Sobre a operação de cargas, Ibernon Gomes disse que a expectativa do Consórcio Inframérica, que ganhou o direito de construir e operar o terminal pelos próximos 28 anos é de atrair cargas perdidas ao longo dos últimos anos para outros estados.

“Em 2006, por exemplo, o aeroporto Augusto Severo despachava 90 toneladas de pescado por fim de semana e 30 vôos fretados por semana. Isso não existe mais. O que queremos é mostrar que o estado voltou a contar com uma ferramenta de negócios capaz de atrair interessados pelo mundo”, afirmou. “E isso, é claro, também vale para o turismo e outros segmentos da economia”, acrescentou.

Ainda segundo Ibernon Gomes, a Cosern vai implantar uma rede de 69 KV de energia elétrica para o aeroporto, que contará no fornecimento de água com o reforço substancial de um ramal da adutora de Maxaranguape, além de três poços artesianos, dos quais dois já foram cavados. “O sistema de esgoto na fase terciária também será entregue no pacote das obras e já se pensa no futuro em realizar o reuso de águas de parte do sistema”, explicou.

O prazo de abril de 2014 para começar a operar, de acordo com Ibernon Gomes, significa oito meses de antecedência no cronograma de obras, que tinha o prazo de 36 meses na origem, o que permitia a conclusão só em dezembro de 2014. “A questão da Copa do Mundo foi vital para apressarmos o passo”, lembrou.

Sobre a recente paralisação de cinco dias nas obras motivada por uma greve por atraso de pagamento, Ibernon Gomes disse que o problema já foi resolvido. “Uma obra tão grande e complexa, onde muitas empresas contratadas estão envolvidas, está sujeita a problemas que com comunicação e bom senso são resolvidos”, explicou. “O importante é que a obra está em pleno vapor”, emendou.

Uma área que não está sob o controle de Ibernon Gomes, mas que ele pôde antecipar foi o início formal da abertura dos espaços para a comercialização do mix comercial do novo aeroporto, que terá início já entre junho e julho.

http://jornaldehoje.com.br/aeroporto-de-sao-goncalo-inicia-em-abril-de-2014/

Link to comment
Share on other sites

Andrielle Mendes - repórter

 

*COLABOROU RENATA MOURA

 

O consórcio Inframérica, responsável pela construção e administração do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, vai antecipar em dois meses a conclusão da obra. A expectativa é concluir as instalações físicas dos terminais de passageiros e de carga em dezembro deste ano e iniciar a operação comercial em 1º de abril de 2014. A data foi definida em reunião realizada pelo consórcio no dia 11. Antes, a previsão era que a operação começasse em junho de 2014, mês de início da Copa do Mundo no Brasil.

Magnus Nascimento

118152.jpgObra do terminal de passageiros do Aeroporto de São Gonçalo: mais de mil homens trabalham na construção. O terminal de cargas ficará pronto simultaneamente

 

 

Com a antecipação, o consórcio quer ganhar tempo para realizar possíveis ajustes e evitar problemas de operação durante o Mundial de Futebol.

 

O superintendente do aeroporto, Ibernon Martins, recebeu a imprensa ontem no canteiro de obras e explicou que a construção segue dentro do ritmo. Ele descartou a possibilidade de outros terminais no RN, como o Augusto Severo, operarem voos comerciais durante a Copa. “A porta de entrada para os turistas será o aeroporto de São Gonçalo do Amarante. Se soubéssemos que o Augusto Severo também operaria voos comerciais, durante o Mundial, não estaríamos nesse desespero (para dar velocidade à construção) “, disse.

 

A possibilidade dos voos serem captados por mais de um terminal foi levantada pela Secretaria de Aviação Civil meses atrás. Procurada pela reportagem, a Infraero voltou a afirmar que o Augusto Severo deixará de operar voos comerciais tão logo o aeroporto de São Gonçalo seja concluído. “É isso o que diz nosso contrato”, ressaltou Ibernon.

 

Para garantir a conclusão dentro do novo prazo, o consórcio reforçou a equipe. O número de trabalhadores, que atuam em fases diferentes da construção, aumentou em 57,1% com relação ao registrado em fevereiro deste ano. Hoje, são 1,1 mil - número que pode chegar a 1,2 mil ainda este ano. A fundação dos terminais, central de utilidades e torre de controle, já foram concluídas. As instalações elétrica, hidráulica e mecânica têm início previsto para o início de 2014. Os trabalhos chegaram a ser interrompidos por cinco dias, na semana passada, devido a uma greve dos funcionários. Mas o atraso, segundo Ibernon, já foi compensado.

 

Os acessos ao aeroporto - de responsabilidade do governo do estado - serão concluídos até maio - um mês depois da inauguração do aeroporto, segundo o secretário para Assuntos Relativos à Copa do Mundo 2014, Demétrio Torres. A obra já foi iniciada, segundo o secretário. O descompasso entre o ritmo de construção dos terminais e dos acessos parece não preocupar Ibernon. Os turistas, segundo ele, podem entrar e sair do aeroporto mesmo sem os acessos concluídos até lá. Procurada ontem, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) não confirmou até o fechamento da edição as datas de encerramento das operações do Augusto Severo e de início do funcionamento em São Gonçalo.

 

Desapropriações não preocupam

 

Para o Inframérica, uma pendência envolvendo o pagamento de indenizações pela desapropriação da área onde o aeroporto está sendo erguido não é empecilho às obras. “A indenização está nas mãos do governo do estado”, justificou Ibernon Martins.

 

Segundo o procurador-geral do Estado, Miguel Josino, o governo pretende pagar aos ex-proprietários da área o valor determinado pela Justiça. O pagamento foi recomendando pela Procuradoria ainda em 2011, mas o governo não teria repassado o valor por enfrentar dificuldades financeiras.

 

Pagamento

 

“O processo (que envolve as desapropriações e tramitava no Tribunal de Justiça do RN) já acabou. Já foi até o Supremo Tribunal de Justiça (STJ). Está encerrado. O que falta é pagar. O governo tem que pagar e vai pagar”, garantiu Josino, sem fixar data para o pagamento.

 

Os ex-proprietários de 50% da área, clientes do escritório de advocacia Diógenes da Cunha Lima, alegam que o governo não tem interesse em cumprir a determinação e ameaçam procurar a Justiça novamente.

 

O escritório, afirma Igor Steinbach, advogado de alguns dos ex-proprietários, pretende ingressar também com uma ‘ação popular’ esta semana junto a Justiça Federal do Rio Grande do Norte contra o consórcio, a Anac e o governo federal para tentar suspender as obras. Para Miguel Josino, procurador geral do Estado, não há riscos das obras serem suspensas.

 

118153.jpg

http://tribunadonorte.com.br/noticia/aeroporto-tera-voos-em-abril-de-2014/248474

Link to comment
Share on other sites

  • 7 months later...

Excelente! Embarque e desembarque em níveis separados, lembrando muito o sistema de Carrasco em Montevidéu.

 

Enquanto os "arquiburros" de outros terminais...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade