Jump to content

Congonhas tem vôos atrasados de até quatro horas


Tabbex

Recommended Posts

Congonhas tem vôos atrasados de até quatro horas

 

 

Cerca de 45 vôos estão atrasados no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Na manhã de hoje (22/01), a chuva provocou o fechamento da pista principal do aeroporto por cerca de 30 minutos. O atrasos chegam a até quatro horas.

 

fonte: Mercado e Eventos

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

22/01/2007 - 08h17

 

Chuva volta a fechar pista do aeroporto de Congonhas

 

da Folha Online

 

A chuva que atinge a cidade de São Paulo nesta segunda-feira voltou a fechar a pista principal do aeroporto de Congonhas (zona sul). De acordo com a Infraero, as operações na pista principal ficaram suspensas das 6h17 às 6h45.

 

Durante o período, também de acordo com a estatal, foi avaliado o acúmulo de água na pista. No início do mês, a Infraero anunciou que a pista principal do aeroporto poderá ser fechada, por medida preventiva, quando a lâmina de água acumulada na pista ultrapassar três milímetros (1 mm equivale a 1 litro de água por 1 m¦).

 

É o quarto dia consecutivo que pousos e decolagens são suspensas devido à chuva. Na manhã desta segunda, o fechamento não causou atrasos atrasos superiores a uma hora, de acordo com a Infraero. No aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos (região metropolitana), não há registro de problemas.

 

No domingo, a pista auxiliar de Congonhas, apesar de manter as operações, não absorveu a demanda total do aeroporto. A espera chegou a três horas.

 

Obras

 

As pistas devem passar por uma reforma a partir do dia 27 de fevereiro. Cerca de 40% dos vôos diários de Congonhas devem ser transferidos para o aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo).

 

O trabalho de reforma e ampliação da pista auxiliar e das pistas de rolamento vai durar 115 dias, com fim previsto para o dia 22 de junho. Dias depois, será a vez da pista principal. Antes do fim desta segunda obra, a Infraero começa obras no aeroporto de Guarulhos.

 

Na quarta-feira, um Boeing da Varig que operava na ponte aérea Rio-São Paulo derrapou ao pousar na pista principal de Congonhas. Segundo a Anac, foi a terceira vez em menos de um mês que o mesmo avião apresentou defeitos --não chovia na hora do acidente, segundo a agência.

Link to comment
Share on other sites

ESTADO

 

O ESTADO DE S.PAULO

Vôos atrasam e Congonhas funciona até 2h

Passageiros tiveram de esperar mais de cinco horas; chuva causa interdição da pista principal

ADRIANA CARRANCA

 

A pista principal do Aeroporto de Congonhas foi interditada entre 12h19 e 15h54 por causa da chuva que atingiu São Paulo ontem. As quase quatro horas de interdição provocaram mais um dia de crise. Os atrasos chegaram a mais de cinco horas, o que levou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a prorrogar em três horas o horário de funcionamento do aeroporto - normalmente Congonhas fecha às 23 horas.

 

Os aviões da TAM eram os mais atrasados porque os Airbus 320 da companhia eram grandes demais para serem remanejados para a pista auxiliar. Mesmos os vôos da Gol e da Varig - que utilizam aeronaves menores da Boeing - sofreram atrasos, pois a pista auxiliar ficou sobrecarregada.

 

Após a liberação, os atrasos continuaram. Às 21h30, a TAM tinha 18 vôos sem previsão de saída, a Gol, 8 e a Varig, 8. Mas, às 19h30, eram 27 vôos da TAM, 12 da Gol e10 da Varig sem horário de decolagem.

 

Revoltados com a falta de informação após cinco horas de espera, os 163 passageiros do vôo 9716 da TAM, que deveria ter decolado as 14h30 para Porto Alegre, protestavam no balcão. “Chega de palhaçada, a TAM é uma furada”, gritavam em coro. O funcionário que estava no local disse que a companhia não sabia ainda em que avião os passageiros embarcariam.

 

Na sala da Anac, a TAM foi a campeã de reclamações. Em uma hora, pelo menos 15 grupos de passageiros registraram queixa contra a empresa por cancelamento de vôos, desvio de aviões para outras rotas, falta de informação e overbooking. Revoltada, uma passageira quebrou os óculos de uma funcionária da Anac, que não permitia o registro de queixa por atraso, alegando que se tratava de causa meteorológica.

 

Os funcionários da TAM informaram que o problema era a chuva. “Devido a interdição, muitos aviões não puderam pousar, o que acarretou remanejamento de passageiros para outras aeronaves”, disse um funcionário. Algumas saídas foram remanejadas para Guarulhos. Os passageiros eram transferidos de ônibus.

 

Rafael Martinati, de 30 anos, e Felipe Moz, de 20, deveriam ter embarcado no vôo 3645 direto de Campinas para Porto Alegre às 15h45. Mas aceitaram R$ 300,00 da TAM e foram remanejados para Congonhas, onde não puderam embarcar por causa do atraso nos vôos.

 

Desde da ocorrência de derrapagens na pista principal de Congonhas em 2006, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos determinou que a pista seja fechada imediatamente em caso de chuva forte ou moderada. A ordem vale desde 29 de dezembro.

 

A Anac só autorizou reparos na pista auxiliar, onde são feitos 30% dos 620 pousos e decolagens diários. As obras devem ter início depois do Carnaval, graças à pressão do Sindicato Nacionais das Empresas Aeroviárias que teme ter o movimento da alta temporada prejudicado.

 

O dia também foi tumultuado no Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba. Às 23h45, dez vôos estavam atrasados.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade