Jump to content

SAC divulga pesquisa sobre qualidade dos serviços nos aeroportos brasileiros


teiacontabil

Recommended Posts

SAC divulga pesquisa sobre qualidade dos serviços nos aeroportos brasileiros

Data: 18/05/2013

 

Brasília, 18 de maio de 2013 – A cordialidade e a eficiência dos funcionários aeroportuários foram os itens mais bem avaliados pelos passageiros que passam pelos aeroportos brasileiros. Uma pesquisa de opinião realizada pela primeira vez pelo governo brasileiro revelou também que os preços cobrados pelos estacionamentos e estabelecimentos de alimentação e de comércio são as principais reclamações dos passageiros. “Essa pesquisa é uma ferramenta importante porque que vai servir para a construção de soluções que aprimorem a gestão dos aeroportos no país”, explicou o ministro da Aviação Civil, Wellington Moreira Franco. O mapeamento dos indicadores de desempenho aeroportuário brasileiro ajudará a SAC a aperfeiçoar a governança do setor. A ideia é que a Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero) analise os resultados da pesquisa e estipule metas para que os aeroportos se tornem mais eficientes na percepção do passageiro.

 

A partir do mapeamento, os aeroportos deverão desenvolver um plano de gestão para manter as avaliações positivas e melhorar os indicadores das áreas que com baixa avaliação do passageiro. Os dados divulgados são referentes ao primeiro trimestre de 2013, quando foram feitas 21.216 entrevistas, sendo 16.061 nas salas de embarque doméstico e 5.155 nas salas de embarque internacionais, em 15 aeroportos. A pesquisa foi realizada pela empresa de consultoria Praxian, contratada por meio de licitação pública, pela Secretaria de Aviação Civil (SAC), no âmbito da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), e avaliou diversos indicadores: acesso ao aeroporto; check-in; emigração; inspeção de segurança; imigração; aduana, instalação aeroportuária; e ambiente do aeroporto.

 

Adicionalmente, foram coletados dados gerais do perfil do passageiro, tais como: tipo de voo; tipo de transporte utilizado até o aeroporto; motivo de viagem; forma de realização do check-in; freqüência da viagem e tempo de antecedência para o voo. Em um primeiro momento, a pesquisa foi feita nos 15 aeroportos relacionados aos eventos da Copa das Confederações e Copa do Mundo.

 

As informações foram coletadas nos seguintes terminais: Aeroporto Internacional Eduardo Gomes (Manaus/AM), Aeroporto Internacional Pinto Martins (Fortaleza/CE), Aeroporto Internacional Augusto Severo (Natal/RN), Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães (Salvador/BA), Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek (Brasília/DF), Aeroporto Internacional Gilberto Freire (Recife/PE), Aeroporto Internacional Marechal Rondon (Cuiabá/MT), Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins/MG), Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro (Guarulhos/SP), Aeroporto de Congonhas (SP), Aeroporto Internacional de Viracopos (Campinas/SP), Aeroporto Internacional Tom Jobim - Galeão (RJ), Aeroporto Santos Dumont (RJ), Aeroporto Internacional Salgado Filho (Porto Alegre/RS) e Aeroporto Internacional Afonso Pena (Curitiba/PR).

 

Os resultados que estão sendo apresentados hoje se referem ao primeiro trimestre deste ano, mas os dados continuarão a ser apurados durante todo o ano de 2013. As pesquisas estão sendo feitas de forma presencial, nos horários de maior fluxo de passageiros, seguindo um questionário padronizado, com atribuição de notas que variam em uma escala de um a cinco, sendo a nota cinco a maior avaliação possível.

 

Sobre os passageiros

A pesquisa revelou que 60% dos passageiros entrevistados neste período viajavam a lazer, um reflexo de a coleta de dados ter se concentrado nos meses de janeiro e fevereiro, período de forte movimento de férias da população e de turismo no Brasil. Sobre a freqüência média do uso de avião como meio de meio de transporte, 36% são passageiros não frequentes, ou seja, realizaram até duas viagens de avião, considerando-se ida e volta, nos últimos doze meses. A maior parte dos viajantes (52%) utilizou transporte privado para a locomoção até o aeroporto, dentre os que utilizaram transporte público, a maioria (68,83%) se deslocou por meio de táxis. Em relação à forma de check in utilizada, 43% dos passageiros entrevistados realizou o procedimento no balcão da companhia aérea, 18% fizeram o check in pela internet e 19% pelo autoatendimento eletrônico. A maioria dos passageiros entrevistados (33%) chega ao aeroporto entre 1h e 1h e 30min prévio ao horário de saída do vôo. Já para o caso de vôos internacionais, a maioria dos passageiros entrevistados (32%) chega ao aeroporto com mais de 3h antes do horário de saída do vôo.

 

 

Indicadores de Desempenho Operacional em Aeroportos

 

 

Fonte: http://www.aviacaocivil.gov.br/noticias/2013/05/sac-divulga-pesquisa-sobre-qualidade-dos-servicos-nos-aeroportos-brasileiros-1

Link to comment
Share on other sites

Meus prezados:

Cuiabá, Rio, Manaus e Brasília têm piores aeroportos, diz pesquisa

 

Levantamento do governo avaliou 15 aeroportos que atendem sedes da Copa. Segundo ministro, objetivo é melhorar atendimento em todo o país.

 

Uma pesquisa realizada pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República e obtida com exclusividade pelo Jornal Nacional aponta os aeroportos de Brasília, de Manaus, do Galeão (Rio de Janeiro) e de Cuiabá com as piores avaliações entre os que atendem às 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

 

O levantamento foi realizado em 15 aeroportos, sendo 14 nas 12 sedes mais o de Campinas, que também atende à cidade de São Paulo. Juntos, os 15 aeroportos representam 81% da movimentação de passageiros no país.

 

Foram ouvidos 21 mil passageiros no primeiro trimestre deste ano que opinaram sobre 41 itens, como limpeza de banheiros, tempo de espera em filas, segurança, qualidade das informações repassadas, cortesia dos funcionários, valor de produtos de alimentação, custo de estacionamento e acesso à internet.

 

Os passageiros puderam dar nota entre 0 e 5 para cada item. Confira ao lado a média de cada aeroporto.

 

O aeroporto de Cuiabá ficou com as piores notas em disponibilidade do meio-fio (local de embarque e desembarque), conforto térmico, tempo de atendimento do check in, cortesia dos funcionários de segurança e dos funcionários do aeroporto.

 

Já o segundo pior avaliado, Galeão, teve notas mais baixas em limpeza de banheiro, distância de caminhada no terminal e facilidade em conexões.

 

A Infraero, que administra os aeroportos de Cuiabá, de Curitiba e do Galeão, no Rio, considerou a pesquisa importante para melhoria do atendimento. A Inframérica, responsável pelo Aeroporto de Brasília, disse que obras atualmente em andamento levarão a mudanças.

 

Os melhores avaliações foram dadas para os aeroportos de Curitiba, que fica na cidade de São José dos Pinhais, Recife, Fortaleza e Natal.

 

Itens como valor da alimentação e custo do estacionamento tiveram notas baixas mesmo nos melhores aeroportos. Por outro lado, o item cortesia dos funcionários teve nota elevada na maioria dos aeroportos.

 

A pesquisa revelou ainda o perfil dos passageiros desses 15 aeroportos: 76% embarcaram em voos para destinos dentro do próprio país, 60% viajavam a lazer e 52% utilizaram transporte privado para chegar ao aeroporto.

 

O objetivo do governo é monitorar os indicadores a cada trimestre, com o objetivo de melhorar os serviços prestados de olho na Copa do Mundo do ano que vem.

 

"O passageiro brasileiro nao é tratado ainda como cliente e ele precisa ser tratado como cliente", destacou o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco.

 

 

 

Aeroporto.......................Nota

 

Curitiba (PR).....................4,21

 

Recife (PE).......................4,14

 

Fortaleza (CE)...................4,14

 

Natal (RN).........................4,12.

 

Porto Alegre (RS)...............3,98

 

Salvador (BA......................3,89

 

Congonhas (SP).................3,86

 

Santos Dumont (RJ)............3,85

 

Guarulhos (SP)...................3,67

 

Campinas (SP)...................3,65

 

Confins (MG)......................3,61

 

Brasília (DF).......................3,58

 

Manaus (AM)......................3,51

 

Galeão (RJ)........................3,51.

 

Cuiabá (MT)........................3,46

fonte: G1 via CECOMSAER 19 maio 2013

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade