Jump to content

Cubana loca aeronaves da Air Tahiti Nui


tm6631

Recommended Posts

A340 de Air Tahiti Nui alquilado a Cubana

TUESDAY, 03 SEPTEMBER 2013 10:26
emailButton.pngprintButton.pngpdf_button.png

Air Tahiti Nui, basada en Papeete, ha alquilado con tripulaciones mantenimiento y seguro (wet lease) uno de sus 5 A340-300, el matriculado F-OLOV (número de serie 668), a Cubana, para suplementar temporalmente a sus 3 Ilyushin Il-96 en Los vuelos entre La Habana y Buenos Aires/Ezeiza, São Paulo/Guarulhos y Madrid/Barajas.

 

http://www.airline92.com/index.php?option=com_content&view=article&id=3250:a340-de-air-tahiti-nui-alquilado-a-cubana&catid=1:noticias&Itemid=55

 

2316797.jpg

Link to comment
Share on other sites

Meu Deus até Cuba tem quadrimotor e o Brasil .... :rage: :rage: :rage: :rage:

Tinha os A340-500 que só deram preju ... Os 747-400s da Varig que mesmos lotados davam preju , os dinossauros dos 707s da FAB que .... imaginem ... davam preju.

Link to comment
Share on other sites

Tinha os A340-500 que só deram preju ... Os 747-400s da Varig que mesmos lotados davam preju , os dinossauros dos 707s da FAB que .... imaginem ... davam preju.

 

os 747-400 da Varig davam preju mas era ooooutra história

Link to comment
Share on other sites

De dar preju todos os quadrimotores dão, por consumirem mais, creio q seja o maior problema deles por aqui. Pq se dessem tanto preju assim tb mundo a fora tantas empresas não os usavam

Link to comment
Share on other sites

Meu Deus até Cuba tem quadrimotor e o Brasil .... :rage: :rage: :rage: :rage:

É preferível ter uma frota de Caravan lucrativa do que uma de quadrimotores que de preju.

 

O que vale é dinheiro em caixa não rasgar dinheiro.

Link to comment
Share on other sites

Lembro dos 747-200 da VARIG que eram "Combi" e levavam considerável quantidade de carga.

 

Uma pena os trijatos terem sumido. O MD-11 era lindo e eu achava mais confortável que o 747, bom mas aí variava de companhia pra companhia.

 

Talvez os voos transpacíficos e transpolares ainda exijam um quadrimotor, ou falei bobagem?

 

Gostaria que alguém que sacasse do assunto, falasse um pouco sobre birreatores versus quadrirreatores.

 

Outro assunto que me intriga (desculpe o off topic) por que um avião tão fantástico como o 767 não teve sua vida prolongada comremotorização e melhorias aerodinâmicas?

 

Obrigado. :thumbsup:

Link to comment
Share on other sites

Lembro dos 747-200 da VARIG que eram "Combi" e levavam considerável quantidade de carga.

 

Uma pena os trijatos terem sumido. O MD-11 era lindo e eu achava mais confortável que o 747, bom mas aí variava de companhia pra companhia.

 

Talvez os voos transpacíficos e transpolares ainda exijam um quadrimotor, ou falei bobagem?

 

Gostaria que alguém que sacasse do assunto, falasse um pouco sobre birreatores versus quadrirreatores.

 

Outro assunto que me intriga (desculpe o off topic) por que um avião tão fantástico como o 767 não teve sua vida prolongada comremotorização e melhorias aerodinâmicas?

 

Obrigado. :thumbsup:

Hoje 99% dos vôos sobre oceano podem ser feitos por birreatores, este 1% é a ligação América do Sul-Oceania.

 

O fim dos quadrimotores e trimotores é devido a maior potência e eficiência de combustível nas novas turbinas. Arrisco dizer que duas GE90 do 777-200ER é capaz de fazer o mesmo serviço que os 747-100/200 de 40 anos atrás. Poucas empresas mantém os 747/A340 comparado há 20 anos atrás. A Lufthansa tem uma filosofia de colocar quadrimotores em vôos longos e transoceânicos. Com a possível compra de 777 e A350, será uma quebra de paradigma.

 

Acredito que o 767 não teve upgrade com aviônicas e motorização do 787 para evitar de competir justamente com este.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade