Jump to content

TAM inaugura nova opção de voo entre São Paulo e Nova York


leelatim

Recommended Posts

TAM inaugura nova opção de voo entre São Paulo e Nova York

 

Rota contará com mais quatro frequências semanais a partir de 21 de setembro

 

 

Comentar0CorrigirImprimirDiminuir fonteAumentar fonte

 

Voo de São Paulo para Nova York será operado quatro vezes por semana

Foto: Rogerio da Silva / Agencia RBS

Os brasileiros terão mais uma opção de voo para Nova York a partir do dia 21 de setembro. A companhia aérea TAM iniciará um voo entre São Paulo e a cidade nos Estados Unidos. As novas frequências serão operadas quatro vezes por semana por aeronaves Boeing 777, configuradas com quatro assentos na Primeira Classe, 45 na Classe Executiva e 314 na Econômica.

 

O voo JJ 8082 decolará de São Paulo/Guarulhos às 8h30 e pousará em Nova York às 17h10 (horário local). Na rota inversa, o JJ 8083 partirá às 9h35 (horário local) e chegará à cidade brasileira às 19h55.

 

Atualmente, a companhia oferece um voo diário noturno entre as localidades, além de uma frequência, também diária, entre o Rio de Janeiro e Nova York.

Link to comment
Share on other sites

A nova opção é boa. Tem gente que prefere viajar de manhã, mas eu acho pouco produtivo, vc acaba chegando a noite e não dá pra aproveitar nada

Link to comment
Share on other sites

A nova opção é boa. Tem gente que prefere viajar de manhã, mas eu acho pouco produtivo, vc acaba chegando a noite e não dá pra aproveitar nada

 

 

Chegar em casa à noite é uma coisa. Chegar em qualquer lugar distante à noite é o caos...

 

Viajando durante a noite, bem ou mal, consegue-se dar uma descansada e aproveitar o resto do dia.

Link to comment
Share on other sites

Só digo que tem várias opções de remédios, inclusive sem receita para se ter uma boa noite conseguir dormir um pouco no avião durante a noite.

 

Mesmo assim prefiro os noturnos, as vezes não dá, ok, faz parte.

 

Já se eu estivesse "na frente" do avião o vôo diurno seria com certeza uma opção melhor.

Link to comment
Share on other sites

Dá para fazer com duas aeronaves os quatro voos diários ou são necessárias mais?

Sim,faz 4 vôos diários ,2 freqüências em cada sentido,isso com apenas 2 aeronaves,idem como ocorre em Mia e Mco,só estranho que em abril cancelaram os voos diurnos,que eram diários e de A330( oriundos do Gig- Jfk ) e agora com o dólar nas alturas voltam o vôo e de b777, será que terá demanda?

Link to comment
Share on other sites

Sim,faz 4 vôos diários ,2 freqüências em cada sentido,isso com apenas 2 aeronaves,idem como ocorre em Mia e Mco,só estranho que em abril cancelaram os voos diurnos,que eram diários e de A330( oriundos do Gig- Jfk ) e agora com o dólar nas alturas voltam o vôo e de b777, será que terá demanda?

 

Tem sim leelatim, se nao a TAM nao (re)lancaria estas frequencias. Voos para os EUA continuam bombando, basta ver os aumentos que estamos presenciando nestes proximos meses com LAX-GRU, MIA-CWB-POA e os upgrades da AA no MIA-GRU.

 

No caso especifico dos diurnos GRU-JFK, a AA fez um grande favor de sair do trecho neste horario e agora a TAM reinara sozinha. Obvio que a maioria das pessoas prefere os voos noturnos, onde as tarifas normalmente sao mais altas e e mais focado no mercado corporativo (basta ver a AA com 7 77W + 5 772, JJ com 7 77W, UA com 7 764 e DL com 7 764), mas sempre ha os que preferem dormir em SP e em NY ao inves de passar a noite em um aviao por melhor que seja a poltrona.

 

Que a TAM lance tarifas promocionais para atrair mais passageiros a negocios e a lazer entre os 2 paises.

Link to comment
Share on other sites

O normal é imaginarmos que a demanda cairia drasticamente, com dólar nas alturas e economia cambaleando. Foram feitos ajustes pontuais, mas em agosto o gasto de brasileiros no exterior bateu novo recorde, o que prova o contrário.

 

Depois de um período de ajustes, o resultado final continua sendo positivo, com manutenção e adição de frequências:

 

GIG-DFW diário sazonal dessa vez, POA/CWB com voos da AA, SSA e REC com voos dedicados, retorno do GRU-JFK diurno na TAM, 7ª frequência do GIG-JFK, AA mantendo o 77W, com o 772 noturnos pra JFK, DL abrindo mais GRU-ATL pro ano que vem, LAX-GRU engatado, US satisfeita em GRU, GOL indo bem, mesmo com produto medíocre e já estudando outras cidades, fretamentos extras pro GIG-MCO,

Link to comment
Share on other sites

Ainda acho que podiam fazer o diurno diário com os 767 vindos do GIG. Muito melhor uma freqüência diária do que 4x semanal.

Ainda acho que podiam fazer o diurno diário com os 767 vindos do GIG. Muito melhor uma freqüência diária do que 4x semanal.

Tb concordo contigo,seria muito,melhor ter um vôo diário diurno deB767 padrão Lan do que 4 V por semana de B777,embora esses voos sao mais para pax a lazer,o interfere menos na necessidade de voosmdiarios,mas interfere no num de assentos,afinalmomB777 da TAM e muito maior que os B767 padrão Lan

Link to comment
Share on other sites

Serio? Mesmo com dólar nas alturas e mercado super ofertado

 

leelatim, acho que voce nao leu o post acima do Brasuca. Se as cias estao aumentando a oferta BR-EUA, é porque existe espaco. Mercado super ofertado significa reducao de oferta, o que definitivamente nao estamos vendo, muito pelo contrario.

Link to comment
Share on other sites

O normal é imaginarmos que a demanda cairia drasticamente, com dólar nas alturas e economia cambaleando. Foram feitos ajustes pontuais, mas em agosto o gasto de brasileiros no exterior bateu novo recorde, o que prova o contrário.

 

Depois de um período de ajustes, o resultado final continua sendo positivo, com manutenção e adição de frequências:

 

GIG-DFW diário sazonal dessa vez, POA/CWB com voos da AA, SSA e REC com voos dedicados, retorno do GRU-JFK diurno na TAM, 7ª frequência do GIG-JFK, AA mantendo o 77W, com o 772 noturnos pra JFK, DL abrindo mais GRU-ATL pro ano que vem, LAX-GRU engatado, US satisfeita em GRU, GOL indo bem, mesmo com produto medíocre e já estudando outras cidades, fretamentos extras pro GIG-MCO,

 

Complementando: uma das frequencias diarias da AA MIA-GRU no verao passando de 763 para 772 (totalizando 4 freq. diarias de 772 na rota pela AA), manutencao nao de 1 mas de 2 77W diarios em GRU da AA e fretamentos extras GRU-MIA pela JJ...me esqueci de algo?

Link to comment
Share on other sites

Isso de vôo noturo x diurno possui diversas vertentes. No final das contas vai de pessoa pra pessoa. Meus vôo intercontinentais até hoje em sua grande maioria foram noturnos. Uma vez ou outra acabei voando diurno (Europa-EUA). Particularmente prefiro sair daqui de noite e chegar no meu destino pela manhã. A questão é que de uns tempos pra cá eu não tenho aproveitado bem esta "vantagem" de chegar cedo no meu destino. Para ser sincero, eu chego todo quebrado e morto de sono porque não consigo dormir no avião.

 

Nos vôos Brasil-EUA que faço só consigo dar uns cochilos de 90min ou 2 horas no máximo. Aí vou acordando, vendo algo no PTV (quando tem) ou no meu netbook e tento voltar a dormir. Ano passado fiz Italia-EUA diurno e foi simplesmente horrível. O tempo demorava a passar, o 767-300 da American só tinha de entretenimento o filme no teto, eu não tinha vontade alguma de dormir, etc. Pra piorar eu ainda tinha que fazer mais um vôo de conexão. Cheguei no meu destino final todo ferrado devido ao jet-lag e ao cansaço.

 

Voltei de Delta na Business deles que reclina 180° e até consegui dormir no avião em um vôo noturno. Só que quando cheguei até a minha casa a primeira coisa que fiz após tomar banho foi desabar na minha cama. Ou seja, pra mim tanto faz noturno/diurno: eu simplesmente não consigo descansar.

 

A questão das diárias dos hotéis e aproveitar o destino também vai de cada um. Tem gente que prefere chegar no final do dia no destino, ter uma boa noite de sono no hotel e no dia seguinte começar a passear. Há pessoas que não gostam de chegar de noite/madrugada em um lugar desconhecido e aí preferem pousar pela manhã. Eu por ser doido por aviação também não gosto de chegar de noite. Prefiro o dia claro pra pousar e poder tirar fotos e ver o aeroporto. :lol:

Link to comment
Share on other sites

leelatim, acho que voce nao leu o post acima do Brasuca. Se as cias estao aumentando a oferta BR-EUA, é porque existe espaco. Mercado super ofertado significa reducao de oferta, o que definitivamente nao estamos vendo, muito pelo contrario.

Sim,li o post,mas o que imaginávamos era redução da demanda,dada as circunstancias de economia fraca e dólar alto,ainda bem que a demanda tem surpreendido,quica o Gig- Mco volta definitivamente com B767,embora dos novos não há nenhum sobrando,somente aqueles Ex-'Aza por ora

Link to comment
Share on other sites

Escrevo pouco aqui, segue minha opinião em relação a vôos diurnos no trajeto Brasil - EUA:

 

Para o trecho de ida, acho melhor noturno, sai de casa e já aproveita o dia posterior no destino. Já na volta acho mais vantajoso o voo diurno, geralmente os dias de volta para mim sãos perdidos, arrumando malas, check out de hotel e muito tempo sem fazer nada nos aeroportos, por isso prefiro sair cedo, viajar de dia e dormir em casa...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade