Jump to content

Voar de Fortaleza para capitais do NE sai caro e pode levar mais de 10h


teiacontabil

Recommended Posts

ANTECIPAR SAÍDA É FUNDAMENTAL

Voar de Fortaleza para capitais do NE sai caro e pode levar mais de 10h

27.09.2013

Há casos em que trocar o aeroporto pela rodoviária é vantajoso, pode-se chegar mais rápido e até economizar


Viajar de avião pelo Brasil nem sempre significa ganhar tempo. Quando se trata de operações entre as capitais nordestinas, o impasse é ainda maior, e as peregrinações aéreas são inevitáveis. Voos de Fortaleza a cidades como Natal, João Pessoa e Aracaju, por exemplo, podem durar mais de dez horas por conta das paradas. Há casos em que trocar o aeroporto pela rodoviária acaba sendo mais vantajoso, pois, além de chegar ao destino mais rápido ou em tempo semelhante, o passageiro ainda economiza um bom dinheiro.

c9c578eab9d4fd4fc0190e2b12e9692c.jpgNo fim de 2012, o governo anunciou investimentos para fortalecer a aviação regional FOTO: REUTERS

Compre com antecedência

Vale lembrar que as chances de o consumidor economizar são maiores nas compras feitas com antecedência. Mas, se você quiser viajar de avião para João Pessoa amanhã, por exemplo, não pagará menos de R$ 1.000 só pela passagem da ida e fará um percurso de, no mínimo, 7h30min. Com esse valor, é possível voar para destinos como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR) e Florianópolis e ainda receber troco. Na TAM, segundo informações do site da companhia, a passagem mais barata disponível para a capital paraibana custa R$ 1.675. Embora Fortaleza e João Pessoa estejam separadas por 706 quilômetros, o percurso demora 7h36min, pois a aeronave passa primeiramente em Brasília (DF).

Já na GOL, o bilhete mais em conta está sendo vendido por R$ 1.032. O traslado, que também conta com uma escala, demora 10h20min. No site da Azul, a passagem mais econômica vale R$ 325 e o voo é direto, com duração de 1h35min. A Avianca, por sua vez, não realiza operações para João Pessoa.

Por outro lado, uma passagem da Avianca para Natal, amanhã, está sendo vendida no site da empresa por R$ 910 a ida. A viagem demora 7h22min, embora a capital do Rio Grande do Norte esteja localizada a 527 quilômetros de Fortaleza. De ônibus, o mesmo trajeto pode ser feito em 7 horas. Ou seja, é mais vantajoso ir por terra, considerando-se a economia de tempo e de dinheiro. Para o mesmo destino, todas as outras companhias têm voos diretos.

Ainda para amanhã, é possível encontrar, no site da GOL, percursos para Maceió (AL) e Aracaju (SE) que duram 4h38 e 3h55, respectivamente. Pela TAM, os voos com destino a Maceió e Aracaju, devido a escalas, são estimados em 9h47 e 8h40. Na Azul, há operações para Salvador (BA) e São Luís (MA) com duração de 4h e 2h30.

Regionalização

No fim do ano passado, a presidente Dilma Rousseff lançou o "Programa de Investimentos em Logística: Aeroportos", um conjunto de medidas para melhorar a qualidade dos serviços e da infraestrutura aeroportuária e ampliar a oferta de transporte aéreo à população brasileira. Entre os pontos previstos pela iniciativa, está o fortalecimento e a ampliação da aviação regional.

À época, o governo anunciou um investimento de R$ 7,3 bilhões para a primeira etapa do plano de aviação regional. Conforme a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, a primeira etapa do plano deve contemplar 270 aeroportos regionais.

A Secretaria destacou ainda que os investimentos previstos são da ordem de R$ 1,7 bilhão em 67 aeroportos na região Norte; R$ 2,1 bilhões em 64 aeroportos na região Nordeste; R$ 924 milhões em 31 aeroportos no Centro-Oeste; R$ 1,6 bilhão em 65 aeroportos no Sudeste; e R$ 994 milhões em 43 aeroportos na região Sul.

Oferta

Em nota, A GOL informou que é a maior operadora aérea do Nordeste, com 26% do total de assentos com origem ou destino na região. A companhia pretende aumentar a oferta de voos para atender à demanda da alta temporada (dezembro-janeiro) e prevê novos trechos nos próximos meses. A empresa reconhece que existe um mercado corporativo crescente nos voos intranordeste e São Paulo-Nordeste. A partir do dia 9 de outubro, a GOL deve adicionar um novo voo diário para os trechos Nata-Fortaleza; Fortaleza-São Luís; Salvador-Belém; e Natal-Salvador. A companhia também informa que serão criados voos diretos em rotas que ainda não opera: Porto Alegre-Salvador; Goiânia-Porto Seguro; Congonhas-Porto Seguro; Guarulhos-Porto Seguro; Brasília-Porto Seguro; e Congonhas-Ilhéus.

Destinos atendidos

A TAM disse que não deixou de atender nenhum destino, apenas ajustou suas operações para aumentar a taxa de ocupação dos voos e elevar os níveis de eficiência frente ao aumento dos custos operacionais (alta do dólar, custos com combustível e ICMS). No Nordeste, a companhia informa que opera com aeronaves de maior capacidade para transporta mais passageiros em um mesmo voo.

Atualmente, a TAM oferece 28 voos entre as capitais do nordeste e mais quatro voos intra-nordeste (que não envolvem capitais), a maioria com frequência diária.

A companhia explica que, nos últimos cinco anos, ampliou em 30% a oferta de voos ligando o Nordeste ao restante do País. Atualmente, cerca de 50% da oferta de voos da companhia está ligada à região, e na alta temporada aumenta ainda mais. Para o fim do ano e começo de 2014, a previsão é de aumento de 19% na oferta de assentos, com 35 voos fretados semanalmente.

Ampliar opções

A Azul informa que é a maior operadora aérea do Nordeste, realizando procedimentos em 15 cidades da região: Natal, São Luis, Teresina, Fortaleza, Fernando de Noronha, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju, Juazeiro do Norte, Petrolina, Campina Grande, Lençóis, Barreiras, Vitória da Conquista, Ilhéus, Salvador e Porto Seguro. A companhia diz que deseja continuar ampliando as opções. Neste (levantamento até agosto), a empresa transportou 216.989 clientes saindo de Fortaleza. No ano passado, foram 223.780 e, em 2013, 237.200 passageiros.

O Diário do Nordeste entrou em contato com a Avianca, entretanto, até o fechamento desta edição, a companhia aérea não se pronunciou.

RAONE SARAIVA
REPÓRTER

ab9133a35a06bfc81f669ee351819d8a.jpg

Link to comment
Share on other sites

Já fiz vôo de THE-REC onde saí a meia noite, e cheguei meio dia. Como o destino final era JPA, que fiz de ônibus, cheguei perto das 14h.

Se tivesse ido de ônibus todo o trecho, teria saído em torno das 18h, e chegado quase junto com o avião, em torno das 15h.

 

Hoje, com a AD operando em THE, REC é atendido com vôos apenas escalado em FOR. Ficou muito bom.

 

Enviado de meu GT-P5100 usando o Tapatalk 2

Link to comment
Share on other sites

Já fiz vôo de THE-REC onde saí a meia noite, e cheguei meio dia. Como o destino final era JPA, que fiz de ônibus, cheguei perto das 14h.

Se tivesse ido de ônibus todo o trecho, teria saído em torno das 18h, e chegado quase junto com o avião, em torno das 15h.

 

Hoje, com a AD operando em THE, REC é atendido com vôos apenas escalado em FOR. Ficou muito bom.

 

Enviado de meu GT-P5100 usando o Tapatalk 2

 

Já existe essa rota sendo operada com voo direto pela AZUL.

Link to comment
Share on other sites

É sabido que as capitais do nordeste não possuem boas ligações aéreas entre si.

 

Porém, a reportagem levou em consideração, em muitas das vezes, UMA DAS OPÇÕES que os sites disponibilizavam. Não sendo, portanto, a ÚNICA OPÇÃO.

Por exemplo:

Fortaleza para São Luis, Natal, João Pessoa e Salvador existem opções com voos diretos e provavelmente mais baratas.

 

Acredito que a Capital que tenha menos voos ligando com outras do Nordeste, seja João Pessoa, seguida de Teresina, Aracaju, São Luis...


Já fiz vôo de THE-REC onde saí a meia noite, e cheguei meio dia. Como o destino final era JPA, que fiz de ônibus, cheguei perto das 14h.
Se tivesse ido de ônibus todo o trecho, teria saído em torno das 18h, e chegado quase junto com o avião, em torno das 15h.

Hoje, com a AD operando em THE, REC é atendido com vôos apenas escalado em FOR. Ficou muito bom.

Enviado de meu GT-P5100 usando o Tapatalk 2

REC-THE já possui um voo sem escalas, pela Azul.

Link to comment
Share on other sites

Uma coisa é fato no Nordeste, a VASP faz falta até hoje!

Ai está uma boa oportunidade para retomarem os voos intercapitais, processo que começou com a Nordeste usando os FK50.

Hoje os ATR da Azul poderiam dar conta de muitas destas ligações, oferecendo bos horários e conectividade com outros voos. É só planejar que a coisa pode sair e melhorar a conectividade entre as capitais.

Link to comment
Share on other sites

Ou eu estou totalmente desatualizado ou o estagiário que escreveu essa matéria acabou de sair do manicômio...

 

A Azul tinha iniciado esse ano um trilho que era JPA-FOR-JPA, ou seja, vc pode ir direto de FOR para THE, SLZ, NAT, JPA, REC e SSA, quase todas as capitais.

 

7hs de FOR a NAT? em 2011 tanto Gol quanto TAM faziam esse trecho e depois sei que a AZUL também entrou na rota, será que 3 empresas saíram dessa rota em 2 anos?

 

Que saudade que o site Digirotas faz, era só colocar origem e destino e ele te dava todos os voos na rota a semana inteira... seria muito fácil tirar dúvidas como essa!

Link to comment
Share on other sites

Que falta faz uma cia operando ATR ou Dash-8 ou E175 por aqui. Embora tenha aumentado algumas ligacoes (como as que ligam Campina Grande), varias cidades do nordeste tem carência de voos entre cidades, e principalmente entre cidades medias e grandes no trafego inter-regional (Parnaíba, Imperatriz, Natal, João Pessoa, Maceio, etc...)

Link to comment
Share on other sites

Esse voo da Azul que faz JPA-FOR foi sucesso pra mim. O voo era diurno, pena que agora passou para corujão, nem sei se permanente ou temporário. O preço da passagem é em torno de 210 reais o trecho (o dobro do valor do busão).

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade