Jump to content

Correio Braziliense - Ex-piloto da FAB com um projeto de avião próprio em Brasília


NilsonCarvalho

Recommended Posts

Ex-piloto da FAB trabalha para realizar um sonho: construir sua aeronave
Todo em madeira, o modelo, inspirado em projeto italiano, deverá ganhar o céu brasiliense em 2015

 

Thalita Lins

Publicação: 15/10/2013 06:15 Atualização:

 

20131014222031231169i.jpg

Para muitos amigos, foi uma loucura Jorge Canto se dedicar à construção do Whisky IV, todo em madeira de freijó e compensado aeronáutico

 

 

 

Movido pelos 35 anos de voos em aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB), o coronel Jorge Canto, 58, decidiu realizar um desejo antigo ao se tornar reservista: construir um avião experimental de pequeno porte. Há cinco anos, ele monta sozinho o modelo de madeira de freijó e compensado aeronáutico com base em um projeto italiano. O mais inusitado é o local onde ocorre todo o processo: o quintal da própria casa, na Quadra 29 do Park Way. É lá que o piloto passa horas a fio a cortar, serrar, colar, parafusar e, aos poucos, dar vida ao aeroplano. A primeira viagem a bordo do Whisky IV está prevista para 2015. Jorge não será o único tripulante. A mulher dele, Cynthia Maria da Silva, 56 anos, que fez parte da primeira turma de mulheres da FAB, vai encarar a aventura ao lado do marido.

Ao saberem da façanha, muitos acharam loucura a ideia da construção do avião “caseiro”, até porque, na Academia da Força Aérea, ninguém aprende noções básicas de como montar aeronaves. Ele foi induzido pela curiosidade. Tornou-se autodidata depois de comprar livros especializados e se tornar sócio da Associação Brasileira de Aviação Experimental. Enquanto a maioria estranhava a decisão de Jorge, Cynthia o apoiava incondicionalmente. Tanto que ela foi a responsável por convencê-lo a mudar o projeto inicial da aeronave. “Eu queria que fosse apenas de um lugar. Mas ela me obrigou a fazer de dois. E assim foi feito”, contou o piloto, que perde a noção de tempo quando entra no escritório. “Eu não sinto ciúmes, nem o questiono. É um momento dele. Ele é determinado, persistente. É admirável o que ele está fazendo”, reconhece a paulistana, que também entrou para a reserva.

 

 

 

 

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2013/10/15/interna_cidadesdf,393361/ex-piloto-da-fab-trabalha-para-realizar-um-sonho-construir-sua-aeronave.shtml

 

Matéria completa somente para assinantes.

Link to comment
Share on other sites

O Ten-Cel Gobett, cmt da Fumaça, também construiu um modelo igual ao da reportagem.

Demorou 5 anos, mas ficou um primor de construção.

É um avião que anda muito bem, e não precisa de muita potência: voa com menos de meio motor, pro cruzeiro.

 

Se eu não comprar um avião pronto, construir até que seria um lance legal.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade