Jump to content

Piloto pede para passageiros saírem de avião por causa de pista molhada


Beier

Recommended Posts

Em decorrência de pista molhada no Aeroporto de Congonhas (SP) e por medida de segurança, um comandante da companhia aérea Gol solicitou o desembarque voluntário de alguns passageiros da aeronave que saiu de Brasília em direção a São Paulo.

 

http://videos.r7.com/bullying-aereo-piloto-da-gol-pede-para-passageiros-acima-do-peso-deixarem-aviao/idmedia/526010a70cf24942116540ae.html

Link to comment
Share on other sites

Ao contrario de empresa com ‘’DNA’’ de Taxi Aéreo, a GOL é uma empresa seria na questão técnica. Segue estritamente as normas estabelecidas pelas autoridades e pelo fabricante de suas aeronaves. Se existe um numero limite de peso para pouso em Congonhas para pista molhada, este numero será buscado por seu corpo técnico. Podem acusar a GOL de muitas coisas, mas jamais poderão acusa-la de desleixo com a segurança.

 

Qualquer empresa aérea, pode sim adotar o desembarque de passageiros e de cargas,caso o Cmte usando de suas atribuições assim o resolva.Os passageiros voluntarios que desembarcaram, podem pedir seu dinheiro de volta, a remarcação do voo para outra data, sem a cobrança de taxa, ou podem serem deslocados para um outro voo da própria empresa ou de outra.

 

Quanto ao desprezível apresentador, ele até pode ludibriar com sua canalhice o pobre povão, distorcendo os fatos e induzindo a massa ignorante a pensar que houve algum tipo de caça aos gordinhos, mas para nós será sempre a escória da imprensa!

Link to comment
Share on other sites

Não há absolutamente nenhuma anormalidade em solicitar o desembarque levando em quesito a segurança, porém o certo seria saber como foi a maneira que o comandante repassou isso aos passageiros. Pelo relato de alguns passageiros ele parece não ter sido claro... :blink:

 

É como fala meu pai: O "pior" emprego é aquele em que você tem que lidar com pessoas...

Link to comment
Share on other sites

Acho que esse tipo de reportagem "para chamar atenção" deixa os passageiros cada vez mais nervosos. Porque, sinceramente, não tem perigo nenhum de pedir para os pax descerem.

 

Perguntando agora pelo lado financeiro: não seria mais barato deixar carga no chão e levar no próximo voo do que reembolsar/reacomodar pax? Claro que estou chutando aqui que tenha carga no voo, não apenas pax + bagagens.

Link to comment
Share on other sites

Acho que esse tipo de reportagem "para chamar atenção" deixa os passageiros cada vez mais nervosos. Porque, sinceramente, não tem perigo nenhum de pedir para os pax descerem.

 

Perguntando agora pelo lado financeiro: não seria mais barato deixar carga no chão e levar no próximo voo do que reembolsar/reacomodar pax? Claro que estou chutando aqui que tenha carga no voo, não apenas pax + bagagens.

Carga, é sempre a primeira a desembarcar, caro colega Cmte Garcia.

Link to comment
Share on other sites

O pior disso tudo é que o leigo, ou boa parte dos mesmos, ao assitir a essa piada de reportagem acredita na forma com que ela foi passada.

Claro que existe o fato de que ao vender uma passagem de A para B a empresa deveria honrar seu compromisso para com todos.

Mas é triste ter que ouvir desse sujeito de que o avião é enorme e que não entende o fato do piloto tomar essa atitude......Ele deve achar que cada piloto tem uma varinha de condão a disposição, faz um feitiço e a aeronave decola, pousa, acelera, etc. Dói os ouvidos apresentadores tornando as pessoas mais burras do que já são ou subestimando sua capacidade de raciocínio/conhecimento/inteligencia.

Link to comment
Share on other sites

Ao contrario de empresa com ‘’DNA’’ de Taxi Aéreo, (...)

Existe alguma empresa aérea neste pais que ignora o limite e pousa acima do peso com pista molhada?

Se existe me fale, pode ser por MP, porque jamais entrarei em um avião dela. Tenho amigos nas grandes e eles são enfáticos em dizer que tudo é cumprido à risca no aspecto técnico. Fiquei preocupado agora, meus pais voam muito e sempre variam de empresa. Dá medo pensar que eles podem pegar um voo com um comandante que ignora as regras, com anuência da empresa, e coloca a vida de todos em risco maior desnecessariamente.

 

Bons Voos!

 

 

Link to comment
Share on other sites

O pior disso tudo é que o leigo, ou boa parte dos mesmos, ao assitir a essa piada de reportagem acredita na forma com que ela foi passada.

Claro que existe o fato de que ao vender uma passagem de A para B a empresa deveria honrar seu compromisso para com todos.

 

Mas é triste ter que ouvir desse sujeito de que o avião é enorme e que não entende o fato do piloto tomar essa atitude......Ele deve achar que cada piloto tem uma varinha de condão a disposição, faz um feitiço e a aeronave decola, pousa, acelera, etc. Dói os ouvidos apresentadores tornando as pessoas mais burras do que já são ou subestimando sua capacidade de raciocínio/conhecimento/inteligencia.

 

É essa minha principal crítica quando a reportagens como essa. Cada vez mais os pax ficam com medo de qualquer coisa. Uma simples arremetida passava despercebido. Depois do 3054 e as imúmeras reportagens sobre a tal arremetida, todo mundo morre de medo só em pensar na tal palavra.

Link to comment
Share on other sites

Faltou timing da empresa em, ao acontecer esse contratempo, já soltar uma nota à imprensa IMEDIATAMENTE, evitando qualquer diz-que-me-diz, e enfatizando que, a decisão foi única e exclusivamente pensada visando a segurança...

 

E o pior: CGH, vitrine da imprensa pra qualquer cisco que acontece, e coisa e tal....

 

Deixa a bola quicando na área, a imagem arranha, aí DEPOIS soltar nota, neguinho cagou mole...

 

Timing é a chave de tudo. Evita muito desdobramento barato, tal e qual o douto jornalista ainda fez troça...

 

Em tempo: atitude correta da Gol. Restringiu, restrito está. Aí, é ter TATO e sensibilidade pra pedir a alguns que assim procedessem, e por ventura, desse alguma compensação pela atitude voluntária.

 

Abraço.

Link to comment
Share on other sites

Então é a isso que a mídia brasileira se resume?

Vou ficar por aqui mesmo, porque não tenho condições psicológicas pra ficar lendo e ouvindo tanta baboseira com tanta frequência. Lamentável.

Link to comment
Share on other sites

Existe alguma empresa aérea neste pais que ignora o limite e pousa acima do peso com pista molhada?

Se existe me fale, pode ser por MP, porque jamais entrarei em um avião dela. Tenho amigos nas grandes e eles são enfáticos em dizer que tudo é cumprido à risca no aspecto técnico. Fiquei preocupado agora, meus pais voam muito e sempre variam de empresa. Dá medo pensar que eles podem pegar um voo com um comandante que ignora as regras, com anuência da empresa, e coloca a vida de todos em risco maior desnecessariamente.

 

Bons Voos!

Sem querer polemizar, mas de fato, em um passado não muito distante, existiam empresas que operavam " peladas" abomináveis e com índices de acidentes bem acima da média, sem hipocresia...e isso fica marcado...hoje os tempos são outros, e tenho certeza, que o Sr ( creio quenunca fez ou admitiu) a sua empresa não mais admitem isso, de forma alguma....
Link to comment
Share on other sites

Sem querer polemizar, mas de fato, em um passado não muito distante, existiam empresas que operavam " peladas" abomináveis e com índices de acidentes bem acima da média, sem hipocresia...e isso fica marcado...hoje os tempos são outros, e tenho certeza, que o Sr ( creio quenunca fez ou admitiu) a sua empresa não mais admitem isso, de forma alguma....

PS: apenas um exemplo....DUAL ENG FLAME OUT, e Pouso sem trem no mesmo dia....Guinness World Record....

PPS: voo na empresa

Link to comment
Share on other sites

Acho que não é possível generalizar por empresa e sim por comandante, vai depender dele se um Seneca vai tirar ter que tirar um passageiro ou se um 737 da GOL irá retirar 20.... Não acho que esteja relacionado a DNA da empresa e sim do DNA do cara sentado na esquerda, peladeiro tem em tudo que é lugar.

Link to comment
Share on other sites

Uma dúvida: Se a aeronave tivesse decolado de BSB com a capacidade original de pax e a chuva tivesse ocorrido durante o trajeto BSB-CGH,deixando a pista molhada na chegada da aeronave,qual seria o procedimendo?

Link to comment
Share on other sites

Ao contrario de empresa com ‘’DNA’’ de Taxi Aéreo, a GOL é uma empresa seria na questão técnica. Segue estritamente as normas estabelecidas pelas autoridades e pelo fabricante de suas aeronaves. Se existe um numero limite de peso para pouso em Congonhas para pista molhada, este numero será buscado por seu corpo técnico. Podem acusar a GOL de muitas coisas, mas jamais poderão acusa-la de desleixo com a segurança.

 

 

Caro Master,

 

Entenda que nessa empresa, que o Sr. persegue tanto, EU (tripulante) já tive meu embarque negado por limite de PAX e peso devido a chuva em CGH. Essa empresa que vc tenta difamar a qualquer custo, limita o número de assentos já no check-in, evitando essa coisa ridícula de desembarcar PAX já dentro da aeronave como sua amada fez.

Lembre-se que o taxi aéreo agora tb tem alma "azul".... Quem sabe, vc pensando assim seja menos rancoroso....

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade