Jump to content

Anac e Infraero contestam na Justiça sobre Congonhas


Tabbex

Recommended Posts

Anac e Infraero contestam na Justiça sobre Congonhas

 

Caso a proibição de vôos no aeroporto de São Paulo não seja revogada, pelo menos 10 mil passageiros, somente em Congonhas, serão prejudicados

 

por Tânia Monteiro

 

 

BRASÍLIA - Depois de reunião com o ministro da Defesa, Waldir Pires, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) decidiram entrar, entre esta terça e quarta-feira, com três ações no Tribunal Regional Federal (TRF) de São Paulo, para tentar reverter a decisão da Justiça que proibiu qualquer pouso ou decolagem de três modelos de aviões no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade. Caso a proibição não seja revogada, pelo menos 10 mil passageiros, somente em Congonhas, serão diretamente prejudicados.

 

Pela decisão do juiz-substituto da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo, Ronald Carvalho Filho, os aviões Fokker 100, Boeing 737-700 e Boeing 737-800 estão proibidos de operar na pista principal de Congonhas a partir da zero hora de quinta-feira, 8.

 

Entre as soluções apresentadas, para resolver o problema dos passageiros, caso a medida seja mantida, está a transferência de 20% dos vôos de Congonhas para Guarulhos e 2% dos vôos para Viracopos, em Campinas. A Anac e a Infraero ainda não definiram o que fazer com 10 mil passageiros, que representam 78% das pessoas que passam por Congonhas diariamente.

 

Uma das soluções apresentadas é o deslocamento de ônibus de passageiros para até um determinado ponto e, de lá, para seu destino. Por exemplo, um passageiro de São Paulo (SP) para Salvador (BA) seguiria para o Rio de Janeiro (RJ) e de lá, voaria para a capital da Bahia.

 

 

Situação caótica

"Acredito na solução do Poder Judiciário", disse o brigadeiro José Carlos Pereira, presidente da Infarero, em entrevista, ao ser questionado sobre o caos que poderá tomar conta dos aeroportos nos próximos dias e, principalmente, durante o carnaval, se a determinação do juiz paulista não for revogada. "Não quero falar em situação caótica, porque a palavra é muito complexa, mas eu concordo com isso até certo ponto", declarou o brigadeiro.

 

Ele explicou que, se a ordem do juiz for mantida, haverá uma "redução brutal" nos vôos das companhias atingidas, que são, principalmente, Ocean Air e Gol. "Toda a malha aérea do País será afetada", disse o brigadeiro, esclarecendo que os primeiros aeroportos atingidos serão Brasília, Rio, Salvador e Recife, com reflexos em toda a malha.

 

Depois de reiterar que decisão da Justiça se cumpre e que, se ela for mantida, será cumprida, o brigadeiro classificou de "tecnicamente frágil" a argumentação do juiz. Segundo ele, o juiz suspende todas as operações com aqueles três tipos aviões mesmo quando não há chuva, e a pista está seca, apesar de ressaltar que o problema é a pista molhada.

 

A diretora da Anac, Denise Abreu, disse esperar que uma solução para o problema saia em 24 horas. Ela informou que ainda nesta terça estavam sendo impetradas duas ações: um agravo de instrumento e um pedido de reconsideração de decisão diretamente ao juiz. Denise Abreu acrescentou que, nesta quarta-feira, entrará com uma terceira ação.

 

A diretora da Anac pediu que os passageiros aguardem um pouco para saberem exatamente o que deverão fazer, porque, neste momento, não há uma orientação concreta, uma vez que o governo aguarda a reversão da decisão do juiz. "A concessão da liminar pode sair em 24 horas. Pedimos que as pessoas aguardem um pouco", recomendou.

 

fonte: Estado de S. Paulo

Link to comment
Share on other sites

O Juiz quis tomar uma decisão intermediária e conseguiu decidir de forma estapafúrdia. Antes tivesse fechado o aeroporto por um breve período para as necessárias reformas.

 

Abraços

 

Battlestar

Link to comment
Share on other sites

Interessante como essa medida nao impede nenhum pouso de airbus....

 

só mais uma ideia pra conspiraçao vermelha. ok agora podem me apedrejar

ah claro a varig tb foi poupada nessa interdiçao

Link to comment
Share on other sites

Interessante como essa medida nao impede nenhum pouso de airbus....

 

só mais uma ideia pra conspiraçao vermelha. ok agora podem me apedrejar

ah claro a varig tb foi poupada nessa interdiçao

Falou e disse... :cutuca:

Link to comment
Share on other sites

Até as 23h do dia 7 vão pipocar liminares.

 

Às 14h do dia 8 metade delas vão ser revertidas.

 

Às 21h do dia 8 aparece um Oficial de justiça ao vivo na Globo com outra liminar.

 

Às 22h do dia 8 a Policia vai estar com uma viatura no meio da pista de CGH pedindo o manual de cada avião para se certificar que o Boeing 737-300 na pintura é mesmo 737-300.

 

E no dia 9 vai todo mundo pro bar beber!

 

Viva o Brasil.

Link to comment
Share on other sites

(...)

Às 22h do dia 8 a Policia vai estar com uma viatura no meio da pista de CGH pedindo o manual de cada avião para se certificar que o Boeing 737-300 na pintura é mesmo 737-300.

(...)

 

Idéia interessante... será que alguém já pensou nisso?, ehehehhe. :macumba:

Se a OceanAir pintar Mk28 será que cola também?

Link to comment
Share on other sites

Idéia interessante... será que alguém já pensou nisso?, ehehehhe. :macumba:

Se a OceanAir pintar Mk28 será que cola também?

Poderiam pintar logo Airbus A320 que niguém ia perceber!

Link to comment
Share on other sites

Eu prefiro ir no bar beber e esquecer o q ta acontecendo!

 

imaginem a zona que vai acontecet amanh nobrasil inteiro?

 

isso da pra derrubar presidente!

ta bom vai..exagerei!

 

 

mas é engraçado ver q nosso excelentissimo Senhor Presidente Lula, até agora só observa de longe!

Link to comment
Share on other sites

(...)

mas é engraçado ver q nosso excelentissimo Senhor Presidente Lula, até agora só observa de longe!

 

é porque até agora ele ainda não tá sabendo de nada

 

:Brazil:

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade