Jump to content
Sign in to follow this  
MLN-SJP

MH370 - Notícias relevantes

Recommended Posts

Com a quede definida abrimos um novo topico:

 

http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2014/03/24/familiares-de-ocupantes-do-mh370-sao-chamados-para-reuniao.htm

Avião da Malaysia Airlines caiu e não há sobreviventes, diz premiê malaio

Do UOL, em São Paulo

24/03/201410h34 > Atualizada 24/03/201412h59
Ampliar
22mar2014---equipes-realizam-buscas-pelo Avião da Malaysia Airlines com 239 ocupantes desaparece112 fotos 105 / 112
22.mar.2014 - Equipes realizam buscas pelo avião desaparecido da Malaysia Airlines, neste sábado (22), no oceano Índico, perto da Austrália. Autoridades australianas afirmam que há expectativa de boas condições de visibilidade. 'O clima de hoje vai ser propício para os voos no oceano, os ventos serão leves e as condições de visibilidade melhorarão', disse o porta-voz do Departamento de Meteorologia Leia mais Rob Griffith/AP

O premiê da Malásia, Najib Razak, anunciou na manhã desta segunda-feira (24) que o avião da Malaysia Airlines desaparecido desde o dia 8 de março caiu no sul do oceano Índico, longe de sua rota original, e que não há sobreviventes entre os 239 ocupantes.

"É com profunda tristeza e profundo pesar que devo informar que o voo MH370 acabou no sul do oceano Índico", anunciou o premiê em coletiva de imprensa convocada extraordinariamente.

"Nesta noite, recebi informações de representantes do Setor de Investigações de Acidentes Aéreos do Reino Unido [AAIB]. [A empresa] Inmarsat, que forneceu as informações de satélite (...), havia feito cálculos adicionais", disse o premiê.

"Com base nas novas análises, o Inmarsat e o AAIB concluíram que a última posição do MH370 foi no meio do oceano Índico", afirmou ainda. "Usando um tipo de análise nunca antes utilizada em uma investigação desse tipo, eles conseguiram jogar mais luz sobre a trajetória de voo do MH370."

Por fim, Razak disse que uma nova coletiva, na terça-feira (25), trará mais detalhes sobre o caso.

aviao3.gif?v3

O anúncio veio momentos depois de que a companhia aérea divulgou nota em que dizia: "Lamentamos profundamente dizer que temos de assumir, além de toda dúvida, que o MH370 sumiu e que nenhum daqueles a bordo sobreviveu. Temos de aceitar que todas as evidências sugerem que o avião caiu no sul do oceano Índico".

Antes, familiares dos ocupantes do voo haviam sido convocados para uma reunião extraordinária com autoridades da Malásia . Segundo a rede de TV SkyNews, eles receberam a opção de serem transportados em voos fretados para a Austrália.

Ampliar
24mar2014---familiares-dos-passageiros-d O drama dos familiares dos ocupantes do voo MH37050 fotos 43 / 50
24.mar.2014 - Familiares dos passageiros dos voo MH370 da Malaysian Airlines choram após o anuncio do premiê da Malásia, Najib Razak, de que a aeronave caiu no sul do oceano Índico e que não há sobreviventes entre os 239 ocupantes Jason Lee/Reuters

Desde a semana passada, as buscas pela aeronave vinham se concentrando numa região a 2.500 km da costa sudoeste da Austrália, onde pedaços que seriam do avião foram localizados.

O voo MH370 desapareceu cerca de 40 minutos após decolar de Kuala Lumpur com destino a Pequim, na China.

Uma operação de buscas composta por pelo menos 26 países foi montada. Satélites de pelo menos 15 países foram utilizados para localizar o avião.

Segundo o comunicado divulgado no site da companhia, o avião transportava 227 passageiros, entre eles cinco crianças, e uma tripulação de 12 pessoas. Entre os passageiros havia 153 chineses, 38 malaios, 12 indonésios, 7 australianos, 4 americanos, 3 franceses, 2 neozelandeses, 2 ucranianos, 2 canadenses, 1 russo, 1 holandês e 1 cidadão de Taiwan. Dois iranianos viajaram com passaportes falsos (austríaco e italiano).

Ampliar
19mar2014---em-imagem-tirada-de-video-no Conheça alguns passageiros e tripulantes do avião da Malaysia Airlines17 fotos 7 / 17
Em imagem tirada de vídeo no site YouTube, o piloto Zaharie Ahmad Shah, 53, que comandava o voo MH370 da Malaysia Airlines, aparece em frente a simulador de voo construído por ele, em sua casa. Shah trabalhava na companhia aérea desde 1981 e tinha mais de 18 mil horas de voo. Além de ser um entusiasta da aviação, o piloto gostava de cozinhar e era conhecido por levar pratos caseiros a festas e eventos de sua cidade Leia mais Reprodução/YouTube
Mistério continua

Várias teorias foram cogitadas para explicar o desaparecimento do avião, entre elas sequestro, falha humana, falha mecânica e até mesmo uma desintegração da aeronave em pleno ar.

Ao longo de 16 dias, a falta de informações sobre o paradeiro da aeronave causou desentendimentos entre os governos da Malásia, do Vietnã e da China, além de desespero nos parentes.

Apesar do anúncio desta segunda, o mistério em torno do desaparecimento do voo permanece. Ainda não está claro, por exemplo, por que o avião mudou de rota, por que as comunicações foram desligadas e nem por que ele continuou em voo por mais de sete horas após sumir dos radares.

Piloto e copiloto foram alvo de intensas investigações, que também atingiram demais membros da tripulação e passageiros. (Com agências internacionais)

Share this post


Link to post
Share on other sites

É o mais provável, mas o governo da Malásia está jogando com as probabilidades para ter algo a dizer para as famílias e para o mundo.

 

Das evidências apresentadas na imprensa internacional, nenhuma sugere que qualquer fragmento da aeronave tenha sido encontrado, apenas objetos inespecíficos -- lixo espalhado pelo oceano. Nada mais.

 

A própria Inmarsat nada declarou.

 

Vamos aguardar.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Primeira vez que vejo alguém afirmar algo tão impactante e chocante com embasamento em suposições, apenas.

 

O governo Malaio perdeu toda a credibilidade com esta história. Se disserem que 2+2=4 não irei acreditar, porque pode ser 22..

Edited by Potter
  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra mim tudo, infelizmente, continua como antes!

Sem conclusão!!

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estamos falando de queda confirmada sem saber onde o avião passou, onde caiu, onde estão os restos e onde estão os passageiros. Tudo baseado em ping de satélite comercial que não confirma com certeza absoluta se os pings eram realmente do avião desaparecido. Falando assim, então Atlantida também foi localizada e esta próxima a India.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Buscando na internet, aparentemente a Inmarsat teria incluindo o efeito Doppler nos seus cálculos, e comparado com a trajetória de outras aeronaves. Nesse caso, e considerando que a fonte não é o governo da Malásia, mas uma empresa na Inglaterra, consigo agora crer que seja mais confiável.

 

Fragmento da notícia logo abaixo (notar que não há nada referente ao MH370 nos press releases):

 

"We looked at the Doppler effect, which is the change in frequency, due to the movement of a satellite in its orbit. What that then gave us was a predicted path for the northerly route and a predicted path the southerly route," explained Chris McLaughlin, senior vice president of external affairs at Inmarsat.

 

This information was relayed to Malaysian officials by 12 March, but Malaysia's government did not publicly acknowledge it until 15 March, according to the Wall Street Journal. Malaysia began to redirect the search effort that day, to focus on the areas the information described. However, some officials involved with the probe warned that the lost days and wasted resources could impede the investigation.

 

Meanwhile, Inmarsat's engineers carried out further analysis of the pings and came up with a much more detailed Doppler effect model for the northern and southern paths. By comparing these models with the trajectory of other aircraft on similar routes, they were able to establish an "extraordinary matching" between Inmarsat's predicted path to the south and the readings from other planes on that route.

 

"By yesterday they were able to definitively say that the plane had undoubtedly taken the southern route," said McLaughlin.

 

These pings from the satellite – along with assumptions about the plane’s speed – helped Australia and the US National Transportation Safety Board to narrow down the search area to just 3 per cent of the southern corridor on 18 March.

 

"We worked out where the last ping was, and we knew that the plane must have run out of fuel before the next automated ping, but we didn't know what speed the aircraft was flying at – we assumed about 450 knots," said McLaughlin. "We can’t know when the fuel actually ran out, we can’t know whether the plane plunged or glided, and we can’t know whether the plane at the end of the time in the air was flying more slowly because it was on fumes."

 

Inmarsat passed the relevant analysis to the UK Air Accidents Investigation Branch (AAIB) yesterday. The cause of the crash remains a mystery.

 

Fonte: http://www.telegraph.co.uk/technology/news/10719304/How-British-satellite-company-Inmarsat-tracked-down-MH370.html

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que vocês são muito céticos. Caiu e pronto, planos conspiratórias sobre terrorismo ou que tenha sido abatido, não passam de imaginação fértil.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em respeito às famílias das "prováveis" vítimas, passadas mais de duas semanas acho difícil que haja sobreviventes.

 

Entretanto, e como alento, concordo com todos daqui ... se não há provas factíveis, não se pode afirmar nada.

Como se diz, a esperança é a última que morre.

 

Outro erro do governo da Malásia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que vocês são muito céticos. Caiu e pronto, planos conspiratórias sobre terrorismo ou que tenha sido abatido, não passam de imaginação fértil.

Concordo sobre terrorismo e planos conspiratórios que do nada um avião desaparece, ainda mais em nosso tempo com um avião moderno como o 777 mapeado por vários sistemas e satélites. Bato em una tecla: acobertamento governamental.

Sabem que o avião caiu e onde. E o mundo hoje pensa mais em custos: O custo que se teria para resgatar as vitimas do fundo do mar e o custo do que pode ter motivado a queda torna inviável o seu descobrimento. Talvez não "encontrar" a aeronave seja "melhor para todos".

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou espantado com o desvio de rota. Eles voaram praticamente em sentido contrário. Sem pensar nas teorias conspiratórias, imagino um cenário onde a trip possa ter perdido a orientação, o que pode justificar o zigue-zague e o fato de voarem tão baixo. Ou seja, não foi para fugir de radar, mas sim para tentar buscar referências visuais.

 

E também pode justificar a perda dos localizadores. Uma pane generalizada poderia ter feito com que os equipamentos fossem se desligando aos poucos.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguem sabe o que a Lei diz sobre morte presumida naquelas banda?? No caso, sei que há uma lei no Brasil para isso, mas ela é diferente em cada pais?

Digamos que não achem os corpos, só alguns pedaços do avião. Agora será uma das piores partes para os familiares, enterrar ou fazer de conta que estao enterrando os seus entes queridos e se tratando de tramites e burocracias com o governo Malaio, creio que agora as familias irão penar mais do que já estão com essa falta toda de informação. Creio que agora começa a pior parte para as familias.

 

 

E o local onde acharam os vestigios não são aguas internacionais?

 

 

No Brasil, "A Lei de Registros Públicos destaca, em seu art. 88, algumas hipóteses em que o juiz pode justificar a morte de quem desapareceu em naufrágio, inundação, incêndio, terremoto ou qualquer outra catástrofe, exigindo para tal que se prove a presença do desaparecido no local do desastre e que não seja possível encontrar o cadáver. Essas são hipóteses de prova indireta da morte do indivíduo, suficiente para o assento do óbito em Registro Público."

 

Pensei nessa questão devido a parte agora de seguradoras, $$, etc que sempre dá confusão e sempre há aqueles "espertos" que querem tirar proveito da situação para lucrar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que vocês são muito céticos. Caiu e pronto, planos conspiratórias sobre terrorismo ou que tenha sido abatido, não passam de imaginação fértil.

 

Como fértil se o avião caiu num lugar totalmente diferente de onde deveria estar? É óbvio que alguma coisa errada aconteceu, não relacionada com a condição técnica da aeronave.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo sobre terrorismo e planos conspiratórios que do nada um avião desaparece, ainda mais em nosso tempo com um avião moderno como o 777 mapeado por vários sistemas e satélites. Bato em una tecla: acobertamento governamental.

Sabem que o avião caiu e onde. E o mundo hoje pensa mais em custos: O custo que se teria para resgatar as vitimas do fundo do mar e o custo do que pode ter motivado a queda torna inviável o seu descobrimento. Talvez não "encontrar" a aeronave seja "melhor para todos".

Existe sim um acobertamento por interesses políticos e comerciais, assim como aconteceu no Tam de Congonhas e com o Air France no Atlântico. Sobre a motivação de encontrar e tirar do fundo do mar, com os americanos na parada e o Mundo querendo saber o que aconteceu, não há nada que os Malaios possam fazer pra evitar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como fértil se o avião caiu num lugar totalmente diferente de onde deveria estar? É óbvio que alguma coisa errada aconteceu, não relacionada com a condição técnica da aeronave.

Se um dos pilotos tomou o controle da Aeronave e jogou no mar, não se trata de terrorismo. Mas quando me referi ao terrorismo nessa postagem, me referi as teorias de que o avião estava escondido no Irã, carregando com bombas e pronto pra explodir a arena de Recife.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Existe sim um acobertamento por interesses políticos e comerciais, assim como aconteceu no Tam de Congonhas e com o Air France no Atlântico. Sobre a motivação de encontrar e tirar do fundo do mar, com os americanos na parada e o Mundo querendo saber o que aconteceu, não há nada que os Malaios possam fazer pra evitar.

Aramarcos, cá entre nós.... Quem disse que os Americanos querem tirar o aviao do mar?

 

O 777 tem 3 Adirus ligados à GPS (triangulação). E só a Inmarsat pegou o ping, de um sistema a parte do de navegação? No total o 777 tem 2 receptores GPS, ou seja, no mínimo 6 satélites deveriam plotar onde o avião deu retorno!

 

Apenas complementanto, que a parte do Adiru (3) ainda há estes 2 GPS que citei.

Edited by xDavidx

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguem sabe o que a Lei diz sobre morte presumida naquelas banda?? No caso, sei que há uma lei no Brasil para isso, mas ela é diferente em cada pais?

Digamos que não achem os corpos, só alguns pedaços do avião. Agora será uma das piores partes para os familiares, enterrar ou fazer de conta que estao enterrando os seus entes queridos e se tratando de tramites e burocracias com o governo Malaio, creio que agora as familias irão penar mais do que já estão com essa falta toda de informação. Creio que agora começa a pior parte para as familias.

 

 

E o local onde acharam os vestigios não são aguas internacionais?

 

 

No Brasil, "A Lei de Registros Públicos destaca, em seu art. 88, algumas hipóteses em que o juiz pode justificar a morte de quem desapareceu em naufrágio, inundação, incêndio, terremoto ou qualquer outra catástrofe, exigindo para tal que se prove a presença do desaparecido no local do desastre e que não seja possível encontrar o cadáver. Essas são hipóteses de prova indireta da morte do indivíduo, suficiente para o assento do óbito em Registro Público."

 

Pensei nessa questão devido a parte agora de seguradoras, $$, etc que sempre dá confusão e sempre há aqueles "espertos" que querem tirar proveito da situação para lucrar.

 

 

Não tem haver com o tópico, mas faz certificar o que consta no artigo 88.. O acidente aéreo envolvendo p político Ulysses Guimarães... o corpo nunca foi encontrado...

Edited by RicardoRoda

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra mim, essas notícias que as fotos dos satélites mostram algo flutuando mas quando chegam lá não acham nada é porque estão investigando algo mais profundamente, especialmente a possível relação com terrorismo.

Continuando meu palpite: já confirmaram que o B777 caiu lá no sul do Oceano Índico mas devido o mistério do sumiço, vão querer terminar a investigação da vida pregressa da tripulação/pax para identificar a causa do desvio da rota. Se confirmarem logo de cara que acharam o avião em águas internacionais, teoricamente qualquer país pode mandar um navio para lá para buscar caixa-preta, resgatar avião, etc. Então é melhor falar que ainda não achou nada e deixar a investigação mais restrita a quem tem interesse em anti-terrorismo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que vocês são muito céticos. Caiu e pronto, planos conspiratórias sobre terrorismo ou que tenha sido abatido, não passam de imaginação fértil.

 

Aramarcos,

 

Concordo com você em parte. É aquele ditado: Sem corpo não há assassinato.

 

O grande embróglio agora será como definir que seguro pagará as indenizações. Será o da Boeing ou o da Malasya?

 

A verdade é que um acidente desse porte e dessa natureza pode vir até a falir uma companhia aérea. (vide Lockerbie e outros).

 

Literalmente bateram o martelo com uma análise por software. Pings serviram para comprovar a queda (pra mim ainda é inclonclusivo). Não conseguiram recuperar absolutamente NADA do avião. A área é uma das mais isoladas do mundo e, pra mim, somente algumas áreas do Pacífico se assemelham a isso.

 

Vc já pensou fazer um Rio-Belém só pra chegar na área de busca? É desse nível!

 

De qualquer forma, bateram esse martelo e oro para que os familiares consigam alguma paz. Infelizmente eles não terão o rito de passagem e de despedida dos parentes.

 

Alguém queria sumir... e sumiu!

 

Abraço,

 

Sydy

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Austrália vai recolher "nas próximas horas" dois objectos que podem ser do avião desaparecido

JORNAL PÚBLICO - Portugal.

24/03/2014 - 08:23

(actualizado às

10:16)

Chineses também encontraram, noutro local, dois grupos de objectos: dois "relativamente grandes" e "vários mais pequenos e brancos".

Equipas australianas preparam-se para recolher dois objectos à deriva no Sul do Oceano Índico que poderão pertencer ao avião das linhas aéreas da Malásia que desapareceu no dia 8 de Março. Pouco depois de o Governo australiano anunciar que tinha detectado os objectos, o primeiro-ministro da Malásia publicou no Twitter: "Recebemos uma chamada do primeiro-ministro australiano e dois objectos vão ser retirados nas próximas horas". Trata-se de um objecto de forma arredondada e de outro que parece ter a cor laranja. Na manhã desta segunda-feira, um avião chinês que participa nas buscas detectou vários objectos - distintos dos que os australianos encontraram - e foi anunciado que também estes podem pertencer ao aparelho que desapareceu a 8 de Março. A operação de aproximação a estes é, porém, muito complicada devido ao mau tempo na zona e à provável aproximação de um tufão. De acordo com a agência noticiosa chinesa, Xinhua, a equipa que participa nas buscas (juntamente com outras de vários países) detectou dois objectos "relativamente grandes" e "vários objectos mais pequenos e brancos" espalhados numa área de "vários" quilómetros.

A Autoridade de Segurança Marítima australiana (AMSA) foi notificada sobre esta informação e navios começaram a dirigir-se para o local. A China enviou um navio quebra-gelo. Estava previsto que dez aviões fossem enviados para a zona onde os objectos foram detectados, que fica a 2500 km a sudoeste da Austrália. No total, os navios e os aviões estão a procurar o avião ou o que restará dele numa área de 68.500 quilómetros quadrados. As buscas nesta zona do Índico começaram na semana passada, depois de a Austrália ter anunciado ter detectado nos seus dados de satélite dois objectos de grande dimensão, o maior dos quais cerca de 24 metros. Dados de satélite recolhidos pela França no fim-de-semana já tinhamreforçado a tese de que o avião se despenhara no Sul do Índico. Um sonar militar capaz de detectar sinais emitidos pelos localizadores das caixas negras a uma profundidade de até seis mil metros foi enviado para a zona das buscas pelo Pentágono. O voo MH370 que desapareceu a 8 de Março saíra de Kuala Lumpur, na Malásia, e tinha Pequim (China) como destino. Levava 239 pessoas a bordo (a maioria cidadãos chineses) e os investigadores estão convencidos de que alguém a bordo (e com capacidade para operar um Boeing 777) o desviou da sua rota. Todos os sistemas de comunicação foram intencionalmente desligados e o aparelho poderá ter voado a baixa altitude e fora do alcance dos radares.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E, aproveitando o tópico, hoje houve um problema com outra aeronave da Malaysia Airlines:

 

 

Avião da Malaysia Airlines faz pouso de emergência em Hong Kong

 

Gerador de energia do avião falhou, informou a companhia.

Os 271 passageiros a bordo foram realocados em voos de outras aéreas.

 

 

Um avião da Malaysia Airlines que saiu de Kuala Lumpur, na Malásia, com destino a Seul, na Coreia do Sul, fez um pouso de emergência em Hong Kong depois que um gerador falhou, segundo informações da AP.

O aeroporto de Hong Kong informou que bombeiros aguardavam a chegada do Airbus A330-300, que pousou sem incidentes pouco antes das 3h de segunda-feira no horário local.

Em comunicado, a Malaysia Airlines informou que o voo MH 066 foi desviado para a cidade no sul da China após o principal gerador de fornecimento de energia elétrica falhar. No entanto, a unidade auxiliar manteve o fornecimento de energia necessário.

A companhia afirmou que os 271 passageiros a bordo foram realocados em voos de outras aéreas.

 

 

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/aviao-da-malaysia-airlines-faz-pouso-de-emergencia-em-hong-kong.html

 

 

--------------------------------------

 

 

O governo malaio e a MH vão ficar loucos... :unsure: :unsure: :wacko: :wacko:

Edited by Diego Airways

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não querendo desmerecer ninguem, mas que ele caiu eu já sabia. Então por que esperar todos esses dias para dizer o que, na minha opiniao, era o obvio?

 

 

Sent from my iPad using Tapatalk HD

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como fica a questão do seguro,no meio disso tudo???

Pq ao meu ver,eles querem é dar um jeito de já garantir o recebimento do mesmo...dar uma pseudo satisfação aos familiares,fazer com quem parem as buscas..tudo numa tacada só...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa história está um tanto esquisita, semanas e semanas procurando e agora um sinal de satélite chegam a conclusão que o avião caiu e ponto final?

Hummm se chegarem com um ou outro pedaço do avião para mostrar para a imprensa eu já vou até desconfiar que não são da aeronave acidentada.... Eu só acreditarei se trouxerem partes significativas ou então vítimas, caso contrário para mim ainda ficará um ponto de interrogação no ar.

 

 

Abraços

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Credibilidade zero da Malásia
Nem a empresa como o Estado souberam gerenciar uma crise.

Vergonhosa a conduta do governo malaio, a disposição de dados e informações desencontradas e se quer claras e objetivas como visualizações de alvos em radar.

Parabéns a Austrália, caso realmente os objetos vistos pelo satélite sejam realmente do triplo 7 da Malaysia airlines.

Se existe um lado positivo nessa tragédia, como em outras na aviação podemos apontar duas inicialmente:
Novas black box na indústria e monitoramento mais minucioso ainda segundo a segundo da frota de uma empresa.

Edited by lichmann
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...