Jump to content

Ryanair perde um milhão de passageiros e a liderança dos aeroportos espanhóis


leelatim

Recommended Posts

Ryanair perde um milhão de passageiros

e a liderança dos aeroportos espanhóis

 

Presstur 21-04-2014 (10h58) A ultra low cost Ryanair teve uma quebra de 1,04 milhões de passageiros nos aeroportos espanhóis nos primeiros três meses, o que a fez perder a liderança dos aeroportos espanhóis para a low cost Vueling, do IAG, que teve um aumento de 780,2 mil embarques e desembarques, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pelo PressTUR.

A informação mostra a Vueling com 4,596 milhões de passageiros, mais 26,5 mil que a Ryanair (-18,6%, para 4,57 milhões), quando há um ano esta liderava com mais 1,797 milhões de passageiros que a espanhola.

A Air Europa, companhia do grupo Globalia, tem o segundo maior aumento de passageiros destes primeiros três meses de 2013, com mais 304,5 mil (+10,4%, para 3,234 milhões), distanciando-se mais da Iberia, que tem uma queda de 32,5 mil (-1,1%, para 32,5 mil), embora considerando o tráfego transportado pela sua low cost, a Iberia Express (1,2 milhões de passageiros, +3,2% ou mais 37,8 mil que há um ano), o grupo Iberia tenha um aumento pela margem mínima, em 0,1% (mais 5,3 mil), para 4,095 milhões, o que lhe dá o 3º lugar no ranking do movimento de passageiros nos aeroportos espanhóis no primeiro trimestre.

Depois da Iberia vem a easyJet, com 1,925 milhões de passageiros, também em quebra, de 34,5 mil ou -2%, para 1,925 milhões (menos 10,7 mil ou -0,5% quando incluídos os passageiros em voos da easyJet Switzerland, que teve um aumento de 27,8 mil ou +9,6%, para 317,5 mil).

Igualmente em quebras estiveram as outras duas companhias que se seguem no ranking, a Air Berlin, que tem a segunda maior quebra deste trimestre, em 313,1 mil passageiros (-16,7%, para 1,556 milhões), e a Air Nostrum, franchisada da Iberia para voos regionais, com menos 57,6 mil (-3,9%, para 1,415 milhões).

Segue-se a Iberia Express, com 1,2 milhões, e na 9ª posição está a low cost Norwegian, que é a companhia que tem o terceiro maior aumento de passageiros deste trimestre, com mais 298,4 mil (+46,4%, para 941,6 mil), e a fechar o Top10 está a Naysa, com 688,1 mil, em queda de 45,2 mil (-6,2%, para 688,1 mil).

No primeiro trimestre deste ano os aeroportos espanhóis tiveram um total de 35,118 milhões de embarques e desembarques, +1,8% ou mais 629,1 mil que no período homólogo de 2013, mas ainda 6,5% ou 2,445 milhões abaixo dos primeiros três meses de 2012.

Relativamente a esse primeiro trimestre (em que a Spanair que liderava em Barcelona ainda operou nos primeiros dois meses), a Vueling, que era a nº 3, tem um aumento de 23,9% ou 888 mil passageiros, enquanto a Ryanair, que era líder, tem uma queda de 22,9% ou 1,355 milhões.

A Iberia, por sua vez, perde 2,06 milhões de passageiros (-41,6%) e mesmo considerando o tráfego em voos este ano da sua low cost Iberia Express, que então ainda não existia, o grupo tem uma quebra de 17,3% ou 855,1 mil.

Já a Air Europa, que era a nº 4, tem um aumento em 11,5% ou 33,9 mil passageiros, e a Norwegian, que no início deste ano anunciou a abertura da sua sexta base em Espanha, em Barcelona que nesse ano era 16ª, mais que duplica (+115,9% ou mais 505,4 mil

Pelo contrário, em queda face ao primeiro trimestre de 2012 estão a easyJet, com -11,8% ou menos 258,5 mil, a Air Berlin, com -26,5% ou menos 562,1 mil, a Air Nostrum, com -32,8% ou menos 690,2 mil, e a Naysa, com -26,4% ou menos 246,9 mil.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade