Jump to content

Interessados podem solicitar vagas para voos executivos


jambock

Recommended Posts

Meus prezados:

 

Interessados podem solicitar vagas para voos executivos

Na prática, proprietário do jato executivo entra no site e solicita dia e hora, além do aeroporto onde pretende pousar

Começou o período de solicitação de vagas de pouso e decolagem (também chamado de slots) para os voos executivos durante a Copa do Mundo de 2014. Os pedidos são recebidos por um sistema, disponível no site do Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA).

 

Na prática, o proprietário do jato executivo entra no site e solicita o dia, a hora e o aeroporto onde pretende pousar. Consegue a vaga quem solicitar o slot primeiro. Caso as opções estejam ocupadas, serão oferecidos outros pátios para o avião estacionar ou até pernoitar.

Além destes 23 aeroportos coordenados pelo CGNA, outros 67 servirão de apoio durante o Mundial. Serão, ao todo, 3 mil vagas disponíveis para aviões executivos e comerciais distribuídas em 90 aeroportos brasileiros, o que representa 123% a mais em relação às 1.300 vagas utilizadas normalmente.

 

“O passageiro vai ser recebido na cidade do jogo, mas a aeronave deve atender ao nosso planejamento e pode ser que fique estacionado em outro local”, explicou o coordenador do Departamento de Gestão Aeroportuária, Rafael Faria.

O Coronel Freitas Lopes, do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), detalhou as regras e o mapeamento feito nos aeroportos aos representantes deste segmento da aviação em reunião realizada na Secretaria da Aviação Civil (SAC), em 24 de abril último. “Se ocuparmos todas as vagas disponíveis em um aeroporto, este aeroporto para. Para isso criamos os pátios de triagem, que têm tempo máximo de permanência, e permite o fluxo dos aviões”, explicou.

 

Segundo relatos de outros países que já sediaram Copa do Mundo, como África do Sul, em 2010, o CGNA definiu regras rígidas – de tempo e quantidade de vagas para as aeronaves de cada aeroporto – a serem obedecidas pelas empresas da aviação geral. Caso as regras não sejam cumpridas, a aeronave pode ser rebocada, o piloto corre o risco de perder a licença de vôo ou os proprietários podem ser obrigados a pagar multas altas. Confira aqui* mais informações sobre as regras.

Baseado em experiências vividas pela África do Sul, Reino Unido e Alemanha, são esperadas de 100 a 200 aeronaves privadas nos jogos de primeira fase. Nas eliminatórias, de 200 a 500 aeronaves. E, para final, entre 500 e 700 aeronaves.

Esse planejamento para solicitações de slots foi detalhado no Plano de Operações para a Copa do Mundo, lançado dia 15 de abril.

Fonte: Portal Brasil via CECOMSAER 15 maio 2014

* Aqui onde, cara-pálida?

Link to comment
Share on other sites

Nunca vi um proprietário entrar no slotômetro... kkkkkk

 

Se alguém souber de algum, pode prender que é uma "ave rara"! kkkkk

 

Abc,

 

Sydy

Link to comment
Share on other sites

Por sinal, o novo sistema de slots ficou uma bela bosta. A navegação é bem menos amigável e solicitar um slot está bem menos prático que antes.

 

O sistema antigo dá de 1000 a 0 nesse.

 

Passaram um dia inteiro com o sistema fora do ar, fizeram uma transição muito mal feita e aparece com esse novo sistema que é pior que o anterior.

 

Só no Brasil mesmo.

 

Já até mandei e-mail pro Decea reclamando e fazendo sugestões de melhoria. A esperança de levarem em consideração o que sugeri é mínima, mas ao menos fiz minha parte.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade