Jump to content
Sign in to follow this  
dudutbrito

Embraer KC-390

Recommended Posts

Meus prezados:

BAE Systems vai fornecer controles de voo para o KC-390

A BAE Systems foi selecionada pela fabricante de aviões Embraer e pela Força Aérea Brasileira para fornecer os sidesticks ativos integrantes dos controles de voo do cockpit para a aeronave de transporte militar KC-390. Em 2011, a BAE Systems foi escolhida para fornecer produtos eletrônicos de controle de vôo para a aeronave.

 

“Estamos muito satisfeitos que a Embraer Defesa e Segurança e a Força Aérea Brasileira tenham selecionado a nossa quinta geração de sidesticks ativos”, disse Ehtisham Siddiqui, vice-presidente e gerente geral de Soluções para aeronaves comerciais da BAE Systems. “Esta é uma vitória estratégica para a BAE Systems, e nos posiciona para fornecer uma solução de manches de controle para as aeronaves KC-390.”

 

O KC-390 é um jato com dois motores turbofan de peso médio, que pode ser reabastecido em vôo e utilizado para o reabastecimento em voo de outras aeronaves. Na semana passada, a Rockwell Collins foi selecionada para fornecer o seu DF-430 Direction Finder e rádios de alta freqüência HF-9000.

fonte: CAVOK, via CECOMSAER 5 abr 2012

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estimam para quando a conclusão do primeiro prototipo?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estimam para quando a conclusão do primeiro prototipo?

Segundo informações neste mesmo tópico, ocorrerá em 2014.
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados:

Novo jato traz desafios para Embraer

 

O desenvolvimento do jato de transporte militar KC-390, feito pela Embraer e 16 fornecedores principais, traz uma série de inovações tecnológicas que desafiam as áreas de desenvolvimento, manufatura e inovação desses parceiros, segundo o diretor do programa na Embraer, Paulo Gastão Silva.

 

 

Com capacidade para 20 toneladas de carga, o KC-390 vai substituir o Hércules C-130, em operação na Força Aérea Brasileira (FAB) desde a década de 60. A nova aeronave é um jato de transporte médio bimotor, que pode ser reabastecida ou abastecer outras aeronaves em pleno voo.

Com sistemas eletrônicos modernos, compatível com o equipamento de visão noturna, o KC-390 está sendo projetado para diversas missões, como lançamento de paraquedistas e carga, evacuação médica, transporte de carga paletizada, contêineres, tropas e veículos blindados.

O maior jato já feito pela Embraer, o 190, para 120 passageiros, tem uma asa de 92 metros quadrados. O KC-390, por sua vez, terá uma asa de 140 metros quadrados.

 

Essa diferença traz uma série de desafios novos para a companhia, tanto do ponto de vista de desenvolvimento de novas tecnologias de manufatura e automação, quanto da própria montagem do avião e da logística, explica Gastão.

Até mesmo a montagem da nova aeronave vai exigir grandes mudanças na área de manufatura em Gavião Peixoto (SP), onde está concentrada a montagem das aeronaves de defesa. A empresa, segundo o diretor, está construindo no local mais seis hangares para abrigar as áreas de montagem final.

 

Na parte de produto, Gastão diz que poderá ser conquistado um salto tecnológico com o KC-390, relacionado aos comandos elétricos de voo, cujos softwares serão feitos pela primeira vez dentro da Embraer. Conhecidos também como sistemas "fly by wire" [controle de voo por computador], os comandos de voo do KC-390 já foram aplicados com sucesso nos E-Jets da Embraer e, mais recentemente, nos jatos executivos Legacy 450 e Legacy 500, os primeiros a terem todas as superfícies de comandos de voo controladas digitalmente, de acordo com o executivo.

 

"No KC-390 estamos indo um pouco além, pois faremos toda a parte de integração de sistemas de comando de voo da aeronave e também do software", destaca o diretor do programa. A tecnologia que envolve as leis de controle do avião, que definem seu comportamento do ponto de vista dos comandos de voo, será desenvolvida e certificada pela Embraer.

Outra inovação que será incorporada no KC-390 diz respeito a um sistema de monitoramento da vida estrutural do avião. A manutenção preditiva da estrutura, segundo Gastão, permitirá a detecção de eventuais danos independentemente das inspeções periódicas.

 

Haverá ainda um monitoramento de prognóstico dos sistemas (hidráulico, combustível, elétrico), que fará alertas dos problemas antes de uma eventual pane.

A previsão da Embraer é que o KC-390 tenha algo em torno de 50 mil "part numbers" [lista de componentes], enquanto o jato civil 190 tem em torno de 44 mil. Estão envolvidos com o projeto na fábrica da Embraer, em São José dos Campos, atualmente, os três parceiros industriais do programa: a Ogma, de Portugal; a Fadea, da Argentina; e a Aero Vodochody, da República Tcheca. Os 16 fornecedores principais do KC-390 também trabalham juntos para definir a configuração do novo avião.

 

A escolha dos fornecedores foi feita em conjunto com a Aeronáutica, que também exigiu das empresas estrangeiras uma contrapartida, com obrigações de transferência de tecnologia em áreas de interesse da FAB e da indústria nacional, conforme está previsto na estratégia nacional de defesa.

As empresas brasileiras participam do desenvolvimento do KC-390 em algumas áreas consideradas estratégicas, como o trem de pouso, que será fornecido pela Eleb, subsidiária integral da Embraer, e a AEL Sistemas, de Porto Alegre, na parte do computador de missão do KC-390 e também dos sistemas de autoproteção, de contramedidas direcionais infravermelho e de orientação do piloto.

 

Na área de engenharia, a Embraer está trabalhando com a Akaer, de São José dos Campos. Segundo o presidente da empresa, Cesar Augusto da Silva, a Akaer foi a única indústria brasileira a participar da fase de conceituação do KC-390. "Ganhamos 17 dos 30 pacotes que foram oferecidos pela Embraer", disse o presidente da Akaer.

A empresa também desenvolveu a fuselagem central e traseira, assim como as asas e as portas principais do trem de pouso do Gripen NG, novo caça sueco produzido pela Saab. A Akaer foi a primeira empresa do hemisfério sul a participar de forma efetiva do desenvolvimento de um caça supersônico, que utiliza materiais avançados, como o carbono.

 

A maturidade tecnológica da empresa, segundo seu presidente, foi conquistada nos últimos 20 anos com a participação no desenvolvimento dos principais aviões da Embraer: família E-Jets e Super Tucano. "Somente para os jatos da família 170/190 dedicamos mais de 1,2 milhão de horas de serviços de alto valor agregado", explicou Augusto da Silva.

Segundo o executivo, a Akaer também negocia com vários parceiros estrangeiros da Embraer encarregados de fazer outras partes do avião.

 

Em 2011, a empresa faturou R$ 20 milhões, dos quais 50% vieram dos contratos com a Embraer e o restante de serviços de exportação para a sueca Saab, a belga Sonaca, que fornece partes da estrutura do jato executivo Legacy 500, da Embraer e de alguns trabalhos para a espanhola Aernnova.

A repórter viajou a convite da Embraer

fonte: Virgínia Silveira para o Valor Econômiuco, via CECOMSAER 11 abr 2012

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados:

Fadea fabricará el más grande avión de su historia para Brasil

 

Córdoba. La Fábrica Argentina de Aviones (FADEA) enviará las primeras piezas del avión Embraer KC390 a Brasil, en el marco de un convenio que convertirá a la Argentina en el principal proveedor de los brasileños. Las piezas se enviarán el próximo mes de julio y también se ampliaría la producción, según informó Jorge Castacneris, responsable del acuerdo con el país vecino.

 

Se espera además que, durante el segundo semestre del año próximo, salga el primer lote de seis nuevos aviones Pampa, de los cuarenta que se planean construir. Las autoridades de Fadea están sumamente expectantes por los alcances de esta iniciativa, que vincula a la fábrica ubicada en Córdoba con la tercera fabricantes de aviones en todo el mundo. En concreto, se construirá una aeronave de transporte mediano, propulsada por dos motores de reacción, y será la mayor que la compañía ha fabricado en toda su historia.

 

fonte: http://www.eldiariod...hp?id_noti=8739 11/06/2012 | 15:21

Esses argentinos...

Faz-me lembrar a primeira visita que fiz a usina de Itaipú e fui assistir a um filme no seu lado paraguaio. Parecia que o Paraguai (e o gen, Stroessner) havia construído Itaipú com algum auxílio do Brasil.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados:

 

Peças mineiras para Embraer

A Embraer abriu ontem o caminho para a indústria mineira se candidatar a fornecer peças e componentes para a fabricação da aeronave KC390, a maior a ser produzida pela empresa, para transporte militar, humanitário, de carga e de veículos de defesa. Representantes da companhia se reuniram na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), em Belo Horizonte, com empresários e executivos de pelo menos 15 empresas instaladas no interior mineiro.

As maiores oportunidades de fornecimento estão ligadas à usinagem de componentes, na avaliação do presidente do Conselho da Indústria de Defesa e Compras Governamentais da Fiemg, Marco Antônio Castello Branco.

Na conversa com os industriais e executivos mineiros, o gerente de estratégias de produtos da Embraer, Jairo Sotero, afirmou que o cenário é muito positivo para as empresas que desejarem investir no setor aeronáutico, em função da decisão do governo federal de reforçar a nacionalização de peças e componentes.

Os fornecedores nacionais da Embraer estão concentrados em São Paulo.

A indústria brasileira aeroespacial faturou cerca de US$ 7 bilhões no ano passado, dos quais 15% apurados no Brasil, de acordo com a Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB). O presidente da instituição, Walter Bartels, que participou do encontro na Fiemg, destacou que a participação brasileira girava em torno de 5% da receita total no começo da década. "A estratégia nacional de defesa (lançada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estimula não só o setor como o desenvolvimento do país, mas o caminho para chegarmos lá ainda é longo", afirmou.

 

 

fonte: Diário de MInas, via CECOMSAER 15 jun 2012

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados:

KC-390 - BOEING e EMBRAER assinam acordo de cooperação para o programa KC-390

 

São Paulo, Brasil, 26 de junho de 2012 – BOEING Company e EMBRAER assinaram hoje um acordo de cooperação para o programa KC-390. O acordo prevê o compartilhamento de conhecimentos técnicos específicos e a avaliação conjunta de mercados onde poderão estabelecer estratégias de vendas no segmento de aeronaves de transporte militar de médio porte.

 

“A BOEING tem grande experiência em aeronaves militares de transporte e reabastecimento em voo, assim como profundo conhecimento de clientes potenciais para o KC-390, em especial nos mercados que não foram incluídos no nosso plano de marketing original”, disse Luiz Carlos Aguiar, Presidente e CEO da EMBRAER Defesa e Segurança. “Este acordo reforçará a posição de destaque do KC-390 no mercado global de transporte militar.”

 

A cooperação para o programa KC-390 é parte de um amplo acordo assinado pela BOEING e pela EMBRAER em abril deste ano, quando as empresas anunciaram cooperação em diversas áreas, incluindo funcionalidades para aeronaves comerciais que aumentem sua segurança e eficiência, pesquisa e tecnologia, bem como bio-combustíveis sustentáveis para aviação. BOEING e EMBRAER vão analisar, em conjunto, o mercado de aeronaves militares de transporte de médio porte e possíveis parcerias comerciais.

 

Essa análise de mercado incluirá potenciais clientes que não haviam sido considerados nas projeções iniciais de mercado para o KC-390. “A EMBRAER é uma líder global em inovação e ambos reconhecemos o valor de trabalhar em parceria para fornecer soluções acessíveis e de alta qualidade para os nossos clientes”, disse Dennis Muilenburg, Presidente e CEO da BOEING Defense, Space & Security.

“Essa colaboração combina a comprovada excelência da Boeing em aeronaves de transporte militar com as realizações do KC-390 da EMBRAER, de forma a avançar ainda mais com esta aeronave altamente capacitada.”

 

O KC-390 é um projeto da Força Aérea Brasileira, para o qual a Embraer foi contratada para desenvolver a aeronave, em abril de 2009. Trata-se do maior avião a ser produzido pela indústria aeroespacial brasileira e estabelecerá novos padrões para aeronaves de transporte militar de médio porte em termos de desempenho, capacidade de carga, flexibilidade e custos de operação.

 

A BOEING mantém uma sólida e longa parceria com o Brasil, por mais de 80 anos, que teve início com a entrega dos primeiros caças F4B-4 para o Governo Brasileiro, em 1932, e fornece aeronaves comerciais para empresas aéreas brasileiras desde 1960. A BOEING inaugurou seu escritório em São Paulo em outubro de 2011.

fonte: Defesanet, 26 jun 2012

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

SÃO PAULO (Reuters) - A Boeing dará suporte comercial para a venda do avião de transporte militar KC-390 da Embraer, ampliando o mercado potencial da aeronave e garantindo que a fabricante brasileira dispute potenciais contratos em países como os Estados Unidos.

 

As companhias firmaram um acordo de parceria anunciado nesta terça-feira, que pode tornar o cargueiro um avião complementar no conjunto de produtos da companhia norte-americana, afirmou o presidente-executivo da divisão de defesa e espaço da Boeing, Dennis Muilenburg.

 

A aliança envolve o compartilhamento de conhecimentos técnicos e as empresas vão avaliar possíveis parcerias na comercialização do cargueiro.

 

O presidente-executivo da área de defesa da fabricante brasileira de aviões, Luiz Carlos Aguiar, comentou que no estudo inicial do KC-390 a Embraer não considerava a venda para alguns mercados ocupados por fabricantes de aviões similares, como Estados Unidos, Rússia, Canadá e Índia. Após a parceria, a empresa poderá, eventualmente, ingressar com o modelo nesses mercados, com o apoio comercial da Boeing.

 

"Não estamos aqui escolhendo parceiro de risco ou fornecedor, é simplesmente uma colaboração técnica de uma empresa líder que já passou por várias experiências de uma aeronave não do mesmo segmento, mas também de transporte militar... é colaboração, é contato", disse Aguiar a jornalistas.

A Embraer está desenvolvendo o KC-390, jato de transporte militar e reabastecimento, sob contrato com a Força Aérea Brasileira (FAB), que tem aprovação final sobre a seleção dos sistemas da aeronave considerados de interesse estratégico, como propulsão, aviônica, missão, autoproteção, manuseio e lançamento de cargas, entre outros.

(Por Cesar Bianconi)

 

Navegador.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ultimamente a Embraer tem estreitado laços com a Boeing em diversos memorandos né.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não seria uma má ideia a Embraer ser uma divisão dos regionais e executivos da Boeing numa fusão futura... quem sabe né?!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aaaaaaaaah mas aí tem coisa por trás.

Um projeto atrasado que pula de governo para governo, vocês sabem qual é.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

esse acordo é 99% politico, mas o KC-390 é uma otima aeronave para os EUA.

Espero que esse 1% tecnico façam muita diferença!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Li em algum lugar que a Embraer tava apanhando pra acertar a porta traseira do KC-390.

 

Se for verdade, a Boeing pode dar uma mãozinha nessa área.

Share this post


Link to post
Share on other sites

talvez digo uma bobagem , mas essa parceria nao ta' cheirando à futura compra da EMBRAER por parte da BOEING ??

 

sabemos todos que essa ultima ja' tirou alguma(s) casa(s) do jogo, comprando-a(s)......

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Governo não possue ainda aquele esquema de veto quando necessário? Acho meio dificil venda.

Share this post


Link to post
Share on other sites

talvez digo uma bobagem , mas essa parceria nao ta' cheirando à futura compra da EMBRAER por parte da BOEING ??

 

sabemos todos que essa ultima ja' tirou alguma(s) casa(s) do jogo, comprando-a(s)......

 

Colega, de onde tirou isso ?

Nem a Embraer está à venda,tampouco a Boeing interessada em comprar.

Escala de produtos completamente diferentes ...

Sem considerar os interesses do nosso governo ( e bem lembrado logo aí acima .... )

 

Moderação, a propósito, o que este tópico faz aqui em AVIAÇÃO CIVIL ?

Já existe um aberto aqui ... http://forum.contatoradar.com.br/index.php/topic/50715-embraer-kc-390/page__pid__915375__st__100?do=findComment&comment=915375

Sugiro mesclar ou remover .... grato ....

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

vixe...vai ser uma mistura de Scania com Volvo

 

E diga-se de passagem que conheço um excelente caminhoneiro pra pilotar esse ai.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

E diga-se de passagem que conheço um excelente caminhoneiro pra pilotar esse ai.

 

:coolface:

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Projeto do avião KC-390 realiza ensaios em túnel de vento na Holanda

 

Copac-acompanha-ensaio-de-t%C3%BAnel-de-vento-KC-390-na-Holanda-foto-via-FAB-580x386.jpg

 

Uma equipe da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC) acompanhou (05/07) a realização de ensaio no túnel de vento subsônico com a aeronave KC-390, em Marknesse, Holanda. A campanha de ensaios tem como objetivo identificar as características aerodinâmicas da aeronave em condições críticas de voo subsônico, utilizando técnicas de medição de última geração, baseadas em varredura laser de alta definição.

 

O KC-390 é o primeiro projeto aeronáutico brasileiro a ser ensaiado no túnel de vento DNW, um dos maiores e mais modernos do mundo. Engenheiros e técnicos da Embraer trabalham conjuntamente com a equipe residente do túnel, em ambiente colaborativo e inovador, gerando resultados essenciais para a continuidade do projeto.

 

O modelo da aeronave KC-390, especialmente projetado para as campanhas de ensaio na Holanda, é o maior e mais sofisticado já construído pela Embraer, com cerca de cinco metros de comprimento, cinco de envergadura e amplamente instrumentado. Possui superfícies aerodinâmicas móveis e permite a abertura da porta/rampa de carga, bem como a extensão das mangueiras para reabastecimento em voo.

 

Com estas funcionalidades, é possível realizar uma investigação detalhada da esteira aerodinâmica e da turbulência gerada pela aeronave em condições críticas de voo. Os resultados permitirão confirmar a adequação das soluções de projeto, garantindo a realização segura de missões de reabastecimento em voo de aeronaves de caça e helicópteros, salto de paraquedistas e lançamento de cargas em voo. Serão realizadas, ainda, medições do nível de ruído gerado pelo KC-390 em regimes de pouso e decolagem, importante item para a certificação civil da aeronave.

 

http://www.youtube.com/watch?v=9j6sY4QsHOQ

 

Fonte: FAB, via Poder Aéreo

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Temos a tendência de valorizarmos o que é importado, o que é de fora. O desenvolvimento e a utilização deste avião ajudará a criarmos diversos empregos em nosso país, o nível de nossa indústria aeronáutica está em 3º lugar no planeta (EMBRAER).

É só atentar para a carteira de vendas da EMBRAER com seus E-JETS e a vontade do governo americano em comprar os A-29, mesmo querendo linkar a transação aos FX-2 (F-18).

Edited by *U2*
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Projeto do avião KC-390 realiza ensaios em túnel de vento na Holanda

 

Copac-acompanha-ensaio-de-t%C3%BAnel-de-vento-KC-390-na-Holanda-foto-via-FAB-580x386.jpg

 

Uma equipe da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC) acompanhou (05/07) a realização de ensaio no túnel de vento subsônico com a aeronave KC-390, em Marknesse, Holanda. A campanha de ensaios tem como objetivo identificar as características aerodinâmicas da aeronave em condições críticas de voo subsônico, utilizando técnicas de medição de última geração, baseadas em varredura laser de alta definição.

 

O KC-390 é o primeiro projeto aeronáutico brasileiro a ser ensaiado no túnel de vento DNW, um dos maiores e mais modernos do mundo. Engenheiros e técnicos da Embraer trabalham conjuntamente com a equipe residente do túnel, em ambiente colaborativo e inovador, gerando resultados essenciais para a continuidade do projeto.

 

O modelo da aeronave KC-390, especialmente projetado para as campanhas de ensaio na Holanda, é o maior e mais sofisticado já construído pela Embraer, com cerca de cinco metros de comprimento, cinco de envergadura e amplamente instrumentado. Possui superfícies aerodinâmicas móveis e permite a abertura da porta/rampa de carga, bem como a extensão das mangueiras para reabastecimento em voo.

 

Com estas funcionalidades, é possível realizar uma investigação detalhada da esteira aerodinâmica e da turbulência gerada pela aeronave em condições críticas de voo. Os resultados permitirão confirmar a adequação das soluções de projeto, garantindo a realização segura de missões de reabastecimento em voo de aeronaves de caça e helicópteros, salto de paraquedistas e lançamento de cargas em voo. Serão realizadas, ainda, medições do nível de ruído gerado pelo KC-390 em regimes de pouso e decolagem, importante item para a certificação civil da aeronave.

 

http://www.youtube.com/watch?v=9j6sY4QsHOQ

 

Fonte: FAB, via Poder Aéreo

 

Pow, curti demais o vídeo! Acho que alguém da Embraer, poderia tirar minha dúvida... Gostaria de saber qual o software usado para projetar aquelas estruturas em 3D para em seguida passar pela pelo processo de usinagem... Quais softwares são usados para o projeto do design ?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados:

Com minhas homenagens ao DEL:

 

oxygino_kc-390_04_wallpaper.jpg

 

oxygino_kc-390_01_.jpg

 

oxygino_kc-390_guarani.jpg

 

oxygino_kc-390_02.jpg

  • Like 11

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...