Jump to content

The First Italian Airline to Fly the 787 Will Be...


Recommended Posts

http://www.jaunted.com/story/2014/5/20/ ... +Will+Be...

May 20, 2014 at 9:50 AM | by kjb |

rsz_neos787.jpg

If you’re looking to catch a ride to Italy aboard a Boeing 787—you’re in luck—as a carrier from the country has signed on to lease a few of the new airplanes. The only catch is that you have probably never heard of the airline that plans to take these Dreamliner aircraft into the skies, or at least that was the case when we learned of things.

Neos is based over in Italy, and when it comes to a home base they operate many of their flights out of Milan-Malpensa. Most of their flights are geared towards the leisure market, so don’t expect nonstop flights New York or Chicago. Flights to the Caribbean, Middle East, and across the Mediterranean are some of their usual offerings.

Anyway the carrier just recently signed the paperwork and what not, as they intend to lease two new Boeing 787s. This will make them the first carrier over in Italy to do so, and we can only guess that Alitalia made some sort of sad face in response.

New routes haven’t been revealed as of yet, but there’s still plenty of time to figure things out. It sounds like Neos won’t get the planes until some time in 2018.

[Photo: Boeing]

Link to comment
Share on other sites

A NEOS é, provavelmente, a cia aérea italiana mais bem estruturada. Na onda de fusões, foi uma das poucas que não comprou ou não foi comprada. A lembrar que a Livingston fechou (e um tempo depois renasceu), a Eurofly foi comprada pela Meridiana, que posteriormente comprou a Air Italy, e a AirOne foi absorvida pela Alitalia. A Neos e a Blue Panorama foram as únicas que não se envolveram em qualquer tipo de fusão, apesar da BPA não estar muito bem de saúde. No final sobra a Neos, firme, forte e encomendando B788 para substituir seus 2 B763. Além deles, ela também opera 6 B738.

Link to comment
Share on other sites

A NEOS é, provavelmente, a cia aérea italiana mais bem estruturada. Na onda de fusões, foi uma das poucas que não comprou ou não foi comprada. A lembrar que a Livingston fechou (e um tempo depois renasceu), a Eurofly foi comprada pela Meridiana, que posteriormente comprou a Air Italy, e a AirOne foi absorvida pela Alitalia. A Neos e a Blue Panorama foram as únicas que não se envolveram em qualquer tipo de fusão, apesar da BPA não estar muito bem de saúde. No final sobra a Neos, firme, forte e encomendando B788 para substituir seus 2 B763. Além deles, ela também opera 6 B738.

Lembrando que parte da Neos pertence ao grupo TUI, que é dono da Thomsom, Jetairfly e Arkefly que já operam o 787.

Link to comment
Share on other sites

A NEOS não faz parte o grupo TUI AG, que vendeu suas ações para a holding da família Agnelli, donos da FIAT.

 

Pode ser que eles tem acordos de franchising com a TUI, ou simplesmente mantiveram a pintura como a Copa/Continental-United.

Link to comment
Share on other sites

Jetairfly e Arke ainda não operam o 787, apenas a Thomson.

A Jetairfly já opera sim, só a Arkefly que ainda não recebeu.

 

http://www.airliners.net/photo/Jetairfly-(TUI-Airlines/Boeing-787-8-Dreamliner/2442818/&sid=66fe6e3fa45aab29445c8792cf68f292

 

E não sabia que a TUI AG vendeu a parte dela na Neos.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade