Jump to content

TAP Reforça Caracas – Haverá Voo Diário De Portugal Para Venezuela Neste Verão


José Geraldo

Recommended Posts

Bom dia, pessoal.

 

Enquanto várias cias cancelam operações para CCS, a TAP implanta mais um voo, ou seja, age com oportunidade.

 

"Depois das saídas e das reduções de voos por parte de algumas companhias internacionais na rota de Venezuela, a TAP ponderou o seu futuro na linha e obteve algumas garantias de que no caso da companhia portuguesa poderá haver complacência das autoridades de Venezuela, quanto à exportação para Portugal das divisas obtidas nas vendas de passagens aéreas, com taxas satisfatórias e por um processo mais célere do que tem acontecido até agora. Por isso a TAP decidiu continuar a voar para Caracas e passará o número de frequências de três por semana para um voo diário na alta do Verão, com partidas de Lisboa, Porto e Madeira. Mais um do que em 2013, em cujo Verão teve seis viagens de ida e volta.

Fontes ligadas ao processo, que lidam com os processos de intercâmbio e de cooperação entre os dois países, explicaram ao ‘NewsAvia’ que no meio de um certo descontrolo económico que se vive hoje em Venezuela o Governo Bolivariano liderado por Nicolas Maduro tem uma grande consideração pelo Governo Português e pelas empresas lusitanas que garantem a continuidade da execução de diversos projectos e empreendimentos públicos em Venezuela, que nos últimos três anos quase atingem 10 mil milhões de dólares norte-americanos de receita para os cofres de Lisboa.

Por outro existe na Venezuela uma imensa colónia portuguesa que juntamente com descendentes e familiares está avaliada em cerca de um milhão e 200 mil pessoas, cujo contributo para a economia do País é também importante, dado que os portugueses e luso-descendentes, de uma forma geral, estão relacionados com actividades vitais para a economia em Venezuela, se bem que, no global, sejam pessoas que vivam uma situação sócio-política muito difícil, face ao clima de grande conflituosidade que se observa nos principais estados da nação bolivariana.

A notícia do reforço dos voos da TAP para Caracas foi divulgada ao fim da noite de ontem, quinta-feira, através de um despacho da agência noticiosa TAP, em Lisboa. Assim, a companhia portuguesa irá passar, progressivamente, de três para sete voos semanais durante a próxima época alta de Verão.

“Vamos aumentar a frequência, dentro do planeamento normal que já tínhamos para este ano, passando de três para quatro voos a partir de 1 de Junho, de quatro para cinco a partir de 1 de Julho, de cinco para seis a partir de 7 de Julho e a partir de 11 de Julho efectuaremos um voo diário até 30 de Setembro”, disse a fonte da TAP à Lusa.

A mesma fonte precisou que, a partir de 1 Junho, haverá voos às terças, quartas, sábados e domingos e em Julho passará também a haver às sextas-feiras, depois às segundas-feiras e depois todos os dias.

“Já está publicado, os agentes têm conhecimento, estão abertas as vendas, não há restrição nenhuma. No planeamento para este ano, a diferença relativamente ao ano passado é que vamos ter um voo diário, que não tínhamos, portanto há um aumento de capacidade efectiva”, frisou.

Por outro lado, precisou que a taxa de ocupação dos voos da TAP entre Portugal e a Venezuela para os próximos meses ronda os 100% e que “os voos estão garantidos”.

Sobre o anúncio do Governo venezuelano de alteração da cotação do bolívar com relação ao solar, explicou que “houve alarme nos primeiros dois dias após a saída das notícias, com muita gente a ligar e a aparecer, mas depois normalizou-se”. “No nosso caso, já temos os voos praticamente todos reservados neste período de alta procura dos nossos clientes. A comunidade portuguesa já reserva com antecedência bastante grande, de seis, sete e oito meses”, disse.

Sobre as dificuldades das linhas aéreas para efectuar o repatriamento de capitais correspondentes à venda de bilhetes (na sequência do controlo cambial em vigor, que impede a livre obtenção de moeda estrangeira no país), a mesma fonte mostrou-se esperançada numa pronta normalização da situação.

Nos últimos dois anos a rota Portugal-Venezuela foi considerada por responsáveis da TAP, incluindo o seu presidente, como uma das mais rentáveis da companhia."

Fonte:http://www.newsavia.com/tap-cede-a-caracas-havera-voo-diario-de-portugal-para-venezuela-neste-verao/

Link to comment
Share on other sites

Que seja sucesso, mas confiar naquele governo me parece bastante temerário. Devem naturalmente saber bem o que estão fazendo.

Link to comment
Share on other sites

E olha que a TAP foi uma das que reduziu a qtde de voos para CCS. Manteve apenas 1 freq semanal para OPO, LIS e FNC.

Com a saída da AZA, a TAP pode ser a melhor opção para os italianos e venezuelanos.

Link to comment
Share on other sites

Com a saída da AZA, a TAP pode ser a melhor opção para os italianos e venezuelanos.

 

Independente dela voar com 50 ou 100% é garantir o retorno do dinheiro.

Link to comment
Share on other sites

A TAP está protegida pela agenda política entre os dois governos, proteção que já existe há muitos anos desde o governo do primeiro Ministro José Socrates.

 

A TAP dificilmente iria deixar de aproveitar uma das mais rentáveis rotas da sua malha.

Abraço

Link to comment
Share on other sites

A TAP está protegida pela agenda política entre os dois governos, proteção que já existe há muitos anos desde o governo do primeiro Ministro José Socrates.

 

A TAP dificilmente iria deixar de aproveitar uma das mais rentáveis rotas da sua malha.

Abraço

Qual seria esta agenda política?

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade