Jump to content

Tam Fidelidade triplica pontuação em voos diversos


leelatim

Recommended Posts

Tam Fidelidade triplica pontuação em voos diversos

 

O Tam Fidelidade anunciou promoção por meio da qual triplica a pontuação de voos nacionais efetuados até 13 de julho e duplica a de viagens em classe executiva em voos de São Paulo para América do Norte e Buenos Aires, até 31 de julho.

 

O programa informa que os pontos bônus serão creditados até 30 dias após o voo, desde que o cliente informe o número Tam Fidelidade no momento da reserva ou no check-in. Todas as demais regras e condições do Programa Tam Fidelidade permanecem inalteradas, diz comunicado do programa.

Link to comment
Share on other sites

Guest maperrin2

Para quem conhece a "nova" Classe Executiva da TAM, triplicar pontos não resolve nada: vai continuar bem pior do que muitas Y por ai. Para quem conhece os lounges da AA nos USA, agora utilizados pela TAM ( vinho, muito ruim en passant, por ex. é pago) tão pouco será incentivado a voar nesta sub-Classe Executiva que somente tem o nome; pois serviço, amabilidade, comida decente, etc.......o passageiro encontrará agora na concorrência. Que saudades da Star Alliance.

Link to comment
Share on other sites

Para quem conhece a "nova" Classe Executiva da TAM, triplicar pontos não resolve nada: vai continuar bem pior do que muitas Y por ai. Para quem conhece os lounges da AA nos USA, agora utilizados pela TAM ( vinho, muito ruim en passant, por ex. é pago) tão pouco será incentivado a voar nesta sub-Classe Executiva que somente tem o nome; pois serviço, amabilidade, comida decente, etc.......o passageiro encontrará agora na concorrência. Que saudades da Star Alliance.

Desculpe,mas a nova classe executiva da Tam ainda nem sequer foi implantada,ocorrerá a partir de 2015 e a nova sala Vip Latam noT3 será inaugurada apenas em outubro,já o novo serviço de bordo internacional da Tam,tanto na classe Y e na C será implantado apenas em novembro,ou seja por hora ainda não tem o que ser avaliado pois sequer foi implantado

Link to comment
Share on other sites

Guest maperrin2

Posso avaliar, sim, pois eu viajei nela 3 semanas atraz, como passageiro. E voce ? . A decadência era visível, a revolta dos passageiros generalizada. Houve mudanças no sentido de poupar $$$ e as tripulações estão desmotivadas. Pode consultar o site da SKYTRAX e terá uma idea. Agora, por acaso, vc trabalha na TAM ou para TAM ?

Link to comment
Share on other sites

 

TAM Fidelidade triplica pontuação durante a Copa do Mundo 2014

A partir de agora, os seus voos com a companhia aérea TAM podem valer até o triplo de pontos.

O programa de milhagens da empresa brasileira anunciou uma promoção que multiplica em até 3 vezes o valor da sua pontuação de voos nacionais.

A promoção vai acontecer em paralelo com a Copa do Mundo de 2014. Portanto, as suas pontuações podem triplicar até o dia 13 de julho, final do campeonato.

Para os voos internacionais, a TAM Fidelidade vai duplicar os pontos da classe executiva em voos de São Paulo com destino a Buenos Aires e América do Norte.

No caso das milhas internacionais, a promoção vai durar até dia 31 de julho.

air320-tam-e1403103205773.jpg

Como multiplicar meus pontos?

De acordo com a promoção, os bônus serão válidos para todos os clientes da TAM Fidelidade que informarem o número do programa no momento da reserva ou check-in.

Dessa maneira, os pontos duplicados ou triplicados serão creditados em até 30 dias após a viagem.

O programa ainda reforçara que todas as outras regras para usufruir da TAM Fidelidade continuam intactas e válidas.

Vale lembrar que a companhia aérea TAM faz parte da Aliança OneWord. Com isso, os voos da LAN e companhias aéreas associadas também são disponíveis para resgatar os pontos para o programa TAM Fidelidade.

Saiba mais no site do programa TAM Fidelidade. Conheça também o nossoGuia de Companhias Aéreas e conheça todas as informações sobre a TAM. Boa viagem!

tam.jpg

 

Link to comment
Share on other sites

In-Flight: JFK to Rio de Janeiro in TAM’s New Business Class

 

IMGP2176-1024x680.jpg

 

Reported en route to Rio de Janeiro by Seth Miller, “The Wandering Aramean”. Follow him on Twitter @WanderngAramean

Flights between the United States and Brazil on TAM Airlines are hardly a new development; the airline has been flying from its home bases in Sao Paulo and Rio de Janeiro to various US gateways for more than 15 years. Recent updates to their longhaul fleet, however, make the trips between New York City’s JFK airport and Rio de Janeiro a rather more pleasant experience. Less than a year ago word was that TAM was going to be retiring the 767-300ER planes from their fleet. Today those same planes remain in service and, thanks to recent updates to the interiors, they offer a much more pleasant passenger experience. The new configuration is currently used for the flights between JFK and Rio de Janeiro/Galeão (GIG). The Miami – Rio de Janeiro/Galeão and Miami – Manaus flights will begin operating with this plane starting in September. The Miami – Belo Horizonte/Confins and Miami – Brasília routes will offer this plane starting in November. As part of my trip to test out the new configuration I flew one way in the new business class beds and the other in Espaço +, TAM’s version of increased legroom seats in the economy cabin. This is part one of the report, covering the flight from JFK to Rio in business class. Part covering Espaço + will post in a few days. Airfare and lodging for this trip was provided by TAM Airlines.

IMG-20130813-01084_thumb.jpg

The southbound trip started with a minor hiccup: the ground staff at JFK were in a training course which ran long, leading to check-in opening a bit late and queue rather longer than expected. Fortunately the crew was able to clear the lines quickly and get passengers through in to terminal or, in my case, the lounge thanks to flying in business class. TAM uses the American Airlines Admirals Club at JFK, plus coupons for two free premium drinks. I took advantage of the showers at the lounge plus the drink coupons and before long it was time to board “The Magic Red Carpet” and head to Rio.

767-300ER-LHR_GIG-4-620x780.jpg

During the boarding process we were offered drinks as well as ramekins of nuts to snack on prior to the departure. I alternated between snacking and bouncing around the cabin to get photos of the new seats and play with the controls. The new seats, made by Contour, are arranged in a 2-2-2 layout and recline to a flat bed. Also, even when fully reclined your feet are still “out” in the cabin, not in a cubby hole under the seat in front of you. The bed length is just over 6 feet (at 5’ 11” I could fit but stretch to touch the ends). While the photo above shows a slight angle in the seats TAM is saying that they are a fully-flat model, the same as on the LAN 767s in business class (The Points Guy agrees that those are full flat). As of press time we’re having trouble getting back on board to confirm that; we’ll keep trying. Either way, I found the seats to be quite comfortable and I managed to sleep well during the flight.

767-300ER-LHR_GIG-2-620x465.jpg

also spent a bit of time examining the amenity kit offered to us. It was a good range of products and, while not a brand I recognized the product quality was just fine for my needs.Here’s another review from Darren at Frequently Flying; he’s more in to that sort of thing than I am.

IMG_9512_thumb.jpg

The new IFE system on-board managed to keep me entertained for the portions of the flight where I was awake without any troubles. The screens are large and bright, making for easy viewing even when mostly reclined in the seat. More importantly, the breadth of the movie selection was excellent, offering up options to suit most tastes. There were scores of films available ranging from the classics (I watched “Casablanca” over dinner) to more recent releases. There were also a number of cartoons available (“Finding Nemo” and “The Incredibles” are two titles I remember) to keep kids (of all ages) happy in flight. Beyond the movies there are a number of music channels, including several dedicated to Brazilian artists. One of the other travelers on the trip mentioned how much she enjoyed the music options.

IMG-20130813-01086_thumb.jpg

here was a bit of light turbulence for the first 30 minutes or so of the flight but once that passed the flight attendants were up in the cabin, offering up drinks and dinner. Given that we were headed to Rio, home of the Caipirinha, there was not much doubt about what I’d be having to drink with my appetizers. I also managed to get both the duck and the shrimp summer roll appetizers even though I was supposed to choose only one. The duck was quite a bit better though the shrimp wasn’t bad, just a bit dry and no sauce/dip for it.

IMGP2226_thumb.jpg

For my main course I had the steak and, while a bit over-cooked for my tastes, it was still tender and tasty.

IMGP2233_thumb.jpg

Ice cream was offered for dessert in the form of a Hagen-Daaz single-serving cup; no sundaes on this flight.

After dessert I put the seat into full recline mode and dozed off to sleep, waking up for breakfast before the descent into Rio. Breakfast was a multi-course affair, starting with sliced meats, fresh fruit and a croissant. The number of options for jams with the pastries was impressive. I think I ended up with guava and strawberry (the latter because I asked about it and the FA went and fetched it for me from the galley).

IMGP2238_thumb.jpg

IMGP2241_thumb.jpg

Compared to the competition the new seat is a huge improvement. American Airlines is the only direct competition in the markets and the new LATAM business class is a marked upgrade from what American offers today. American will also be upgrading their 763s starting in 2014to a reverse herringbone seat layout but without an integrated IFE option, relying on portable devices instead.

The new business class seat is very comfortable and the service on board was warm and efficient. The flight attendants were friendly and willing to go along with my requests for an extra appetizer or a different jam than what they had out for the regular service. And the selection on the AVOD IFE system was impressive, more than enough to keep me entertained throughout the trip. The seat is a bit short, and I still have some concern about getting into the fully flat position, but the layout without a foot “cubby” is a nice one and overall I found it a very pleasant flight.

By Seth Miller

Link to comment
Share on other sites

Loads da rota USA - GIG estão acima de 90% de forma contínua ao longo de 2014.

 

O produto oferecido pela TAM esta acima das concorrentes diretos na rota BR -USA.

Link to comment
Share on other sites

Loads da rota USA - GIG estão acima de 90% de forma contínua ao longo de 2014.

 

O produto oferecido pela TAM esta acima das concorrentes diretos na rota BR -USA.

 

So no GIG. em GRU ela compete com os 767 staggered da DL, os novíssimos 77W da AA e as poltronas full flat bad da United em todas as rotas.

Link to comment
Share on other sites

So no GIG. em GRU ela compete com os 767 staggered da DL, os novíssimos 77W da AA e as poltronas full flat bad da United em todas as rotas.

Mas em Gru estarão ainda a reformar a C dos B777 para full flat bem como mudanças significativas no serviço de bordo,porém apenas a partir de novembro,sendo que os últimos B777 reformados serão devolvidos para a Tam entre agosto e setembro de 2015

Link to comment
Share on other sites

Mas em Gru estarão ainda a reformar a C dos B777 para full flat bem como mudanças significativas no serviço de bordo,porém apenas a partir de novembro,sendo que os últimos B777 reformados serão devolvidos para a Tam entre agosto e setembro de 2015

 

Sim, com certeza ficará muito superior. Mas o lespc escreveu no presente, que atualmente a JJ tem o melhor serviço BR-EUA.

Link to comment
Share on other sites

Guest maperrin2

Penso que preciso relatar minha experiência da C da TAM. Ida: GIG-JFK-27/4. B767. Check-in bastante confuso, com mais de 10 pax Tam Vermelho em Y, no check-in da C. Pobreza do lounge em GIG especialmente no ítem bebidas, inexistentes. Assento quase flat, falta pouco. Mas muito estreito. Saída no horário.Tripulação atenciosa, mas parecia bastante cansada. Comida morna. Tela defetuosa. Somente concertada após várias reclamações. Em JFK :TODA bagagem da C chegou por último , i.e. após 30 mn de espera. Volta: JFK-GIG-27/5. B767. Check-in mais confuso ainda. Inúmeros passageiros da Y eram literalmente trazidos em nossa frente por funcionários da TAM: "Amiguinhos". Lounge (AA) lastimável, sem comida, vinho etc..pagos. Wi-FI defeituoso. Partida com 90 mn de atraso. Travesseiros e coberta ? "Vê se tem por ai !". Assentos molhados, com cheiro ruim. Tripulação arrogante (uso constante do "você" no lugar de "Sr ou Sra") sem sorriso, que fofocava constantemente (eu escutava da fileira 4), falando mal da TAM. Comida fria, e intragável. De novo tela defeituosa, concertada após 4 h de voo, após reclamações. Nenhum serviço durante a madrugada, mas a mesma fofoca em voz alta durante horas. Bagagem chegou rapidamente. Comparando com meu Houston-GIg pela United, nota 0. Nem com milhas x5 compensa.

Link to comment
Share on other sites

Eu fiz GRU-JFK quando estava trabalhando com uma agência de consultoria.

 

Serviço inconsistente demais. Inaceitável.

 

Já era sabido que o soft product era muito inconstante para ser sustentável.

Link to comment
Share on other sites

Conclusão : só voando de 1a classe !

 

Postei 2 conclusões completamente oposta a sua. E se fosse uma percepção do mercado os vôos não estariam completamente lotados.

Link to comment
Share on other sites

Postei 2 conclusões completamente oposta a sua. E se fosse uma percepção do mercado os vôos não estariam completamente lotados.

Sim, tão lotados que a 1a Classe está sendo descontinuada....

Link to comment
Share on other sites

Sim, tão lotados que a 1a Classe está sendo descontinuada....

 

 

Devido a estratégia e posicionamento de marca não deficiência de produto.

 

Vide QR que não adota F na maioria de sua frota. Mas adotou no A380.

Link to comment
Share on other sites

Guest maperrin2

Estão lotados muito provavelmente na classe C. Claro, são mais baratos do que a concorrência e agora tem o incentivo das milhas ! Vc que não está acompanhando meu raciocino. Não se trata disso de taxa de ocupação, que só interessa a companhia.

Não é porque a RYANAIR está lotada que ela oferece um serviço adequado. Mas, ela pelo menos fornece o que promete.

Na TAM, trata-se sim de ludibriar o passageiro potencial com preço menor e milhas aumentadas, para depois sacrificar o nível de serviço para cortar custos. É vender gato por lebre. Quero ver quantos passageiros VOLTAM a usar esta classe "meio-executiva" !

Link to comment
Share on other sites

Estão lotados muito provavelmente na classe C. Claro, são mais baratos do que a concorrência e agora tem o incentivo das milhas ! Vc que não está acompanhando meu raciocino. Não se trata disso de taxa de ocupação, que só interessa a companhia.

Não é porque a RYANAIR está lotada que ela oferece um serviço adequado. Mas, ela pelo menos fornece o que promete.

Na TAM, trata-se sim de ludibriar o passageiro potencial com preço menor e milhas aumentadas, para depois sacrificar o nível de serviço para cortar custos. É vender gato por lebre. Quero ver quantos passageiros VOLTAM a usar esta classe "meio-executiva" !

 

 

Mais uma posição equivocada sua,... faça uma pesquisa e verá que as tarifas não são mais baratas. Alias na ROTA BR - USA esta posicionada como uma das melhores opções.

 

É outra empresa que ocupa aeronaves/inter com bilhete "smile"

Link to comment
Share on other sites

Guest maperrin2

Paguei R$6000,00 na executiva GIG-JFK-GIG. Não encontro esta tarifa, como não encontrei. Vc esta no limite da ofensa atacando minha boa fé. EU viajei nesta classe na TAM, como passageiro. E VC ? Eu não tenho INTERESSE MATERIAL neste tópico. E você ?

Link to comment
Share on other sites

Devido a estratégia e posicionamento de marca não deficiência de produto.

 

Vide QR que não adota F na maioria de sua frota. Mas adotou no A380.

Questão de mercado, não posicionamento de produto.

 

A QR sempre ofereceu F no A346 ex-LHR e CDG, rotas que receberão o A380.

 

Que tal estudar um pouco antes de falar coisa errada?!

Link to comment
Share on other sites

Questão de mercado, não posicionamento de produto.

 

A QR sempre ofereceu F no A346 ex-LHR e CDG, rotas que receberão o A380.

 

Que tal estudar um pouco antes de falar coisa errada?!

 

 

Se você ler o que escrevi mencionei a maioria da frota.

 

Mas se você também contesta, talvez deva falar com o presidente da Qatar. Mr Akbar Al Baker

 

Dubai: Qatar Airways is eliminating first-class almost entirely from its fleet, believing that higher-yields are more consistent from business class.
The airline, which has been progressively downsizing its first class operations, will only offer first class on its Airbus A380 fleet once it phases out the A330s and A340s.
Akbar Al Baker, the airline’s chief executive, told reporters in Dubai on Tuesday that first class is not economical with very few executives flying at the pointy end since the financial crisis.
Qatar Airways has an order for ten A380s and will offer eight first class seats on the super jumbo. However, Al Baker comments suggest the Gulf carriers disagree on how best to utilise the front end of the plane.

 

 

PS Tenho mais de 14 anos de aviação.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade