Jump to content

Virgin Atlantic identifies first routes for 787-9


Recommended Posts

http://www.flightglobal.com/news/articles/virgin-atlantic-identifies-first-routes-for-787-9-400675/

 

Virgin Atlantic is to deploy its first Boeing 787-9 on the Boston route from London Heathrow, operating the service six times per week from 28 October.

The airline operates Airbus A330s and A340s on the route, which it serves in partnership with shareholder Delta Air Lines.

Its first 787-9, which will be delivered in September, will be configured in three classes, including premium economy, with 264 seats.

As its 787-9 fleet increases over the following five months, Virgin says it will place the aircraft on flights to Washington DC, Newark and New York JFK.

"The aircraft will also benefit passengers on longer-haul routes where the on-board experience and fuel efficiency benefits are even further amplified," the carrier states.

Chief executive Craig Kreeger says the type will account for over half the Virgin Atlantic fleet by 2018. While the smaller 787-8 is already in service with airlines including Norwegian, Thomson Airways and LOT, Virgin will be the first carrier in Europe to use the larger -9 variant.

Link to comment
Share on other sites

Muito boa a notícia. Agora OFFTOPIC: Vcs estão sabendo que a Virgin Atlantic pretende entrar no mercado Brasileiro ano que vem com 4 destinos usando o 787 né? 2 no sudeste e 2 no Nordeste. Vcs vão ficar chocados com uma noticia que já tenho e que provavelmente a Virgin dará em breve d que 2 destinos serao esses.

Link to comment
Share on other sites

Poderia ser para HKG ou JNB por serem as rotas mais longas do A346 e com economia maior. Talvez preferiram BOS para adequação.

 

Muito boa a notícia. Agora OFFTOPIC: Vcs estão sabendo que a Virgin Atlantic pretende entrar no mercado Brasileiro ano que vem com 4 destinos usando o 787 né? 2 no sudeste e 2 no Nordeste. Vcs vão ficar chocados com uma noticia que já tenho e que provavelmente a Virgin dará em breve d que 2 destinos serao esses.

Todo ano é a mesma história. Parece que a própria Virgin disse que iria colocar os B787 para o GIG.

 

Dormiu no ponto e entregou o mercado para a BA, que já fez upgrade para o B77W e incrementou GRU para 10x.

Link to comment
Share on other sites

A Virgin era esperada para a Copa.... e não veio.... mas se ela se decidir por tentar agora, ainda ha algumas oportunidades face os constantes e recentes investimentos ingleses no Brasil, e sem duvida o Nordeste tem potencial.

 

Mas , mais uma vez, hora de saber fazer turismo de forma séria.

Link to comment
Share on other sites

Vou contar, vão sorrir e não vao acreditar.. mas lá vai :bump:

 

O pessoal da Virgin esteve semana passada em Fortaleza e São Luís analisando aeroporto e conversando com autoridades. Se virão é outros 500!

Link to comment
Share on other sites

FOR até vai, mas SLZ? Não dúvido do potencial, porém tem destinos com muito mais demanda no NE, enfim, no final das contas como dizia um jargão daqui do CR de antigamente, "só acredito depois da V1"

Link to comment
Share on other sites

O Lipe tem razão: o NE tem recebido muitos investimentos Europeus (não somente Ingleses), além de, por causa da Copa, estar ganhando uma exposição turística sem precedentes.

 

Se a VS for inteligente, ela foge de mercados onde a BA já domina e ocupa um espaço ainda "virgem" (com o perdão do trocadilho) E fazendo uma parceria com alguma cia doméstica em FOR ou REC, ela pode atrair muitos passageiros a negócios e a lazer de/para a Inglaterra.

Link to comment
Share on other sites

Não vejo nenhum investimento da Virgin fora do eixo RJ-SP e mesmo para estas praças eu duvido.

 

Não é possível comparar o mercado leisure do Caribe com o Nordeste brasileiro em termos de infra-estrutura, atratividade e serviços.

As aeronaves adequadas (A330) estão empregadas nas rotas do Atlântico Norte, substituindo os ineficientes A340 e colocar esta última aeronave não é adequado em termos de economia.

 

A visita deles poderia ser para charteres?

Link to comment
Share on other sites

Tive essa informação de um amigo q a recebeu em uma reunião com o diretor da Infraero em SLZ, a Virgin esteve em SLZ semana passada analisando o mercado, aeroporto etc etc.. alem de SLZ, tb em FOR, seriam 2 aeroportos que a empresa faria escalas antes de seguir para o sudeste do país. Além da Virgin foi anunciado tb voo internacionais da TAM, AVIANCA e TAP pra 2015.

 

Como eu disse, recebi essa informação de fontes confiáveis, tb fiquei com o pé meio atrás... mas em 2013 a SETUR do MA estava buscando voos internacionais pra cá, agora só resta ver oq dá msmo.

Link to comment
Share on other sites

Tive essa informação de um amigo q a recebeu em uma reunião com o diretor da Infraero em SLZ, a Virgin esteve em SLZ semana passada analisando o mercado, aeroporto etc etc.. alem de SLZ, tb em FOR, seriam 2 aeroportos que a empresa faria escalas antes de seguir para o sudeste do país. Além da Virgin foi anunciado tb voo internacionais da TAM, AVIANCA e TAP pra 2015.

 

Como eu disse, recebi essa informação de fontes confiáveis, tb fiquei com o pé meio atrás... mas em 2013 a SETUR do MA estava buscando voos internacionais pra cá, agora só resta ver oq dá msmo.

 

Sinceramente, quem fará GIG/GRU-SLZ/FOR-LHR tendo voos diretos? Só se o preço for extremamente competitivo, e ainda assim acho complicado atrair clientes corporativos.

Link to comment
Share on other sites

 

Sinceramente, quem fará GIG/GRU-SLZ/FOR-LHR tendo voos diretos? Só se o preço for extremamente competitivo, e ainda assim acho complicado atrair clientes corporativos.

GIG e GRU não, mas CNF e BSB talvez.

 

Ainda sim, Não acredito.

 

 

Enviado do meu iPad usando o Tapatalk

Link to comment
Share on other sites

GIG e GRU não, mas CNF e BSB talvez.

 

Ainda sim, Não acredito.

 

 

Enviado do meu iPad usando o Tapatalk

 

O foco da Virgin é O&D, tanto é que parece que só agora estão montando um banco de conexões em LHR. Será que BSB e CNF possuem O&D para LHR suficiente para sustentar uma operação dessas? Não acredito muito... Mas vamos ver né, quem sabe o que acontecerá!

Link to comment
Share on other sites

A não ser que o foco seja leisure, com o T3 ninguém vai entrar no mercado brasileiro por outro ponto que não seja São Paulo. E não inclui Campinas.

Link to comment
Share on other sites

Também não acredito que Virgin voaria para essas duas cidades já que ela não voa para outras tantas muito mais importantes como Pequim, Nairóbi, Seul, Osaka, Bangcoc, Kuala Lumpur, Singapura....

 

A Virgin é como a AVB: Não tem muitos destinos (Não chega a 35) e não procura sair inaugurando novos destinos a torto e a direito.

 

Além de não ter uma frota grande (Menos de 40 aviões)

 

Se ela for chegar à América do Sul, viria para GRU, GIG, EZE além de MEX na América do Norte, antes de se aventurar por outros destinos.

 

Só saberemos no dia que tiver no Hotran. (Se é que um dia estará)

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente a visão continua limitada para alguns.

 

E pelo visto a Virgin vai surpreender muita gente.

Não é uma questão de visão limitada, mas de lógica. A VS é uma legacy carrier, e por mais que eu adorasse vê-la fazer LHR-REC, o ponto natural para entrada de uma empresa como ela seria GRU. O NE por mais demanda que tenha, sempre será um mercado secundário. A Air Europa foi a única empresa que mirou sua entrada no BR pelo NE e foi só ganhar massa com a diminuição da IBE que não deixou de abrir GRU, e ainda assim com mais frequencias que SSA.

 

Mas ainda assim, é mais gostoso a gente se surpreender do que criar expectativa pra depois ver o que já se imaginava.

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente a visão continua limitada para alguns.

 

E pelo visto a Virgin vai surpreender muita gente.

 

Estão prometendo essa surpresa há anos. Mas vamos vendo.

Link to comment
Share on other sites

Flyer,



Tudo depende de como focamos turismo. Como eu disse, da forma como fazemos hoje, não nos sobra muita expectativa.


Ate aqui até que temos usado bem a Copa nesse sentido. Vi pessoas felizes no Rio (e que fuzuê), em Porto Alegre e em São Paulo.



As matérias que a ESPN exibe aqui... são soberbas... eu nunca vi tanto de Brasil sendo falado e cada intervalo é um flash no Rio (ontem vi uma aproximação de um avião da TAM sendo focada nas câmaras da ESPN... preparando o pouso no SDU e passando por varios pontos a noite)... mas confesso, precisamos nos profissionalizar e rápido.


Quando esse pais aqui entrou em crise, especialmente a Florida, focaram turismo.... precisamos aprender.



Talvez quando isso for realidade, Virgins e outras vão poder pousar em vários lugares e não vai ser dificil esperar pouso em lugar A, B ou C.


Link to comment
Share on other sites

Se o nordeste for contemplado com vôos da VS, a origem deve ser LGW.
Destinos leisures da Virgin são atendidos por este aeroporto.

Link to comment
Share on other sites

Qto à Fortaleza eu não sei, mas qto à São Luís eu duvido. O terminal do aeroporto é precário e a cidade, apesar de ter um belo centro histórico e ser o ponto de partida para os famosos lençóis maranhenses, não é um destino turístico fortemente consolidado nem sequer dentro do país, bem como não é um grande mercado internacional emissor e muito menos um centro de conexões (e nem poderia com aquele terminal). Não faz nenhum sentido. Se fosse pra São Luís ganhar alguma cia aérea internacional seria a TAP e olhe lá.

Link to comment
Share on other sites

Quem acompanha aviação há um tempo sabe que isso não passa de devaneio, a Virgin em FOR, SLZ. Fala sério! Gostaria que fosse verdade, mas o turismo internacional no Nordeste não decola porque não tem ainda infraestrutura adequada e à altura do potencial e justo o turista inglês que é bastante é exigente.

 

Se vierem, vai ser café com leite: SP e/ou Rio. As cias. aéreas visitam aeroportos também pra ver estrutura em caso de desvio de voo. E justamente SLZ e FOR, dentre outras, são saídas pra Europa, do GIG/GRU.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade