Jump to content

Infraero: para fugir de atrasos, prefira voar por Guarulhos


jambock

Recommended Posts

Meus prezados:

26/02/2007 - 12h11m - Atualizado em 26/02/2007 - 13h42m - Isabela Noronha - G1 - São Paulo

Infraero: para fugir de atrasos, prefira voar por Guarulhos

Obras na pista auxiliar de Congonhas devem complicar situação do aeroporto.

Vôos fretados ficarão proibidos e táxis aéreos terão que marcar hora.

Com a reforma da pista auxiliar do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, alguns vôos serão desviados para outros aeroportos do estado e, em caso de chuva, os atrasos passarão a ser maiores do que têm sido nos últimos dias. "Se tiver um compromisso e tiver que ter certeza que vai chegar no horário, saia antes e prefira embarcar em Guarulhos", aconselha o superintendente da regional do Sudeste da Infraero, Edgard Brandão Júnior.

A obra na pista auxiliar de Congonhas, que recebe aeronaves de menor porte, começa às 5h30 desta terça-feira (27) e tem prazo de 120 dias para ser concluída. Está prevista a recuperação de todos os 1.436 metros do pavimento, a um custo de R$ 11 milhões.

 

Segundo Brandão Júnior, a Infraero se preparou para, em caso de necessidade, desviar até 30% dos vôos de Congonhas, cerca de 180 aeronaves, para os aeroportos de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, e Viracopos, em Campinas, a 95 km da capital paulista.

A partir desta terça-feira, por uma determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), os vôos fretados por companhias de turismo (vôos 'charter') estão proibidos de pousar ou decolar do aeroporto, e devem ser transferidos para Cumbica.

As empresas que prestam serviços de táxi aéreo também sofreram restrições. Elas só poderão utilizar a pista depois de agendar um horário. Com as medidas, a Anac espera reduzir de 48 para 37 vôos por hora no aeroporto. O horário de funcionamento também foi alterado por conta das obras. No lugar de fechar às 23h, Congonhas vai funcionar até 0h30.

 

Em caso de chuva, a situação no aeroporto pode se complicar. Por determinação da Anac, a pista local era fechada sempre que chove na capital paulista, para medição da lâmina d'água, enquanto a pista auxiliar continuava operando. Com o fechamento desta última para as reformas, o aeroporto ficará completamente interditado enquanto for necessária a medição.

Pista Principal

Ainda de acordo com o superintendente da regional do Sudeste da Infraero, a reforma da pista principal, que tem 1.939 metros, só deve começar quando as obras na pista auxiliar forem concluídas.

O custo previsto para a reforma é de R$ 17 milhões e, como para a pista auxiliar, o prazo de conclusão é de 120 dias. A recuperação do pavimento incluirá a melhora do sistema de escoamento da pista, que deve diminuir a necessidade de fechamento durante temporais.

A Infraero ainda aguarda a liberação do Tribunal de Contas da União para incluir essas obras na mesma licitação feita para a pista auxiliar. Se isso acontecer, o mesmo consórcio fará as reformas das duas pistas, e, segundo a Infraero, as obras na pista principal começarão mais rápido. Segundo Brandão Júnior, a inclusão da pista principal na mesma licitação "é quase certa" e deve sair em no máximo dez dias.

Saturação

A saturação de Congonhas, segundo Brandão Júnior, não teria tido conseqüências tão graves se o país tivesse investido na integração do aeroporto, por meio de trens e ônibus, com outros aeroports.

Ele citou os cinco aeroportos que atendem à capital paulista: Guarulhos, na Grande São Paulo, Viracopos, em Campinas, a 95 km de São Paulo, São José dos Campos, a 91 km de São Paulo, Congonhas, na Zona Sul da Capital, e o Campo de Marte, para aeronaves de pequeno porte, na Zona Norte de São Paulo. "Esse cinco aeroportos estão logisticamente bem localizados. Mas faltam trens rápidos para Cumbica e Viracopos, e um anel rodoviário, por exemplo."

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade