Jump to content

Sem acordo, Azul faz hoje os últimos voos no Aeroporto de São José


DexterGIG

Recommended Posts

A partir de amanhã, terminal só terá voos particulares, apesar da reforma e ampliação de R$ 16,6 milhões feitas por gestão da Infraero

São José dos Campos

Após quatro anos de operação no terminal, a Azul Linhas Aéreas dá adeus hoje ao Aeroporto de São José.
A empresa de transporte aéreo faz hoje os últimos três voos para o Rio de Janeiro e o mesmo número de decolagens no sentido oposto. A partir de amanhã, o terminal aeroportuário praticamente ficará “às moscas”, sendo utilizado somente para voos particulares.
A aérea decidiu encerrar suas atividades no terminal com a alegação de baixa demanda de passageiros.
“O motivo dessa decisão se deve ao baixo movimento apresentado nessa base, tornando as operações economicamente inviáveis. A empresa está com suas vendas disponíveis apenas até as datas mencionadas e atenderá a todos os Clientes com bilhetes comprados para esse período”, informou a Azul em novembro, ao reconfirmar a sua decisão de deixar o terminal aeroportuário.

Histórico. Inicialmente, a empresa planejava encerrar as operações em São José no dia 13 de novembro deste ano.
Prorrogou para hoje à espera da votação da Medida Provisória do governo federal de incentivo à aviação regional, que criaria facilidades e benefícios para terminais regionais, como o de São José.
No entanto, a MP não foi votada pelo Congresso Nacional e teve sua validade expirada em 20 de novembro. O governo federal informou que irá reeditar a MP em janeiro.

Reação. Para o presidente da ACI (Associação Comercial e Industrial), Felipe Cury, o terminal aeroportuário de São José dos Campos precisa de uma companhia aérea que “ofereça mais voos e para vários destinos”. “A Azul nunca quis ampliar a sua operação aqui. Então, já vai tarde”, disse.
Na avaliação do dirigente, o terminal tem condições de operação comercial. “A nossa região tem grande demanda. É preciso investir”, disse.
A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), que administra o aeroporto, tem destacado que o terminal “ não ficará vazio ou inoperante, uma vez que ele é um equipamento de infraestrutura público e tem como obrigação atender a todos os interessados em utilizá-lo”.
“Entre os usuários também estão a aviação geral e jatos executivos, que utilizam as instalações com frequência e sem necessidade de programação no aeroporto. Além disso, há a movimentação gerada no Terminal de Logística de Carga com as companhias cargueiras”, informa a empresa.
O terminal de São José recebeu investimento de R$ 16,6 milhões da Infraero. O aeroporto foi ampliado e triplicou a sua capacidade.

Aeroporto

Encerramento
A Azul Linhas Aéreas encerra hoje suas atividades no aeroporto de São José dos Campos

Operação
A aérea opera no terminal desde 2010

Voos
A Azul oferecia voos para o Rio de Janeiro e conexões

Motivo
A companhia alega baixa demanda de passageiros e operação com prejuízo

Ampliação
O terminal de São José foi ampliado e recebeu investimento de R$ 1 6 milhões

ps: Uma correção - Azul operou no último mês apenas um voo por dia em SJK

#voltaazulSJK

Link to comment
Share on other sites

Se para o Rio, que é a maior cidade com potencial de vôos a partir de SJK, pelo tamanho e relações econômicas, os loads e as tarifas eram baixos (sem falar que o preço do QAV em SJK é dos mais elevados do país, sabe-se lá por que), a operação para qualquer outro destino fica ainda mais complicada.

 

Ao invés de ficar choramingando, o presidente da ACI deveria reconhecer que o principal motivo para a inviabilidade das operações em SJK é também o que se constitui numa das maiores vantagens competitivas para São José dos Campos e região: a proximidade de GRU.

 

Se por um lado o maior aeroporto da América Latina drena a maior parte da demanda potencial de SJK, por outro é também extremamente conveniente ter a possibilidade de, a apenas 50 minutos de carro (menos do que a partir de muitas partes da cidade de São Paulo), voar diretamente e com múltiplas opções de companhias aéreas às mais importantes cidades brasileiras e de outros continentes.

Link to comment
Share on other sites

Se para o Rio, que é a maior cidade com potencial de vôos a partir de SJK, pelo tamanho e relações econômicas, os loads e as tarifas eram baixos (sem falar que o preço do QAV em SJK é dos mais elevados do país, sabe-se lá por que), a operação para qualquer outro destino fica ainda mais complicada.

 

Ao invés de ficar choramingando, o presidente da ACI deveria reconhecer que o principal motivo para a inviabilidade das operações em SJK é também o que se constitui numa das maiores vantagens competitivas para São José dos Campos e região: a proximidade de GRU.

 

Se por um lado o maior aeroporto da América Latina drena a maior parte da demanda potencial de SJK, por outro é também extremamente conveniente ter a possibilidade de, a apenas 50 minutos de carro (menos do que a partir de muitas partes da cidade de São Paulo), voar diretamente e com múltiplas opções de companhias aéreas às mais importantes cidades brasileiras e de outros continentes.

SJK deveria apostar no mercado de cargas, um mini-Viracopos do Vale do Paraíba.

 

Vôos regionais para lá têm essa limitação por ser próximo de GRU.

Link to comment
Share on other sites

"A Azul nunca quis ampliar a sua operação aqui. Então, já vai tarde, disse.

Na avaliação do dirigente, o terminal tem condições de operação comercial. A nossa região tem grande demanda. É preciso investir, disse.

 

Ao invés de falar uma asneira dessa, deveria ter ido atrás de soluções para manutenção da linha aérea.

 

Tem gente que esquece que empresa aérea não é filantropia. Se não gera lucro, tem que fechar.

 

Esse presidente deve ter viajado uma vez na Azul, quando a propria Azul fez a apresentação da aérea na cidade. Do mais não duvido que só embarcou em SP.

Link to comment
Share on other sites

SBSJ é complicado, não sei por que, mas é um dos principais e mais importantes aeroportos do Brasil, mas nada vai pra frente la alem da EMBRAER, a pista tem algo em torno dos 2900 metros mas com um pouquinho de esforço poderia ser ampliada para 4350 metros, com um bom PCN se tornaria facilmente um hub de carga, mas acredito que enquanto ele estiver na mão da INFRAERO, jamais vai passar muito do que é atualmente!!!

 

É um aeroporto que tem uma área e uma localização excelente, a área a esquerda da pista 15 é gigantesca e ali poderia ser construído um excelente terminal de passageiros, um excelente terminal de cargas, um excelente patio para aviação geral, liberando a área do atual terminal para expansão da EMBRAER ou de outras empresas!!!

Link to comment
Share on other sites

 

Prorrogou para hoje à espera da votação da Medida Provisória do governo federal de incentivo à aviação regional, que criaria facilidades e benefícios para terminais regionais, como o de São José.

No entanto, a MP não foi votada pelo Congresso Nacional e teve sua validade expirada em 20 de novembro. O governo federal informou que irá reeditar a MP em janeiro.

 

 

O/a nobre jornalista esqueceu de checar as informações mais recentes. O Programa foi aprovado na última semana.

Link to comment
Share on other sites

A partir de amanhã, terminal só terá voos particulares, apesar da reforma e ampliação de R$ 16,6 milhões feitas por gestão da Infraero

São José dos Campos

(...)

O terminal de São José recebeu investimento de R$ 16,6 milhões da Infraero. O aeroporto foi ampliado e triplicou a sua capacidade.

 

Prezado DexterGIG:

O aeroporto de SJK, distando 50 minutos de carro de GRU, objeto de investimento de R$16 milhões? Esses ténicos da Infraero...

Link to comment
Share on other sites

Prezado DexterGIG:

O aeroporto de SJK, distando 50 minutos de carro de GRU, objeto de investimento de R$16 milhões? Esses ténicos da Infraero...

 

Eu era um que acreditava que SJK teria demanda para voos para Rio e BH. Aqui em São José tem muitos mineiros e a prórpria EMBRAER tem um escritório de engenharia por lá. Quanto ao RIO, a SAMPAIO tem uns 7/8 onibus por dia para la, assim pensava que o voo para o SDU podia roubar um pouco os pax de onibus,

 

Mas tb faltou um empurrao da prefeitura de Sao José, que parece ser uma das interessadas nos voos comerciais. Poderiam ter posto uma van/mini onibus ligando o aeroporto até alguns pontos de são josé ou indo até jacareí, caçapava nos horários dos voos. Muita gente reclama que é mais facil ir para GRU do que para o aeroporto aqui.

Link to comment
Share on other sites

se tem baixa demanda, pra que 3 voos diários?

 

o ejet só fazia o voo pra SJK por falta de espaço pra pernoite no SDU, eu sempre achei que a Azul poderia usar esse avião pra fazer algum voo mais rentável na madrugada o ano todo, tanto que nas férias eles cancelavam esse voo pra SJK e o ejet fazia algum voo pro nordeste.

 

os ATR saiam todos lotados, ok, vão dizer que voo lotado não é garantia de lucro, mas os preços não eram tão baixo e o voo pro RJ não é tão longo nem o ATR tem custo alto, ou seja, ao meu ver eles não querem mais operar em SJK e ficam com desculpa.

 

tem demanda, sim, pra 1 e até 2 voos de ATR pro RJ e pra BH.

Link to comment
Share on other sites

 

Eu era um que acreditava que SJK teria demanda para voos para Rio e BH. Aqui em São José tem muitos mineiros e a prórpria EMBRAER tem um escritório de engenharia por lá. Quanto ao RIO, a SAMPAIO tem uns 7/8 onibus por dia para la, assim pensava que o voo para o SDU podia roubar um pouco os pax de onibus,

 

Mas tb faltou um empurrao da prefeitura de Sao José, que parece ser uma das interessadas nos voos comerciais. Poderiam ter posto uma van/mini onibus ligando o aeroporto até alguns pontos de são josé ou indo até jacareí, caçapava nos horários dos voos. Muita gente reclama que é mais facil ir para GRU do que para o aeroporto aqui.

Você está se referindo a algo tipo se a Azul faz com Sorocaba e algumas cidades do interior paulista.

 

Sent from my SM-P601 using Tapatalk 4

Link to comment
Share on other sites

Você está se referindo a algo tipo se a Azul faz com Sorocaba e algumas cidades do interior paulista.

 

Sent from my SM-P601 using Tapatalk 4

 

A Azul encerrou todas as operações com ônibus entre as cidades do interior paulista e Viracopos, exceto Sorocaba.

 

Dessa forma, talvez não seja viável no momento repetir a estratégia entre São José e cidades próximas, ainda mais com as poucas opções que existiam.

Link to comment
Share on other sites

Você está se referindo a algo tipo se a Azul faz com Sorocaba e algumas cidades do interior paulista.

 

Sent from my SM-P601 using Tapatalk 4

 

 

A Azul encerrou todas as operações com ônibus entre as cidades do interior paulista e Viracopos, exceto Sorocaba.

 

Dessa forma, talvez não seja viável no momento repetir a estratégia entre São José e cidades próximas, ainda mais com as poucas opções que existiam.

 

Sim...um esquema parecido com o que a Azul já fez com Sorocaba e outras cidades. Só que com a prefeitura de Sao José, que parece ser a maior interessada, organizando.

Link to comment
Share on other sites

Pelos dados da ANAC, temos as seguintes ocupações da Azul em 2014.

 

SDU-SJK

Janeiro - 80%

Fevereiro - 69%

Março - 72%

Abril - 71%

Maio - 67%

Junho - 54%

Julho - 59%

Agosto - 54%

Setembro - 54%

Outubro - 62%

Novembro - 65%

 

SJK-SDU

Janeiro - 81%

Fevereiro - 73%

Março - 76%

Abril - 74%

Maio - 69%

Junho - 59%

Julho - 61%

Agosto - 56%

Setembro - 56%

Outubro - 60%

Novembro - 63%

 

 

Como se pode ver, as ocupações caíram bastante ao longo do ano e estão na faixa dos 60%, o que provavelmente não é lucrativo.

Link to comment
Share on other sites

Pelos dados da ANAC, temos as seguintes ocupações da Azul em 2014.

 

SDU-SJK

Janeiro - 80%

Fevereiro - 69%

Março - 72%

Abril - 71%

Maio - 67%

Junho - 54%

Julho - 59%

Agosto - 54%

Setembro - 54%

Outubro - 62%

Novembro - 65%

 

SJK-SDU

Janeiro - 81%

Fevereiro - 73%

Março - 76%

Abril - 74%

Maio - 69%

Junho - 59%

Julho - 61%

Agosto - 56%

Setembro - 56%

Outubro - 60%

Novembro - 63%

 

 

Como se pode ver, as ocupações caíram bastante ao longo do ano e estão na faixa dos 60%, o que provavelmente não é lucrativo.

 

Isso sem falar na tarifa média.

 

Complicado competir com o transporte rodoviário ou mesmo com os GRU-GIG/SDU nessa rota.

Link to comment
Share on other sites

Pelos dados da ANAC, temos as seguintes ocupações da Azul em 2014.

 

SDU-SJK

Janeiro - 80%

Fevereiro - 69%

Março - 72%

Abril - 71%

Maio - 67%

Junho - 54%

Julho - 59%

Agosto - 54%

Setembro - 54%

Outubro - 62%

Novembro - 65%

 

SJK-SDU

Janeiro - 81%

Fevereiro - 73%

Março - 76%

Abril - 74%

Maio - 69%

Junho - 59%

Julho - 61%

Agosto - 56%

Setembro - 56%

Outubro - 60%

Novembro - 63%

 

 

Como se pode ver, as ocupações caíram bastante ao longo do ano e estão na faixa dos 60%, o que provavelmente não é lucrativo.

 

 

com certeza, é o voo do Embraer que joga pra baixo essa taxa de ocupação, um avião com 118 pax que decola com 60 lugares ocupados.

todos os voos que eu fiz na época do 42 saíam com 45 clientes tanto SDU/SJK ou SJK/SDU e depois com o 72 na rota os 68 lugares saíam ocupados. é impressionante, parece mentira, mas não. e o valor da passagem era maior que GRU ou VCP/SDU. 60% num ATR é lucrativo, sim. a Azul que não quer operar mais em SJK, o avião que fazia SJK era o ATR500 que vinha e seguia para o SDU e CAW. agora CAW está sendo feito de ATR600 vindo de VCP e indo pro GIG. deixaram só o Ejet na rota e esse sim não é lucrativo pra esse voo. por falta de malha acabaram com o voo e a base SDU de ATR vai minguando. e a taxa de ocupação foi caindo pq a Azul anunciou e cancelou esses voos algumas vezes e perde a credibilidade com o cliente.

Link to comment
Share on other sites

A queda das ocupacoes no meio do ano coincidiu com a entrada do terceiro voo. Esse voo decolava de sao jose 13h e saia do rio as 15h. Das vezes que eu peguei, estava sempre vazio (quando tinham 20 pax era muito! ) e passagem super baratas.

 

Um voo que estava sempre lotado e caro era o que saia de sao jose as 17h.

Link to comment
Share on other sites

Política, políticos, e o Sr. Gestor de Azul, bem como de demais aéreas brasileiras, não têm mais (perdoem-me o termo) saco prá esses sanguessugas.

 

Se o Município, Estado ou União querem que ‘seus’ Aeroportos funcionem a contento, e para isso utilizaram dinheiro do povo, na forma de recursos públicos, para transformá-los em benefícios aos Srs. Contribuintes, então cessem os procedimentos ‘pidões’, chupins de quem produz, enfim, e passem a facilitar o ingresso de quem está a fim de gerar negócio e receita.

 

Como se dizia há décadas, “A burra secou”, “Mixou o carbureto”.

 

Navegador.

Link to comment
Share on other sites

SBSJ é complicado, não sei por que, mas é um dos principais e mais importantes aeroportos do Brasil, mas nada vai pra frente la alem da EMBRAER, a pista tem algo em torno dos 2900 metros mas com um pouquinho de esforço poderia ser ampliada para 4350 metros, com um bom PCN se tornaria facilmente um hub de carga, mas acredito que enquanto ele estiver na mão da INFRAERO, jamais vai passar muito do que é atualmente!!!

 

É um aeroporto que tem uma área e uma localização excelente, a área a esquerda da pista 15 é gigantesca e ali poderia ser construído um excelente terminal de passageiros, um excelente terminal de cargas, um excelente patio para aviação geral, liberando a área do atual terminal para expansão da EMBRAER ou de outras empresas!!!

É só olhar no ROTAER. A Pista de SBSJ, tem 2676x45 ASPH e PCN 71 F/A/X/T. Em SBKP, que tambem opera com "Carga", a pista, tem 3240x45 ASPH e PCN 56 F/B/X/T. Ou seja, o PCN de SBSJ é maior do que o PCN de SBKP.

Link to comment
Share on other sites

Tentando não chover no molhado. .. Mas. ...

 

Nenhuma companhia ficou muito tempo em SJK.

 

Competir com Cometa, Sampaio, Itapemirim e Pássaro Marrom com tarifas bem mais caras e mono rota não ê o caminho.

Justamente a época de maior volume de passageiros em SJk foi no período que Azul operava vôos para CWB e CNF. Até a WJ chegou a solicitar SJK - BSB.

 

Depois que tirou CNF e fez uma péssima conexão em VCP, preço e horário, começou a minguar.

Depois ficava trocandoCNF com PLU...

 

SJK não se sustenta como aeroporto regional por causa da localização. Aqui na região, só vai dar certo quando SJK for cargueiro e colocarem o GUJ como regional.

 

Guj é bem centralizado com todo o vale, não fica tão próximo ao GRU e nem a ao SDU.

Pegaria pax de todo o vale Paulista e Carioca além do Sul de Minas.

 

E claro, para operar no Vale tem que obrigatoriamente pensar em Horários que atendam a toda a região, senão, o sucesso dos voos não serão duradouros.

 

A região tem potencial basta saber investir.

Link to comment
Share on other sites

Tentando não chover no molhado. .. Mas. ...

 

Nenhuma companhia ficou muito tempo em SJK.

 

Competir com Cometa, Sampaio, Itapemirim e Pássaro Marrom com tarifas bem mais caras e mono rota não ê o caminho.

Justamente a época de maior volume de passageiros em SJk foi no período que Azul operava vôos para CWB e CNF. Até a WJ chegou a solicitar SJK - BSB.

 

Depois que tirou CNF e fez uma péssima conexão em VCP, preço e horário, começou a minguar.

Depois ficava trocandoCNF com PLU...

 

SJK não se sustenta como aeroporto regional por causa da localização. Aqui na região, só vai dar certo quando SJK for cargueiro e colocarem o GUJ como regional.

 

Guj é bem centralizado com todo o vale, não fica tão próximo ao GRU e nem a ao SDU.

Pegaria pax de todo o vale Paulista e Carioca além do Sul de Minas.

 

E claro, para operar no Vale tem que obrigatoriamente pensar em Horários que atendam a toda a região, senão, o sucesso dos voos não serão duradouros.

 

A região tem potencial basta saber investir.

 

Mesmo assim, hoje fora tentar manter um voo com E95 saindo pela manhã para SDU, ter dois voos SJK-VCP-SJK (manhã e fim de tarde) e um voo SJK-CNF-SJK, no meio do dia com AT7, para conexões domésticas e internacionais, não seria uma boa alternativa?

Link to comment
Share on other sites

 

Mesmo assim, hoje fora tentar manter um voo com E95 saindo pela manhã para SDU, ter dois voos SJK-VCP-SJK (manhã e fim de tarde) e um voo SJK-CNF-SJK, no meio do dia com AT7, para conexões domésticas e internacionais, não seria uma boa alternativa?

 

Nos moldes atuais, somente com muito subsídio do governo.

Ou melhorando os horários e colocando ônibus saindo de alguma cidades aqui do Vale.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade