Jump to content

Gol retoma acordo com Copa Airlines no modelo de compartilhamento de voos


AF085

Recommended Posts

Gol retoma acordo com Copa Airlines no modelo de compartilhamento de voos
segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 09:13 BRST
SÃO PAULO (Reuters) - A companhia aérea Gol vai retomar e ampliar o acordo de compartilhamento de voos que possuía com a panamenha Copa Airlines, em um movimento para expandir suas opções de voos para os Estados Unidos e o Caribe que também inclui o acúmulo de milhas pelo programa de fidelidade Smiles.

A Gol havia firmado uma parceria de compartilhamento de voos com a Copa Airlines em 2005, que foi encerrada em 2011 e continuou apenas no modelo interline, que possibilita que passageiros reservem voos de diferentes companhias parceiras para um percurso não atendido por só uma empresa.

Agora, o acordo será retomado no modelo de compartilhamento, que permite que um voo operado por uma companhia receba o código da empresa parceira.

A Copa Airlines opera 77 voos semanais entre o Brasil e o Panamá, de oito cidades brasileiras. Segundo a Gol, o acordo de codeshare inclui todos os voos da Copa entre seu centro de conexões na cidade do Panamá e o Brasil, além de destinos internacionais selecionados, como para os EUA e região do Caribe.

Já os clientes da Copa terão acesso, através da Gol, a voos para regiões do Brasil não atendidas pela empresa.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e autoridades panamenhas ainda precisam dar aval ao acordo.

Uma parceria de acúmulo de milhas pelo programa de fidelidade da Gol, o Smiles, também foi firmada.

Segundo o vice-presidente financeiro da Smiles, Flavio Vargas, a Copa Airlines é especialmente importante para a companhia por conta dos destinos para os EUA, já que existe uma demanda muito grande dos brasileiros para o país, principalmente clientes de alta renda que voam a lazer e costumam utilizar milhas.

"A Copa tem uma posição diferente de distribuição de conexões (em relação às outras parceiras da Gol)", disse Vargas, referindo-se à posição geográfica mais favorável do Panamá enquanto país de escala para voos em direção aos EUA.

(Por Priscila Jordão)

© Thomson Reuters 2015 All rights reserved.

 

http://br.reuters.com/article/domesticNews/idBRKBN0KL0XD20150112

Link to comment
Share on other sites

Fiquei surpreso com o acordo! Tomara que seja bom para nós, passageiros.

 

E será que isso não tem, no fundo, alguma intenção futura da Gol utiliZar tambem o Hub da Copa no Panamá?

Link to comment
Share on other sites

E como ficará a Gol Dominicana? Com este code share perde um pouco o sentido da Gol manter uma estrutura para concorrer com a Copa. Faz mais sentido aproveitar o "Hub das Américas" para expandir sua oferta em mais cidades dos EUA e Caribe não atendidas pela Gol.

 

Já do lado da Copa, aproveitar a parceira local para oferecer destinos ainda não atendidos com a Gol através de Bsb por exemplo.

Link to comment
Share on other sites

Voei neste reveillon de Copa pela primeira vez e confesso que me surpreendeu muito poisitivamente. O chefe de cabine me disse que os 4 voos de GRU rodam lotados o ano todo (mesmo com a ampla oferta de voos deste aeroporto para varios destinos que a cia opera a partir de seu hub). Acredito que ocorra o mesmo nas outras bases do Brasil.

 

Achei PTY medio antiga e tumultuado, mas com o novo terminal dará uma boa desafogada.

 

Pena que cidades como CWB, SSA, FOR ainda nao sejam servidas pela Copa: sem duvida, uma bela cia que oferece um amplo leque de destinos facilmente conectaveis a partir de PTY. Estao de parabéns!!!

Link to comment
Share on other sites

sera que dessa vez sai namoro?

Para o saúde financeira da CM, não.

 

Lembre-se o que era a LAN antes da Tam.

 

Mas seria uma malha complementar, frota idênticas, poderiam aplicar os produtos da CM na Gol. Incomodaria LATAM e Avianca.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade