Jump to content

Aviação regional receberá incentivos no estado do Rio


Dani CV

Recommended Posts

O governo do Rio de Janeiro quer remodelar pelo menos três aeroportos no interior do Estado e incentivar a aviação regional nas principais zonas industriais fluminenses. Segundo o Secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório, a criação da infraestrutura aeroportuária será feita em parceria com as empresas aéreas e com verba do Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR).



Os terminais ficarão em Campos, no norte do estado, que é uma das principais cidades produtoras de petróleo; em Itaperuna, no noroeste do Rio, região com vocação agropecuária; e Resende, no sul fluminense, onde a produção de veículos é forte.



“Alguns precisam de pequenas reformas e articulação para colocar voos regulares. Não estamos falando de gigantescas obras, nada disso. Estamos falando em aproveitar a estrutura aeroportuária existente, fazer pequenos ajustes e reformas, e articulado com o Governo Federal, e garantir com que o Rio de Janeiro esteja nesse programa de aviação regional”, disse Osório.



O PDAR foi criado para subsidiar as operações de empresas aéreas em aeroportos com movimentação de até 1 milhão de passageiros por ano. Segundo Osório, o modelo de administração dos aeroportos será estudado caso a caso, e os terminais poderão ser concedidos a operadores privados ou administrados pelo próprio Estado.



Já existem pequenos aeroportos nessas três cidades, mas são subutilizados e estão em condições precárias. Apenas Macaé, no norte fluminense, possui local com linhas regulares e boas condições para pousos e decolagens fora da capital.



http://www.valor.com.br/brasil/3856218/aviacao-regional-recebera-incentivos-no-estado-do-rio#


Link to comment
Share on other sites

A matéria ignorou completamente Cabo Frio, que, apesar do terminal acanhado, é o aeroporto com melhor infra-estrutura no interior do estado, possuindo uma excelente pista e um pátio que comporta aeronaves dos mais variados portes, além de ter procedimentos NDB e RNAV homologados. Atualmente recebe voos regulares da Azul.

 

Campos é o que tem melhor estrutura depois do de Cabo Frio. A pista atual tem 1545x45m no nível do mar com um PCN de 29, então ao menos ATRs e E-Jets conseguem operar sem grandes restrições. Airbus e Boeings conseguem operar com restrição de peso devido ao PCN. Há procedimentos NDB homologados. Seria interessante homologar RNAV. A Azul opera lá regularmente também.

 

Macaé possui uma restrição grande para receber voos comerciais porque o PCN da pista é extremamente baixo, então o máximo que dá pra pousar lá é um ATR42. Como a Azul pretende retirar os ATR42 da frota, a cidade ficará sem voos regulares.

 

Itaperuna tem uma pista com condições de receber ATR42 e 72, mas precisa de reformas no terminal, que é praticamente inexistente. O aeródromo só é homologado para voos VFR. Com incentivos fiscais talvez um voo 3x na semana seja viável, fora isso não acredito na cidade recebendo voos regulares.

 

Resende já recebeu voos da TRIP, mas foi encerrado devido à baixa ocupação. O aeroporto só é homologado para voos VFR. A pista recebe ATR72 sem problemas. Resende tem um problema grande que é a facilidade de ir pro Rio. A estrada é excelente e é uma viagem relativamente rápida (em torno de 2h a 2h30min). Um voo 3x na semana talvez seja viável com incentivos fiscais.

 

Seria interessante reformar e reabrir Búzios (SBBZ). Ao menos na alta temporada há demanda para voos em torno de 2 a 3x na semana.

Link to comment
Share on other sites

Talvez se o aeroporto de Nova Friburgo sair, ele possa ser utilizado como polo da região serrana do Rio. Já o voo para QRZ não se conectava direito ao Rio se me lembro corretamente.

 

Mas, em um mundo perfeito, MEA e CAW precisam sim de ampliação e melhora em suas pistas/terminais. Búzios é perto demais de CFB e acho que não seria prioridade ao menos agora. Já um novo aeroporto na região de Angra/Paraty poderia atender a região: as estradas para lá são sinuosas e perigosas. Qual é o status do aeroporto de Angra?

Link to comment
Share on other sites

Talvez se o aeroporto de Nova Friburgo sair, ele possa ser utilizado como polo da região serrana do Rio. Já o voo para QRZ não se conectava direito ao Rio se me lembro corretamente.

 

Mas, em um mundo perfeito, MEA e CAW precisam sim de ampliação e melhora em suas pistas/terminais. Búzios é perto demais de CFB e acho que não seria prioridade ao menos agora. Já um novo aeroporto na região de Angra/Paraty poderia atender a região: as estradas para lá são sinuosas e perigosas. Qual é o status do aeroporto de Angra?

 

 

Tem uma pista de 900m, pátio acanhado para receber qualquer aeronave maior que um Let-410, aproximações extremamente limitadas (aeronaves de maior performance só conseguem pousar pela 10 e decolar 28), só opera VFR diurno.

Link to comment
Share on other sites

 

 

Tem uma pista de 900m, pátio acanhado para receber qualquer aeronave maior que um Let-410, aproximações extremamente limitadas (aeronaves de maior performance só conseguem pousar pela 10 e decolar 28), só opera VFR diurno.

 

Ou seja, só construindo um novo aeroporto certo?

Link to comment
Share on other sites

 

Ou seja, só construindo um novo aeroporto certo?

 

 

Sim, mas o problema é que o relevo da região é bem complicado, a serra fica colada no mar. Não sei se haveria espaço físico para construir um aeroporto com infra-estrutura decente.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade