Jump to content

Cancun e São Paulo lideraram em Janeiro crescimento do tráfego de/para os EUA


AF085

Recommended Posts

Presstur 10-03-2015 (08h05)

 

Cancun, com +20,3%, e São Paulo, com +18,1%, foram os aeroportos de origem/destino com aumentos mais fortes em Janeiro de passageiros de voos de/para os EUA, segundo as estatísticas oficiais, que indicam o aeroporto mexicano como o 4º principal, com 557,2 mil passageiros, e o brasileiro como 10º, com 350,1 mil.
Londres Heathrow manteve a liderança, com 1,033 milhões de passageiros, mas com um aumento em apenas 1%, enquanto o aumento médio do tráfego internacional foi de 5,4%, para 16,1 milhões, com +4,8% em voos de/para destinos além América do Norte (overseas), para 11,6 milhões, +5,3% em voos de/para o Canadá, para 2,2 milhões, e +9% de/para o México, para 2,2 milhões.

A informação do National Travel & Tourism Office (NTTO) dos EUA especifica que os voos de/para a Europa somaram 22% dos passageiros em ligações com países fora da América do Norte, com um total de 3,596 milhões, +2,1% que em Janeiro de 2014.
Seguiram-se as ligações com a Ásia, com 16% dos passageiros em rotas ‘overseas’ (2,515 milhões, +2,3% que em 2014), Caraíbas, com 11% (1,8 milhões, +11%), América do Sul, com 9% (1,4 milhões, +0,1%), América Central, com 6% (1,044 milhões, +4,5%), Médio Oriente, com 5% (755 mil, +25,2%), Oceânia, com 3% (419 mil, +6,1%), e África, com 1% (104 mil, +0,1%).

Por aeroportos de origem/destino, depois de Londres Heathrow os que tiveram mais passageiros de voos de/para os EUA foram Toronto, com 916 mil (+5,4% que em Janeiro de 2014), Tóquio Narita, com 736,2 mil (-8,6%), Cancun, com 706,7 mil (+20,3%), Cidade do México, com 557,2 mil (+1,7%), Seul Incheon, com 505,3 mil (+10,7%), Frankfurt, com 450,8 mil (+1,3%), Paris Charles de Gaulle, com 419,2 mil (-1%), Vancouver, com 411,8 mil (+13,3%), e São Paulo, com 350,1 mil (+18,1%).
Dados do aeroporto de Lisboa a que o PressTUR teve acesso indicam que em Janeiro o movimento de passageiros em voos de/para os EUA baixou 0,7%, para 21,38 mil, embora a United, única companhia dos EUA com ligações a Portugal durante todo o ano, tenha registado um aumento em 10,1%, para 5,19 mil.

As estatísticas do NTTO indicam ainda que os residentes nos EUA representaram 42,3% dos passageiros nos voos internacionais em Janeiro, com um total de 6,82 milhões, +7,2% que no mês homólogo de 2014, enquanto os não residentes aumentaram 4,2%, para 9,29 milhões.
Ainda assim, o aumento mais forte, em 8,1%, foi em companhias não americanas, que somaram 7,86 milhões de passageiros, enquanto as nacionais tiveram um aumento em 3,1%, para 8,25 milhões.
As estrangeiras ganharam assim 1,2 pontos de quota de mercado, atingindo 48,8% do total de passageiros de voos internacionais no mês de Janeiro.

 

http://presstur.com/site/news.asp?news=50085

 

Estatísticas FY2014: http://travel.trade.gov/tinews/archive/tinews2015/20150126.html

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade