Jump to content

Assaltantes roubam Cessna 210 PT-KEO em Cotriguaçu/MT


jambock

Recommended Posts

Meus prezados

Assaltantes levam avião de R$ 500 mil
Uma dupla de pilotos de uma empresa de táxi aéreo foi buscar suposto paciente em Cotriguaçu e acabou sendo vítima de assalto

Um piloto e o copiloto de um avião avaliado em R$ 500 mil tiveram a aeronave roubada no aeroporto municipal de Cotriguaçu (920 km de Cuiabá). A dupla havia sido chamada para levar um suposto paciente para a Alta Floresta (800 km de Cuiabá), porém foram surpreendidos pelos assaltantes.

De acordo com a Polícia Civil, os pilotos trabalhavam para uma empresa de táxi aéreo de Colniza (1.065 km de Cuiabá) que realizava o transporte de pacientes da região, há aproximadamente 30 anos.

Porém, no último sábado (7), a dupla caiu em uma armadilha e tiveram o Cessna 210 de prefixo PT-KEO roubado.

Segundo a assessoria, os assaltantes entraram em contato com a empresa de táxi aéreo e disseram que o hospital precisaria transportar um paciente em estado gravíssimo para Alta Floresta.

Por conta disso, o piloto e o copiloto, saíram de Colniza e foram para até o local. Porém, ao pousarem no município foram rendidos por quatro assaltantes armados.

A dupla foi amarrada e deixada em uma caminhonete S-10, preta, abandonada próximo ao aeroporto. A caminhonete havia sido roubada no município de Cáceres (250 km de Cuiabá) no último dia 13.

Os criminosos também jogaram os celulares das vítimas no meio do mato, rasgaram um dos pneus com uma faca, mas deixaram a picape com a chave na ignição para que as vítimas pudessem deixar o local isolado. Algumas horas depois, os pilotos conseguiram se soltar e pedir socorro.

Conforme a polícia, o aeroporto não conta com câmeras de segurança e nenhuma testemunha teria presenciado o assalto.

O avião também não conta com nenhum dispositivo de rastreamento.

Os policias já colheram os depoimentos das vítimas e de uma enfermeira do hospital, que teria recebido um telefonema do piloto questionando sobre o risco do paciente. Na ocasião, ela não teria confirmado que havia um paciente para ser transportado.

Apesar disso os pilotos decidiram ir até a cidade, já que o caso seria gravíssimo.

A investigação esta contando com a ajuda do Setor de Inteligência da Polícia Civil de Cuiabá. A principal suspeita da Polícia Civil é de que a aeronave tenha como destino a Bolívia para ser empregada por narcotraficantes.

Ainda não há suspeitas dos autores da ação criminosa.

Fonte: Gustavo Nascimento para o Diário de Cuiabá via CECOMSAER 11 MAR 2015

Link to comment
Share on other sites

Esta errada a reportagem mesmo... O prefixo é outro... Todos conhecidos meus e aeronave na qual já voei inclusive... Tá osso voar aqui pela região amazônica...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade