Jump to content

Estratégicos para a Infraero, Congonhas, Santos Dumont e Manaus não serão concedidos


PP-CJC

Recommended Posts

Boa noite amigo Forenses.

 

Estratégicos para a Infraero, Congonhas, Santos Dumont e Manaus não serão concedidos

 

 

Ministro da Aviação, Eliseu Padilha, explica que os três aeroportos garantem a existência e independência financeira da empresa pública

 

 

Os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e de Manaus, no Amazonas, não serão concedidos. A garantia é do ministro da Aviação, Eliseu Padilha, que avalia os três terminais como estratégicos para garantir fôlego financeiro para a Infaero.

 

Durante abertura da AirPort Infra Expo, seminário sobre gestão de aeroportos realizado em Brasília nesta terça-feira (25/03), o ministro destacou a importância desses três aeroportos para as receitas da estatal. “Esses aeroportos não serão concedidos porque garantem à Infraero a receita mínima e indispensável para a sua existência”, justificou Padilha. Ele ainda lembrou que as viagens entre Congonhas e Santos Dumont representam a terceira ponte-aérea mais movimentada do mundo: “A Infraero deve ter condições de sobreviver com sua própria atividade – e pode”, enfatizou.

 

O ministro acredita que não conceder os três terminais aéreos à iniciativa privada, juntamente com a restruturação da empresa, possibilitará à Infraero o reequilíbrio financeiro e permitirá que ela volte a ser lucrativa com capacidade de investimento. Em 2012, por exemplo, a estatal arrecadou R$ 4 bilhões.

 

“A Secretaria de Aviação Civil e o Ministério do Planejamento já têm posição consolidada sobre a criação de três subsidiárias para a empresa: Infraero Participações, Infraero Navegação Aérea e Infraero Serviços”, adiantou Padilha. “Será utilizado o quadro excepcional de recursos humanos que a empresa possui e o conhecimento acumulado em 43 anos de atuação, e, também, por ser a terceira maior operadora de aeroportos do mundo, para ficar à disposição do mercado interna e internacionalmente”, analisou.

 

Padilha ainda confirmou que um novo pacote de concessões deve ser anunciado nos próximos dias. O ministro da aviação adiantou que os primeiros aeroportos a serem concedidos desta vez serão os de Salvador (BA), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC).

 

Mariana Monteiro
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Aviação Civil
Telefone: (61) 3311.7376
E-mail: imprensa@aviacaocivil.gov.br

 

 

Abraços

 

P-CJC

Link to comment
Share on other sites

Nem faz muito sentido conceder CGH e SDU, são dois aeroportos que não tem pra onde crescer e limitados a ficarem no tamanho em que estão. CGH pelo entorno residencial e SDU pelos morros de um lado e ponte RJ-Niterói do outro, além do que seria uma eterna disputa com o IBAMA para um possível aterramento para ampliação da pista. Caso fossem concedidos, as concessionária só teriam o trabalho de administrar e fazer modificações internas. Poderia melhorar? Sim, mas nada muito significativo. Só lamento por MAO, poderia ser um grande centro cargueiro.

Link to comment
Share on other sites

Nem faz muito sentido conceder CGH e SDU, são dois aeroportos que não tem pra onde crescer e limitados a ficarem no tamanho em que estão. CGH pelo entorno residencial e SDU pelos morros de um lado e ponte RJ-Niterói do outro, além do que seria uma eterna disputa com o IBAMA para um possível aterramento para ampliação da pista. Caso fossem concedidos, as concessionária só teriam o trabalho de administrar e fazer modificações internas. Poderia melhorar? Sim, mas nada muito significativo. Só lamento por MAO, poderia ser um grande centro cargueiro.

 

Aeroportos que ainda, rendem para Infraero; assim acredito.

Link to comment
Share on other sites

 

Aeroportos que ainda, rendem para Infraero; assim acredito.

Sim, o que falei é o motivo pelo qual acredito que não faria diferença conceder CGH e SDU, seria praticamente entregá-los de graça. Os demais aeroportos tem para onde crescer.

Link to comment
Share on other sites

Não tem necessidade de agregar hotel em CGH, no entorno do aeroporto tem diversos hotéis e pousadas. Dependendo de qual for, não precisa nem pegar taxi, 10 min de caminhada e chega.

Link to comment
Share on other sites

Santos Dumont sem todos aqueles hangares da FAB,um terminal maior,mais pátio e a possibilidade de se operar os 29 movimentos de pista que o aeroporto permite, tudo isso seria matador!Sonho meu...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade