Jump to content

Nova Rodada de Concessão terá pelo menos 4 Aeroportos


CmteVieira

Recommended Posts

Nova rodada de concessões terá pelo menos 4 aeroportos

 

Até o momento, são conhecidos 3 aeroportos que serão entregues para a iniciativa privada: Salvador, Florianópolis e Porto Alegre

 

BRASÍLIA - A nova rodada de concessões contemplará "pelo menos" quatro aeroportos, disse nesta terça-feira, 28, o secretário executivo do Ministério do Planejamento, Dyogo Oliveira, que participa do Encontro Internacional de Infraestrutura e PPPs, promovido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Até o momento, são conhecidos três aeroportos que serão entregues à exploração pela iniciativa privada: Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). Ele não mencionou quais seriam os demais.

 

Em sua exposição, ele listou como integrantes do novo pacote os quatro lotes rodoviários que já estão em estudos pela iniciativa privada. As avaliações técnicas e econômicas serão concluídas até junho. E haverá "em breve" um novo grupo de novas rodovias a serem estudadas pela iniciativa privada.

 

Lu Aiko Otta - O Estado de S. Paulo

http://m.estadao.com.br/noticias/economia,nova-rodada-de-concessoes-tera-pelo-menos-4-aeroportos,1677476,0.htm

Link to comment
Share on other sites

O problema é que REC não tem muito para onde crescer. É uma região extremamente urbanizada.

 

Alguem sabe se existe um masterplan vigente para Recife? rs

Link to comment
Share on other sites

O problema é que REC não tem muito para onde crescer. É uma região extremamente urbanizada.

 

Alguem sabe se existe um masterplan vigente para Recife? rs

Masterplan e projetos a estatal está cheia.

Quanto a a REC ou FLZ, apostaria em FLZ, uma obra parada e o governo adora terceirizar a culpa.

Link to comment
Share on other sites

Ministro: mais 3 aeroportos estão prontos para concessão

DA AGÊNCIA BRASIL

 

O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, disse hoje que os aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis e Salvador estão prontos para serem concedidos à iniciativa privada. “A palavra final é sempre da presidenta Dilma. Nós temos outros aeroportos que poderiam, sim, vir a ser levados também à concessão. Só que para o programa de reestruturação da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) que nós concebemos, para que volte a ser superavitária, nós devemos limitar a esses três, pelo menos num primeiro momento”, disse Padilha.

 

Segundo o ministro, a Secretaria de Aviação Civil está pronta para lançar o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) que é uma convocação para as empresas interessadas viabilizarem estudos para a concessão. A previsão é que os leilões ocorrerão entre junho e julho do ano que vem.“Estamos prontos para lançar o PMI há mais de 45 dias. Estamos prontíssimos com relação aos três aeroportos.”

 

Padilha informou que na reunião de sábado (25) da presidenta Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada, em Brasília, foi discutida a possibilidade de mais aeroportos serem concedidos à iniciativa privada. Estiveram no Alvorada vários ministros que avaliaram o programa de investimentos em obras de infraestrutura e o novo pacote de concessões de aeroportos, rodovias, ferrovias e portos.

 

Como estamos em um ajuste fiscal e a disponibilidade de meios não é a mesma que tínhamos quando lançamos outros aeroportos, a junta fazendária está fazendo a avaliação. Uma das interrogações era se mais aeroportos poderiam ser levados à concessão. Em tese, tem mais cinco, seis. Só tem um limitador que é a reestruturação da Infraero”, disse Eliseu Padilha.

 

O anúncio do programa de investimentos deverá ser feito em maio pela presidenta.

Link to comment
Share on other sites

POA é bastante atrativo, mas tem que haver uma política séria para que não se construa aquele novo aeroporto nas proximidades da cidade, já que isso pode minar o Salgado Filho. É fundamental haver esse compromisso, senão não vai ter gente interessada.

 

Já basta a cagada que estão fazendo com a BH Airport em CNF autorizando a Pampulha a receber voos de longa distância novamente.

 

Sem segurança econômica e regulatória nunca atrairemos investidores bons e sérios.

Link to comment
Share on other sites

Queria entender o conceito do governo, mas isso é coisa para outras eras.

 

Mas no meu pensamento, devem ser concedidos aqueles que demandam maior investimento, e nesse grupo nao tem como não pensar em VIX e GYN.

POA, SSA e FOR viriam depois.

 

REC, SDU, CGH na minha visão sáo filés que não devem ser tocados. Pouco a se fazer, sitios relativamente pequenos e com pouca chance de expansão mas garantia de receita forte e constante.

Link to comment
Share on other sites

Queria entender o conceito do governo, mas isso é coisa para outras eras.

 

Mas no meu pensamento, devem ser concedidos aqueles que demandam maior investimento, e nesse grupo nao tem como não pensar em VIX e GYN.

POA, SSA e FOR viriam depois.

 

REC, SDU, CGH na minha visão sáo filés que não devem ser tocados. Pouco a se fazer, sitios relativamente pequenos e com pouca chance de expansão mas garantia de receita forte e constante.

Não sei se SDU e CGH são tão filés assim. Pode ter um público premium, o que é ótimo para as cias aéreas, mas para um administrador aeroportuário não sei se há tanto o que fazer para extrair daí.

 

Talvez seja mais interessante um aeroporto que tenha atividades mais diversificadas como cargas do que aeroportos com público premium que paga taxas de qualquer público.

Link to comment
Share on other sites

Não sei se SDU e CGH são tão filés assim. Pode ter um público premium, o que é ótimo para as cias aéreas, mas para um administrador aeroportuário não sei se há tanto o que fazer para extrair daí.

 

Talvez seja mais interessante um aeroporto que tenha atividades mais diversificadas como cargas do que aeroportos com público premium que paga taxas de qualquer público.

Podem dobrar a taxa aeroportuária de SDU e CGH que o mercado paga.

 

SDU ganhará renda com o shopping-hotel que será alocado nos prédios da Varig e Vasp.

 

CGH nem tanto, mas os hangares da Vasp têm potencial de receita, seja do lado da aviação quanto no lado imobiliário.

Link to comment
Share on other sites

 

CGH nem tanto, mas os hangares da Vasp têm potencial de receita, seja do lado da aviação quanto no lado imobiliário.

 

Falando dos hangares da VASP - ja fazem 3 anos que falaram que iriam descontaminar o solo.... E ai? Alguma novidade ?

Link to comment
Share on other sites

Ministro: mais 3 aeroportos estão prontos para concessão

DA AGÊNCIA BRASIL

 

O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, disse hoje que os aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis e Salvador estão prontos para serem concedidos à iniciativa privada. “A palavra final é sempre da presidenta Dilma. Nós temos outros aeroportos que poderiam, sim, vir a ser levados também à concessão. Só que para o programa de reestruturação da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) que nós concebemos, para que volte a ser superavitária, nós devemos limitar a esses três, pelo menos num primeiro momento”, disse Padilha.

 

 

Alguém me explica essa parte, como é que isso vai ser feito se os aeroportos lucrativos estão sendo concedidos. A tendência é o prejuízo se aprofundar ainda mais. O quadro de pessoal vai se tornar cada vez mais inchado. Não sei se seria o caso do governo ter concedido um aeroporto grande e um "pequeno" tipo GRU+BVB, GIG+PMW, BSB+RBR, etc

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade