Jump to content

Bebê nasce dentro de avião durante voo para Tóquio


nvu

Recommended Posts

RIO — Um voo da Air Canada chegou ao Japão com um passageiro extra depois de uma mulher dar à luz uma menina dentro do avião. O pai descreveu a situação como “completamente inesperada”.

A mãe de 23 anos recebeu ajuda de um médico que estava entre os passageiros, informou um porta-voz da companhia aérea.

O avião, que estava viajando no domingo de Calgary, em Alberta, no Canadá, teve prioridade para aterrissar em Narita, cerca de 70 Km de Tóquio.

Mãe e filha foram levadas para um hospital, onde passaram a noite e estão bem.

 

TVs locais mostraram a mãe saindo do avião em uma cadeira de rodas, enquanto outros passageiros e a tripulação acenavam e sorriam para a família.

— Todo mundo bateu palmas — contou uma passageira à TV local, de acordo com a agência AFP. — Ela é um bebê lindo com olhos grandes.

Não ficou claro em qual período da gravidez estava a mulher. A companhia aérea permite que mulheres com gravidez normal viajem até a 36ª semana de gestação.


http://oglobo.globo.com/mundo/bebe-nasce-dentro-de-aviao-durante-voo-para-toquio-16117746

Link to comment
Share on other sites

É.... registra no diário de bordo data, horário e coordenadas.

 

Agora, uma dúvida: A nacionalidade do bebê será canadense por ter nascido numa aeronave registrada no Canadá (território canadense) ou terá a nacionalidade das coordenadas que forem registradas no diário de bordo?

Link to comment
Share on other sites

É.... registra no diário de bordo data, horário e coordenadas.

 

Agora, uma dúvida: A nacionalidade do bebê será canadense por ter nascido numa aeronave registrada no Canadá (território canadense) ou terá a nacionalidade das coordenadas que forem registradas no diário de bordo?

 

rapaz... essa pergunta é comum...

 

Até onde eu sei (regras usadas em cabotagem e usadas também nas Nações Unidas), neste caso:

 

Avião canadense = território canadense... o bebê é canadense.

 

Mas há lugares que permitem interpretações diferentes. Eu sei que o Texas permite na certidão que se coloque as coordenadas onde a criança nasceu. Se uma criança nasce sobre o Pacífico, com o voo destino a uma cidade Texana, ela automaticamente é texana, porém pode requerer a segunda cidadania baseada no local exato onde ela nasceu (e foi plotado no livro de bordo).

Link to comment
Share on other sites

Mas o mais interessante:

 

Não sabia que estava grávida e deu à luz num avião

Uma canadiana de 23 anos estava grávida de 37 semanas e não fazia ideia. Acabou por dar à luz a bordo de um avião que ligava o Canadá a Tóquio.

 

Enquanto meio mundo celebrava, este domingo, o Dia da Mãe, Ada Guan, uma jovem canadiana de 23 anos, tornou-se mãe sem estar à espera. Enquanto seguia com o namorado num voo entre Calgary, no Canadá, e Tóquio, no Japão, a rapariga começou a sentir fortes dores na barriga.

"Algo caiu de dentro de mim", queixou-se a nova mãe ao namorado, Wesley Branch. "Puxei-lhe as calças e vi uma cabeça, seguida de um choro", conta o jovem pai, à Global News. "Ó meu Deus, acho que acabamos de ter um filho", terá exclamado.

O casal garante que não tinha ideia que Guan estava grávida de 37 semanas. Apesar de ter sentido algumas dores no estômago, a jovem achava que tinha apenas problemas intestinais. "Achávamos que ela tinha apenas dores menstruais, gases ou uma úlcera", admite Wesley Branch. "A barriga dela nem estava assim tão grande. Achávamos que ela só tinha ganhado algum peso, nada mais", confessa.

Mesmo assim, a namorada decidiu realizar um teste de gravidez há umas semanas, mas os resultados foram negativos. Nem uma visita ao médico confirmou a gravidez...

A bebé acabou por nascer quase sem ajuda, mas a bordo seguiam três médicos, que auxiliaram Guan nos últimos passos do procedimento. A menina, batizada como Chloe, está de perfeita saúde e os pais já abandonaram o hospital.

A nacionalidade da pequena Chloe vai depender da zona que o avião estava a sobrevoar no momento do parto: para além da nacionalidade canadiana, a criança poderá, ainda, ser considerada norte-americana, se se provar que o avião estava a sobrevoar o Havai quando nasceu.

 

ng4227240.jpg

 

ng4227161.jpg

 

Link to comment
Share on other sites

 

rapaz... essa pergunta é comum...

 

Até onde eu sei (regras usadas em cabotagem e usadas também nas Nações Unidas), neste caso:

 

Avião canadense = território canadense... o bebê é canadense.

 

Mas há lugares que permitem interpretações diferentes. Eu sei que o Texas permite na certidão que se coloque as coordenadas onde a criança nasceu. Se uma criança nasce sobre o Pacífico, com o voo destino a uma cidade Texana, ela automaticamente é texana, porém pode requerer a segunda cidadania baseada no local exato onde ela nasceu (e foi plotado no livro de bordo).

 

Exatamente, tudo depende da interpretação e da legislação de cada país.

 

Alguns países, como o Brasil, possuem a os princípios do "jus solis" (nascido em território X) e do "jus sanguini" (nascido de ventre de cidadã de um país X). Exemplo, uma criança nascida de ventre brasileiro, sempre será brasileira.

 

Na literatura tem casos antigos de criança que nasce em trânsito e não é reconhecido por lugar nenhum, virava apátrida, pois ambos não valiam "jus solis", nem "jus sanguini" e nem a bandeira do navio.

 

Interessante o tema, o pessoal do Direito pode acrescentar mais.

Link to comment
Share on other sites

Vou te falar. A mulher estar de 37 semanas de gravidez e não saber eu até engulo. Agora, dizer que foi ao médico e não notaram nada é de doer.... O médico ruim esse....

Link to comment
Share on other sites

"Algo caiu de dentro de mim", queixou-se a nova mãe ao namorado, Wesley Branch. "Puxei-lhe as calças e vi uma cabeça, seguida de um choro", conta o jovem pai, à Global News. "Ó meu Deus, acho que acabamos de ter um filho", terá exclamado.

 

Bizarro! :lol:

Link to comment
Share on other sites

Muito bacana!!!

E existem muitos casos de mulheres que estavam gravidas e não sabiam, só souberam na hora que a criança nasceu, inclusive tem um programa de tv sobre isso.

No site da Discovery tem vários episódios desse programa.

http://discoverymulher.uol.com.br/saude/nao-sabia-que-estava-gravida/

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade