Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

jambock

É possível trocar noite de sono por 10 cochilos? Piloto de avião vai tentar

Recommended Posts

Meus prezados

É possível trocar noite de sono por 10 cochilos? Piloto de avião vai tentar

O avião Solar Impulse está prestes a decolar da China rumo ao Havaí na missão de se tornar o primeiro avião movido a energia solar a dar a volta ao mundo. O piloto poderá tirar apenas cochilos de 20 minutos, o que levanta a questão: qual o efeito disso sobre a saúde?

Por cinco dias e noites, o piloto sobrevoará sozinho o oceano Pacífico, tirando cochilos curtos de 20 minutos, de 10 a 12 vezes por dia. Ele deixará o piloto automático temporariamente sem ser observado. O piloto teria sido treinado em auto-hipnose.

Kevin Morgan, professor de psicologia no Centro de Sono de Loughborough, no Reino Unido, adverte que é preciso, pelo menos, meia hora para uma soneca reparadora e 90 minutos para um ciclo de sono completo.

No caso do piloto, são períodos mais curtos; David Ray, professor de medicina e endocrinologia na Universidade de Manchester, questiona sua eficácia.

"O risco é que, durante a viagem de cinco dias, durante o estado de privação de sono, eles cometam um erro, que a capacidade de tomar decisões seja jogada pela janela", diz Ray.

"Você pode se recuperar depois de um tempo, com umas boas noites de sono. Mas não é muito agradável."

Em experimento realizado pela Nasa, pilotos que puderam tirar um cochilo de 40 a 45 minutos melhoraram seu desempenho em 34% e seu estado de alerta em 54%.

Mas isto foi apenas num voo de longa distância convencional, e não numa jornada de cinco dias. E foi o dobro dos 20 minutos por cochilo que os pilotos da Solar Impulse terão.

Alternância

Uma equipe britânica que planeja cruzar o Atlântico neste ano -- a British Ocean Reunion -- usará um sistema de alternância, no qual uma pessoa dorme por duas horas enquanto outra assume o controle. Segundo Morgan, este é um período "melhor" de descanso.

Ele compara a situação do piloto com a de médicos juniores que tinham quartos em hospitais, mas eram mantidos de plantão para atender pacientes por 48 horas.

"Eles se sentiam totalmente miseráveis", diz. "Somando-se a quantidade de sono que eles tinham, poderia ser algo respeitável, digamos cinco ou seis horas. O problema é que isso era obtido juntando quantidades de 10 ou 20 minutos."

O "sono em pedaços" não é novidade. Ellen MacArthur, que se tornou a primeira mulher a velejar sozinha pelo mundo em 2000, dormiu cerca de cinco horas e meia por dia, formadas pelo que chamou de "fatias de cerca de 20, 40 ou 70 minutos".

Fonte: Justin Parkinson para BBC via CECOMSAER 14 MAI 2015

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu suspeito que se esse experimento der certo será porque o piloto dormiu mais que 20 min.

 

Senão, acho que acaba de forma trágica.

 

Ellen MacArthur, que se tornou a primeira mulher a velejar sozinha pelo mundo em 2000, dormiu cerca de cinco horas e meia por dia, formadas pelo que chamou de "fatias de cerca de 20, 40 ou 70 minutos

Suspeito que um veleiro tenha uma margem de erro maior também

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...