Jump to content

TAM fará redução de até 10% de operações no mercado doméstico


Pifpaf

Recommended Posts

TAM fará redução de até 10% de operações no mercado doméstico

A companhia aérea TAM, da Latam Airlines, anunciou nesta segunda-feira (20) que reduzirá gradualmente suas operações no Brasil em 8% a 10% diante do cenário econômico desafiador do país.

tam300.jpgTodos os destinos em que a TAm atua serão

mantidos (Foto: Divulgação)

"Diante de um cenário econômico desafiador no País, provocado pelo aumento da inflação e pela alta do dólar em relação ao real, resultando numa desaceleração do setor aéreo, a TAM começa, a partir de agora, uma redução gradual de suas operações no mercado doméstico", informa a empresa, por meio de nota publicada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

De acordo com nota, a TAM não deixará de operar em nenhum dos destinos onde hoje está presente.

A empresa prevê que as iniciativas gerem redução de menos de 2% de seu quadro de funcionários, já incluindo rotatividade natural da empresa. Porém, não haverá impacto nas equipes de tripulação. A companhia diz que dará apoio aos colaboradores impactados por meio de consultorias especializadas em recolocação profissional.

A Abear, associação de empresas do setor aéreo, afirmou em abril que as companhias devem faturar menos em 2015 caso a atual tendência de queda nas tarifas continue.

De acordo com a entidade, a atividade econômica lenta fez com que a demanda corporativa caísse "brutalmente" da proporção normal de 70% para 50% no momento, ficando ainda menor em alguns voos.

http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2015/07/tam-fara-reducao-de-ate-10-de-operacoes-no-mercado-domestico.html

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 82
  • Created
  • Last Reply

Já era esperado, a industria está basicamente parando e consequentemente os executivos estão parando de voar.

 

Na minha terra natal (JOI), uma cidade industrial, o cenário é desolador. As empresas ou estão demitindo em massa ou paralisando a produção e concedendo férias coletivas.

Link to comment
Share on other sites

Já era esperado, a industria está basicamente parando e consequentemente os executivos estão parando de voar.

 

Na minha terra natal (JOI), uma cidade industrial, o cenário é desolador. As empresas ou estão demitindo em massa ou paralisando a produção e concedendo férias coletivas.

 

o cenário é pior em Manaus, milhares de demissões na ZFM.

 

coincidentemente vi hoje uma reportagem sobre o aumento da criminalidade na cidade,

Link to comment
Share on other sites

 

o cenário é pior em Manaus, milhares de demissões na ZFM.

 

coincidentemente vi hoje uma reportagem sobre o aumento da criminalidade na cidade,

 

348 mil postos de trabalho fechado no Brasil só no primeiro semestre. Até é estranho a demora na redução de oferta por parte das áreas.

Link to comment
Share on other sites

Sensato a ação da empresa . Os indicativos macro-econômicos demonstram que a situação não irá melhorar tão cedo .

Link to comment
Share on other sites

O press-release enviado às agencias de noticias e publicado com destaque em todos os sites de economia é sucinto, direto e objetivo.

Ja o comunicado interno recebido por email é mais completo e detalha para o publico interno os motivos que levaram à essa decisão. Citam “cenário desafiador no Brasil, aumento da inflação, alta do USD em relação ao BRL e a desaceleração do setor aéreo”.

“ (…) Dessa forma, teremos de fazer a revisão do guidance de capacidade - ASK (que é a nossa previsão de resultado operacional), no mercado doméstico brasileiro de 0% para uma contração de 2% a 4%, em comparação com 2014. (…)”

O comunicado cita ainda o Boletim Focus do Banco Central (10 julho 2015), que prevê uma retração “ainda maior” do PIB em 2015, com estimativa revisada de -1,3% para -1,5% e a inflação que está na casa dos 9%.

 

 

Apertem os cintos...

Sem pânico, mas apenas para ilustrar o cenário:

Tarifaço na energia triplica calote na conta de luz

http://atarde.uol.com.br/economia/noticias/1697974-tarifaco-na-energia-triplica-calote-na-conta-de-luz

Para reduzir inadimplência, empresas parcelam conta de luz no cartão

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,para-reduzir-inadimplencia--empresas-de-energia-parcelam-conta-no-cartao,1711228

Banco do Brasil renegocia R$ 1 bi em dívidas pela internet

http://economia.terra.com.br/banco-do-brasil-renegocia-r-1-bilhao-em-dividas-pela-internet,5170995e94566ccd91137882b5fd4c76lll2RCRD.html

http://www.bb.com.br/portalbb/home24,116,500510,1,1,1,1.bb?codigoMenu=18624

https://www.itau.com.br/renegocie/

renegociacao_itau.jpg

 

 

Hora da JJ saudar a mandioca.

Pra quem nao viu...

https://www.youtube.com/watch?v=NednSswD-Q0

Link to comment
Share on other sites

18/07/2015 09h34 - Atualizado em 18/07/2015 14h01

Em 2015, Polo Industrial de Manaus já demite 13,9% a mais que em 2014 Nos primeiros seis meses deste ano 15.487 trabalhadores foram demitidos.
Linhas de produção foram retiradas de Manaus e levadas para São Paulo.

 

http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2015/07/em-2015-polo-industrial-de-manaus-ja-demite-139-mais-que-em-2014.html

 

Link to comment
Share on other sites

Estranho! Chamaram todos os dispensados de agosto/13, fizeram novas contratações e agora falam em redução de 10% da malha? Espero que não respingue neles!

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde amigos Forenses.

 

Mudanças na Tam ocorrerão até o final do ano

 

As duas medidas de combate à crise anunciadas hoje pela Tam — corte de até 10% na oferta doméstica e a demissão de cerca de 550 funcionários (ou quase 2% dos 28 mil atualmente contratados) — deverá ocorrer até o final do ano, segundo a companhia.

Em resposta a perguntas enviadas pelo Portal PANROTAS, a Tam informa que as rotas que perderão capacidade ainda estão sendo definidas. A mudança será gradual.

“Para garantir o melhor atendimento aos seus clientes, a companhia não deixará de operar em nenhum dos destinos e aeroportos onde hoje está presente”, garante a empresa. A renovação da frota, que inclui a
chegada dos A350, e a escolha do hub da companhia no Nordeste também estão mantidas.

A empresa diz que a redução de malha concentra-se somente no doméstico.

 

FontePanrotaspublicada 20/07/2015 14h27

 

Abs. PP-CJC

Link to comment
Share on other sites

E ainda tem gente que acredita na criaçao de Hub no Nordeste...

 

Creio que o Hbu sai mesmo, afinal é um investimento e esse tipo de coisa costuma entrar em outro tipo de planejamento. Além do mais o próprio hub pode possibilitar a redução de custos centralizando os voos.

Link to comment
Share on other sites

As conversas que tivemos hoje confirmam que não haverá corte de tripulantes, por algumas razões:

- já estávamos em déficit há algum tempo, e os novos contratados chegam para "colocarmos o quadro em dia". Precisamos deles!

- o turnover natural já dá conta do equilíbrio na área sem a necessidade de cortes;

- a renovação em curso da frota doméstica está substituindo alguns A320 por A321, o que demanda, naturalmente, mais comissários;

- como a redução afeta a malha e a frequência de algumas rotas, é natural que o impacto maior seja sentido nos aeroportos.

O único efeito que já sentimos é que as turmas novas previstas a partir de setembro foram temporariamente suspensas, mas mantemos a previsão para agosto.

Por ora, é isso. Como já foi dito por muitos, é necessário e a TAM está apenas se ajustando.

O foco hoje não é a redução de quadro, mas sim de malha. O quadro é apenas uma triste e inevitável consequência!

Link to comment
Share on other sites

As conversas que tivemos hoje confirmam que não haverá corte de tripulantes, por algumas razões:

- já estávamos em déficit há algum tempo, e os novos contratados chegam para "colocarmos o quadro em dia". Precisamos deles!

- o turnover natural já dá conta do equilíbrio na área sem a necessidade de cortes;

- a renovação em curso da frota doméstica está substituindo alguns A320 por A321, o que demanda, naturalmente, mais comissários;

- como a redução afeta a malha e a frequência de algumas rotas, é natural que o impacto maior seja sentido nos aeroportos.

O único efeito que já sentimos é que as turmas novas previstas a partir de setembro foram temporariamente suspensas, mas mantemos a previsão para agosto.

Por ora, é isso. Como já foi dito por muitos, é necessário e a TAM está apenas se ajustando.

O foco hoje não é a redução de quadro, mas sim de malha. O quadro é apenas uma triste e inevitável consequência!

Uma curiosidade, 10%da frota narrow é um torno de 13 aeronaves, tu sabes dizer se vão devolver ou apenas deixar parado em solo até a crise passar( que eu acho que vai demorar).

Link to comment
Share on other sites

Uma curiosidade, 10%da frota narrow é um torno de 13 aeronaves, tu sabes dizer se vão devolver ou apenas deixar parado em solo até a crise passar( que eu acho que vai demorar).

 

Devolver assim "de repente" acho difícil, isso incorreria em multas salgadas com os lessors - na verdade já estão devolvendo alguns A319 e A320 mais antigos, sendo substituídos por A321 (só que isso aumenta a oferta ao invés de diminuir)...

 

Acho que vão voar menos horas por dia, talvez uma e outra passe a ficar de "reserva", alguma(s) que pare(m) pra check acabem ficando paradas até a alta temporada...podem ser menos vôos "extras" de alta temporada...

 

Bom mesmo seria se a TAM pudesse passar ao menos parte dessa capacidade / aviões narrow pra vôos internacionais, com novos vôos pra América do Sul, Caribe...(ou se o hub do Nordeste já estivesse funcionando daria até pra arriscar alguns vôos pro leste da África, com custos muito menores do que os vôos com widebodies)...

 

Que tal um GRU-BSB-Equador? Pelo menos no Equador teria a LAN pra ajudar um pouquinho, hehe...

Link to comment
Share on other sites

Para quem acabou de voltar para empresa isso é o mesmo que colocar o funcionário de frente para um leão com fome. É o sentimento irradia para família. Eu já me sinto ameaçado, apesar de garantirem que os tripulantes não serão afetados.

Link to comment
Share on other sites

Devolver assim "de repente" acho difícil, isso incorreria em multas salgadas com os lessors - na verdade já estão devolvendo alguns A319 e A320 mais antigos, sendo substituídos por A321 (só que isso aumenta a oferta ao invés de diminuir)...

 

Acho que vão voar menos horas por dia, talvez uma e outra passe a ficar de "reserva", alguma(s) que pare(m) pra check acabem ficando paradas até a alta temporada...podem ser menos vôos "extras" de alta temporada...

 

Bom mesmo seria se a TAM pudesse passar ao menos parte dessa capacidade / aviões narrow pra vôos internacionais, com novos vôos pra América do Sul, Caribe...(ou se o hub do Nordeste já estivesse funcionando daria até pra arriscar alguns vôos pro leste da África, com custos muito menores do que os vôos com widebodies)...

 

Que tal um GRU-BSB-Equador? Pelo menos no Equador teria a LAN pra ajudar um pouquinho, hehe...

Tem o retrofit da frota narrow em curso, talvez acelerem o retrofit uma vez que pelo menos 10 aeronaves ficarão ociosas, podendo voar enquanto duas ,três estarão em retrofit.

Bom mesmo seria ouvir o JJNVT nos dizer a programação da empresa para essas aeronaves que ficarão no chão

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.


×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade