Jump to content

TAM esquece de embarcar criança de sete anos


777-300ER

Recommended Posts

domingo, 19 de julho de 2015 - 23h22

Atualizado em domingo, 19 de julho de 2015 - 23h28


Companhia aérea esquece criança de sete anos


Menina de sete anos deveria ser acompanhada até o avião por um funcionário. Ela foi deixada sozinha no saguão e perdeu o voo


A assessora de imprensa Carolina Petter relatou à rádio BandNews FM que sua filha perdeu o voo da companhia aérea Tam JJ 3356, que sairia do aeroporto de Guarulhos às 11h55 deste domingo (19) com destino a João Pessoa, na Paraíba.


A menina tem sete anos e viajaria sozinha até a capital paraibana, onde seria recebida pelo avô.


Segundo a mãe, a empresa se comprometeu com os pais a encaminhar a garota até a poltrona da aeronave. No entanto, o funcionário designado pela companhia levou outros passageiros para voos distintos e não encaminhou a criança até o avião. O voo partiu e a menina ficou sozinha à espera do funcionário.


A família foi avisada pela Tam de que a garota estava dentro do avião, informação desmentida uma hora depois pela própria funcionária da companhia, que alegou ter confundido o sobrenome da criança.


Companhia área esquece criança de sete anos

Mãe notou que havia algo de errado ao conversar com a filha pelo celular (Foto: BandNews FM)


Segundo Carolina Petter, a Tam não sabia o nome do funcionário a quem a criança havia sido entregue.


Procurada, a empresa esclarece que está apurando o caso.


A companhia também informa que o embarque da passageira está previsto para esta segunda-feira (20), às 23h20.

Link to comment
Share on other sites

Olha... Quando esquecem cachorro já é um auê, quero nem pensar o que vai acontecer com esse funcionário.

 

 

Vai me desculpar, mas não vejo tanta diferença assim nas situações. Irresponsabilidade da mesma maneira, tem gente que tem os cães como filhos (eu sou um caso, principalmente porque não tenho filhos ainda) e se acontece algo desse tipo com meus cães, eu ficaria maluco!

Link to comment
Share on other sites

Vai acontecer o que tem de acontecer: Rua.

Ou não. Temos que saber exatamente as circunstâncias antes de crucificar uma pessoa baseado numa reportagem.

Link to comment
Share on other sites

Ou não. Temos que saber exatamente as circunstâncias antes de crucificar uma pessoa baseado numa reportagem.

Airbus-FA, alguém deve responder por isso, sem dúvida alguma. Concorda que em condições normais, com supervisão como deveria ter tido, essa criança não ficaria perdida pelo aeroporto e teria embarcado?

 

Vai sobrar bonito para alguém, até porque a cia aérea vai, provavelmente, levar um merecido processo. Tem certas coisas que são indesculpáveis. Eu sou super tranquilo, NUNCA tive problema sério com cia aérea em meus mais de 640 voos, já relevei erros que eu julguei bobos/normais, mas tem coisas que não dá para aceitar/desculpar.

 

Essa é a minha opinião.

Link to comment
Share on other sites

Sequer sabia que esse tipo de "serviço" existia.

 

Eu sou pai de uma menina de oito anos e jamais deixaria ela viajar sozinha, ainda mais tendo que confia-la a terceiros dessa forma.

Link to comment
Share on other sites

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/07/menina-de-7-anos-e-esquecida-pela-tam-em-portao-errado-em-guarulhos.html

 

 

 

A mãe respondeu que era para João Pessoa e decidiu permanecer no aeroporto para se certificar de que a filha tinha embarcado.

Já no horário do voo, uma atendente relatou aos pais ter visto no sistema que a criança já estava dentro do avião. A mãe resolveu, no entanto, mandar uma mensagem por celular para se certificar de que estava tudo certo com a filha, mas achava que não receberia resposta porque a criança já estaria dentro da aeronave. A menina respondeu: "estou esperando o moço voltar".

 

Concordo, não necessariamente a culpa é do funcionário (sabemos que pode estar sobrecarregado, etc) mas me admira como volta e meia tem alguma coisa errada acontecendo com passageiro que necessita de atenção especial.

Link to comment
Share on other sites

Cara não é a primeira vez que acontece isso na JJ. Teve uma vez no GIG... Esqueceram a criança na "Ilha" do finger... Só não me lembro qual foi a posição. 51 ou 54...

 

Na ocasião não era UMNR, pois tinha mais de 12 anos, no entanto, os pais tinham pedido acompanhamento durante todas as fases.

 

 

Agente cuidando de dois voos ao mesmo tempo. No GIG, costumávamos reter o embarque na ilha e nos fingers. Como a cabine não estava liberada, o despachante deixou o menor sentadinha na Ilha. Enfim cabine liberada, todo mundo embarcou, tripulantes fizeram contagem, o POB bateu de alguma forma, o voo estava batido no Amadeus, fecharam porta... Finger recolhido, avião pronto para o push... E a criança, no meio daquela bagunça, continuou sentadinha na ilha.

 

Quando o despachante percebeu já era tarde demais....

Link to comment
Share on other sites

Airbus-FA, alguém deve responder por isso, sem dúvida alguma. Concorda que em condições normais, com supervisão como deveria ter tido, essa criança não ficaria perdida pelo aeroporto e teria embarcado?

 

Vai sobrar bonito para alguém, até porque a cia aérea vai, provavelmente, levar um merecido processo. Tem certas coisas que são indesculpáveis. Eu sou super tranquilo, NUNCA tive problema sério com cia aérea em meus mais de 640 voos, já relevei erros que eu julguei bobos/normais, mas tem coisas que não dá para aceitar/desculpar.

 

Essa é a minha opinião.

 

Bom, vamos esclarecer que não perderam a criança, mas sim, por alguma falha a fizeram a criança perder o voo, o que é bem diferenre perante a responsabilidade sobre o menor.

Aí vamos lembrar também, que o embarque de prioridades, o que inclui menores desacompanhados, hoje é terceirizado em Gru, então, provavelmente não será na Tam uma eventual demissão.

Quando eu falei sobre saber o que aconteceu, foi em relação sobre onde começou o erro, que pode não ser necessariamente culpa do agente que iria embarcar a criança no voo. Pode ter sido algum problema de documentação, pode ter sido um mal estar súbito do menor que exigiu atemdimento no ambulatório, pode ter sido um piriri que deixou o menor 30 minutos no banheiro, claro que estou ironizando, mas vai saber!

Link to comment
Share on other sites

Uma dúvida paira... se era menor, deveria estar na telinha do embarque, ao lado do nome da menina, a sigla "UMNR". Não tô dizendo que não aconteceu, mas será que o agente que embarcou o voo não teria tido a sensatez de perceber que na lista de não-embarcados tinha um pax com SSR de UMNR? Não teria uma Motorola ou um ramal pra cobrar da galera do SAE quem seria o funcionário responsável pela menina? Ou já chegou num nível que ninguém mais lê nada, não presta atenção em nada, faz tudo por osmose, o que importa é fechar no horário e não prejudicar a pontualidade? Dá a impressão de que desceu a boiada pelo portão, acomodou, assinou carregamento e fechou a porta. Não confere faltante a bordo, não chama no PA, não chama na sala de embarque, não observa que é uma prioridade...

 

Pax faltante em voo é normal até demais, ainda mais agora com as facilidades dos check-ins web, mobile, os totens, etc., aliados à falta de consciência de informar à empresa sobre no-show. Mas em velhos tempos da "Era Pré-Caos Aéreo" sempre me preocupei em observar essas particularidades. Esse caso de GRU vai fatalmente "promover pro mercado de trabalho" um carinha da terceirizada. Mas tem parcela de culpa do agente TAM responsável pelo embarque do voo também. Lista de SSR do voo é fácil de acessar em qualquer sistema de empresa aérea. E deveria ser de praxe sua conferência pelo responsável do voo, bem como a disponibilização de uma cópia dessa lista à tripulação.

Link to comment
Share on other sites

Olhando para um ponto diferente: É serio que embarcaram uma mala sem o seu devido pax? Agora eu tenho medo do que pode tá acontecendo por ai... pelo visto não tão nem conferindo se o pax que fez check-in realmente embarcou.

Link to comment
Share on other sites

Olhando para um ponto diferente: É serio que embarcaram uma mala sem o seu devido pax? Agora eu tenho medo do que pode tá acontecendo por ai... pelo visto não tão nem conferindo se o pax que fez check-in realmente embarcou.

 

Realmente isso é perigosíssimo e preocupante.

Link to comment
Share on other sites

A cereja em cima de tudo é que o embarque da menor foi remarcado para mais de 30 horas depois do originalmente previsto.

 

infelizmente isso vai dar um processo de apenas alguns mil reais, e não de milhões, como deveria ser.

Link to comment
Share on other sites

Foi na TAM isso, certo? Deixaram a menina de fora, o cachorro fugiu, tem 5 volumes de bagagem embarcados sem passageiros...

 

Fechou no horário?

 

Então tá tudo certo...

 

Eeeeee empresa que não muda a forma de pensar...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade