Jump to content

Gol vai cortar frequências com demanda menor e alta do dólar


leelatim

Recommended Posts

Gol vai cortar frequências com demanda menor e alta do dólar

 

 

Avião da GOL: a empresa prevê redução de 1 a 1,5 por cento das frequências em termos assentos/quilômetro em 2015 ante 2014

Diadema - A GOL não pretende cortar destinos neste ano, somente frequências dos voos, a menos que a situação econômica do país se agrave, disse o presidente executivo da empresa, Paulo Kakinoff, nesta quinta-feira.

 

A empresa prevê redução de 1 a 1,5 por cento das frequências em termos assentos/quilômetro em 2015 ante 2014, conforme os maiores custos com a alta do dólar e o arrefecimento da demanda pesam sobre a companhia.

 

"Não é possível prever o câmbio e por isso não posso precisar como e em quanto esse impacto de custo (causado pelo dólar) será transferido para as tarifas", disse o executivo.

 

 

Fonte: Exame

Link to comment
Share on other sites

Pessoal da Gol parece estar fumando algum

 

Quanto mais eles tem preju mais eles comecam a atirar pra todo lado

 

GOL solicita mais de 200 voos semanais a partir de Campinas.

golvcp.jpg?resize=800%2C532
A GOL Linhas Aéreas solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil, a inclusão de mais de 200 voos domésticos semanais a serem operados a partir de Campinas. Caso aprovados pela agência, a GOL irá triplicar a oferta de assentos a partir da segunda mais importante cidade do Estado de São Paulo.

Atualmente, os destinos operados pela GOL saindo de Viracopos são: Rio de Janeiro, Curitiba, Maceió, Brasília e Natal. A partir do mês de Outubro de 2015, a companhia pretende voar também para Porto Alegre, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Florianópolis, Vitória, Foz do Iguaçu e Recife, sempre operados com aeronaves Boeing 737-800 para 177 passageiros.

A rota com maior incremento de voos será Campinas/Rio de Janeiro, com 52 novos voos, seguida por Campinas/Curitiba, com 39 voos semanais e por Campinas/BH e Campinas/Porto Alegre, cada uma com 34 novos voos semanais.

Certamente os passageiros do interior paulista terão muito a ganhar com o aumento da oferta, em face da possibilidade de escolher dentre mais opções de horários, novas conexões nacionais e internacionais e, novas opções de preços. Para a companhia também é uma alternativa, uma vez que as economias das cidades do interior de São Paulo têm crescido mais que a da região metropolitana já há vários anos, além de ter sentido um pouco menos os efeitos da crise político-econômica pela qual passa o país.

Com informações da Agência Nacional de Aviação Civil.

Link to comment
Share on other sites

 

Pessoal da Gol parece estar fumando algum

 

Quanto mais eles tem preju mais eles comecam a atirar pra todo lado

 

GOL solicita mais de 200 voos semanais a partir de Campinas.

golvcp.jpg?resize=800%2C532

A GOL Linhas Aéreas solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil, a inclusão de mais de 200 voos domésticos semanais a serem operados a partir de Campinas. Caso aprovados pela agência, a GOL irá triplicar a oferta de assentos a partir da segunda mais importante cidade do Estado de São Paulo.

Atualmente, os destinos operados pela GOL saindo de Viracopos são: Rio de Janeiro, Curitiba, Maceió, Brasília e Natal. A partir do mês de Outubro de 2015, a companhia pretende voar também para Porto Alegre, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Florianópolis, Vitória, Foz do Iguaçu e Recife, sempre operados com aeronaves Boeing 737-800 para 177 passageiros.

A rota com maior incremento de voos será Campinas/Rio de Janeiro, com 52 novos voos, seguida por Campinas/Curitiba, com 39 voos semanais e por Campinas/BH e Campinas/Porto Alegre, cada uma com 34 novos voos semanais.

Certamente os passageiros do interior paulista terão muito a ganhar com o aumento da oferta, em face da possibilidade de escolher dentre mais opções de horários, novas conexões nacionais e internacionais e, novas opções de preços. Para a companhia também é uma alternativa, uma vez que as economias das cidades do interior de São Paulo têm crescido mais que a da região metropolitana já há vários anos, além de ter sentido um pouco menos os efeitos da crise político-econômica pela qual passa o país.

Com informações da Agência Nacional de Aviação Civil.

 

Acho difícil sair o OK para incremento de novos voos GIG-VCP tem em vista que todos os hotrans domésticos solicitados pela G3 no GIG são sistematicamente indeferidos

com restrição.

Link to comment
Share on other sites

Meu Deus.... por que as cias não conversam e chegam a um acordo quanto a hubs ?

 

Azul : VCP e CNF

TAM: GRU, CGH e BSB

GOL: GRU, CGH e GIG

 

Que o bom senso as domine....

Link to comment
Share on other sites

Meu Deus.... por que as cias não conversam e chegam a um acordo quanto a hubs ?

 

Azul : VCP e CNF

TAM: GRU, CGH e BSB

GOL: GRU, CGH e GIG

 

Que o bom senso as domine....

Nos EUA cada uma opera em seu único ou máximo dois hubs sem interferir no da outra, pena que aqui se matam e não se organizam, brigando todas pelo mesmo, exceção apenas de Vcp, não à toa a Azul está bem melhor financeiramente

Link to comment
Share on other sites

Pior, a gol ainda entrou com tudo em Brasília dando de frente com Avianca e tam, em confins e VCP dando de frente com azul, a questão é, existe algum pingo de fundamento nesse movimento rodou o único interesse e fazer os concorrentes perderem dinheiro apostando que vão quebrar antes? Só pode pois é muito suicida!!!

Link to comment
Share on other sites

Pior, a gol ainda entrou com tudo em Brasília dando de frente com Avianca e tam, em confins e VCP dando de frente com azul, a questão é, existe algum pingo de fundamento nesse movimento rodou o único interesse e fazer os concorrentes perderem dinheiro apostando que vão quebrar antes? Só pode pois é muito suicida!!!

E nessa aí que você cita quem deve rodar primeiro será a G3.

Link to comment
Share on other sites

Pior, a gol ainda entrou com tudo em Brasília dando de frente com Avianca e tam, em confins e VCP dando de frente com azul, a questão é, existe algum pingo de fundamento nesse movimento rodou o único interesse e fazer os concorrentes perderem dinheiro apostando que vão quebrar antes? Só pode pois é muito suicida!!!

 

Verdade uma loucura essa briga doida. Mas a GOL é muito mais forte que a Avianca em BSB, e a GOL era a grande operadora em CNF antes ....

Link to comment
Share on other sites

Pior, a gol ainda entrou com tudo em Brasília dando de frente com Avianca e tam, em confins e VCP dando de frente com azul, a questão é, existe algum pingo de fundamento nesse movimento rodou o único interesse e fazer os concorrentes perderem dinheiro apostando que vão quebrar antes? Só pode pois é muito suicida!!!

Isso é o que me pergunto.Qual a estratégia da G3?Ver quem quebra primeiro? Todo mundo se recolhendo a sua fortaleza e a G3 avançando sobre todos!

Link to comment
Share on other sites

Nos EUA cada uma opera em seu único ou máximo dois hubs sem interferir no da outra, pena que aqui se matam e não se organizam, brigando todas pelo mesmo, exceção apenas de Vcp, não à toa a Azul está bem melhor financeiramente

Não é possível comparar integralmente EUA e BR, por diversas questões econômicas, geográfica e pública.

 

Aqui, sempre ficará no triângulo SAO-RIO-BSB.

Link to comment
Share on other sites

O negócio é que a G3 está agindo como uma low cost, como as da Europa e EUA que não focam em Hubs e tentam ter ao máximo de destinos diretos possíveis. Tá mais que na hora dela focar em um aeroporto e fazer de Hub. Sugiro o GIG já que dentre os grandes é o único que ainda não é.

Link to comment
Share on other sites

A Gol por exemplo oferece transporte gratuito de VCP para São Paulo?

Eu pesquisei algumas vezes e um voo de IGU para VCP (via CWB) estava bem barato, mas preferi não pegar porque acho que não existe esse serviço correto?

Link to comment
Share on other sites

Teoricamente a Gol tem GRU, CGH e BSB como hubs, a questão é que em diversos pontos existe uma "atenção" maior, com mais destinos diretos. Talvez a discussão nem seja de não ficar no triângulo SAO-RIO-BSB, mas sim todo o resto fora disso, que a Gol por exemplo tem bastante. A Azul já tem CNF, a Avianca poderia aproveitar mais SSA ou mesmo o GIG. No papel ainda existem algumas opções de hub secundário (considerando que o primeiro será sempre SAO), mas a questão é que existe uma briga por fora deles que a G3 não está abrindo mão.

Link to comment
Share on other sites

Acho que em breve ela terá de rever essa estratégia é principalmente focar mais na redução da oferta, acho que não tem como comparar a malha Gol, que é muito maior, inclusive que a Tam,afinal, é fácil a Gol cortar voos tendo uma malha tão gigante

Link to comment
Share on other sites

Indiscutivelmente a G3 evoluiu bastante na gestão Kakinoff, mas na minha leiga opinião, continua cometendo graves erros que prejudicam sua situação. O produto para os EUA é um dos grandes. Se quer copiar o modelo da Copa, ok! Só que pelo menos tenta fazer melhor. A falta de foco no mercado doméstico... Enfim, trazer um novo conceito ao Brasil e preencher lacunas no pós-vasp/varig vivendo um duopólio com a TAM não foi uma tarefa do outro mundo, agora sobreviver com saúde tendo 3 fortes concorrentes e uma economia fragilizada, é hora de dobrar a atenção!

Link to comment
Share on other sites

a Avianca poderia aproveitar mais SSA

 

O Germán sinalizou isso na semana passada em entrevista à coluna Giro Business da Bandnews:

 

 

- Para finalizar, German, você que conhece o mundo todo, que nota daria aos aeroportos brasileiros?
- É difícil responder pois temos muitas realidades diferentes; O T3 de GRU está no nível do que há de melhor no mundo hoje, mas quando olhamos para um terminal como o de Salvador, após a privatização, o potencial é incrível!
A Avianca deve vir com tudo para SSA após a concessão/ampliação do aeroporto.
Link to comment
Share on other sites

Nos EUA cada uma opera em seu único ou máximo dois hubs sem interferir no da outra, pena que aqui se matam e não se organizam, brigando todas pelo mesmo, exceção apenas de Vcp, não à toa a Azul está bem melhor financeiramente

 

 

Tá mesmo??? Empresa que esconde seu capital pra mim bom sinal não é...

Link to comment
Share on other sites

O Germán sinalizou isso na semana passada em entrevista à coluna Giro Business da Bandnews:

 

- Para finalizar, German, você que conhece o mundo todo, que nota daria aos aeroportos brasileiros?

 

- É difícil responder pois temos muitas realidades diferentes; O T3 de GRU está no nível do que há de melhor no mundo hoje, mas quando olhamos para um terminal como o de Salvador, após a privatização, o potencial é incrível!

 

A Avianca deve vir com tudo para SSA após a concessão/ampliação do aeroporto.

A AVB é a CIA da Star Alliance no Brasil e tem que se fortalecer onde há o "feed" de outras cias da mesma aliança. Fico feliz em ouvir sua opiniao sobre o T3. Quando estiver completamente concluido, será um senhor terminal totalmente internacional com capacidade para mais de 25 milhoes de Pax/ano, ou 100% a mais do que GRU transporta hoje.

 

Sobre SSA, espero que ela aumente suas operacoes por la ao longo dos proximos anos tornando-o um Hub domestico, afinal todos os ppais aeroportos do Sudeste e BSB ja Sao hubs domesticos das 3 concorrentes.

Link to comment
Share on other sites

Tá mesmo??? Empresa que esconde seu capital pra mim bom sinal não é...

Não diria que é sinal bom ela esconder seus balanços , mas de todo também não é ruim, pois a empresa não tem ações na bolsa e legalmente não é obrigada a informar seus balanços trimestrais.

 

Vale ressaltar que no anuário da Anac( embora não auditado) as empresas enviam seus balanços,geralmente divergente do que é divulgado na bolsa de valores, mas apresentaram que tiveram lucro, não sei qual o valor, pois não vi o anuário da Anac, dado os erros e incoerências de valores que lá são divulgados.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade