Jump to content

Destroços de avião desaparecido há mais de quatro anos são encontrados em Valadares/MG


jambock

Recommended Posts

Meus prezados

Destroços de avião desaparecido há mais de quatro anos são encontrados em Valadares

O baixo nível do rio Doce em Governador Valadares, Leste do Estado, mostrou mais que pedras e o fundo arenoso do manancial, na manhã desta terça-feira (13). Pescadores encontraram o avião que caiu dentro dele na noite de 24 fevereiro de 2011 e não foi encontrado nem mesmo pelos bombeiros durante quatro dias de buscas. O piloto estava sozinho e saiu ileso.

“Pra mim essa história não passava de boato, uma lenda, mas ele existe”, brinca o lapidário Washington Luiz Nazaré, de 51 anos que aproveitava as últimas horas do feriadão pescando com um amigo próximo à ponte do bairro São Raimundo quando viu as duas rodas da aeronave para fora da água, no final da tarde desta segunda-feira (12). Lembrou logo do acidente mas preferiu voltar ao local hoje cedo (13) para conferir.

Só depois disso chamou os bombeiros. O “achado” atraiu curiosos. A causa do acidente foi relatada como pane seca. A aeronave (Piper Aircraft) matrícula PT - ITI e Modelo PA-28R-200 deverá continuar dentro do rio Doce, pelo menos até que os proprietários ou responsáveis requeiram a sua remoção. Ela pertencia ao empresário valadarense José Carlos Araújo que morreu dia 21 de agosto deste ano, vítima de câncer.

Os bombeiros informaram que, como não há vítimas e nem interesse público na remoção da aeronave, eles só entrarão no caso mediante pedido de algum órgão público ou pagamento de taxa pelos proprietários.

Fonte: Ana Lúcia Gonçalves para Hoje em Dia via CECOMSAER 14 OUT 2015

O CR não informou este acidente...

Link to comment
Share on other sites

 

 

MATRÍCULA: PTITI
Proprietário:
MARCILIO MORAIS ALBENY
CPF/CGC:
16999681600
Operador:
MARCILIO MORAIS ALBENY
CPF/CGC:
16999681600
Fabricante:
PIPER AIRCRAFT
Modelo:
PA-28R-200
Número de Série:
28R7235112
Tipo ICAO :
P28R
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1202 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
003
bgPontilhado.gif
Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
6972
Situação no RAB:
Data da Compra/Transferência:
271114
bgPontilhado.gif
Data de Validade do CA:
24/05/21
Data de Validade da IAM:
240516
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

 

:uhm:

Link to comment
Share on other sites

Ouvi no noticiário (não lembro qual) que essa aeronave encontrada não é a mesma de 2011.

 

no relatório acima, fala:

 

"A aeronave ficou totalmente submersa, sendo encontrada e resgatada no dia 1º de setembro de 2012"

Link to comment
Share on other sites

Tem alguma informação desecontrada, segundo ete site, o CENIPA confirmou que se trata do ITI. Agora como o avião ta voando com partes ainda no rio é no mínimo curioso.

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2015/10/14/interna_gerais,697885/cenipa-confirma-que-pecas-encontradas-no-rio-doce-sao-de-aviao-desapar.shtml

Link to comment
Share on other sites

O Floripa já matou parte da charada. Na terça-feira dia 13, dia em que essa aeronave foi encontrada no Rio Doce, o corpo de bombeiros de Governador Valadares chegou a afirmar que se tratava daquela acidentada em 2011. Essa afirmação foi logo desmentida pelo CENIPA. Na mesma nota, o CENIPA afirmou que realizaria as análises para estabelecer que aeronave é essa que foi encontrada recentemente.

 

Outras notícias dão conta que se trata do PT-ITI, mas difícil saber se o jornalista foi na onda da confusão inicial...

 

Por outro lado, no relatório referido pelo Brunooo, consta que a aeronave sofreu "dano substancial". E pela definição do NTSB, "Substantial damage means damage or failure which adversely affects the structural strength, performance, or flight characteristics of the aircraft. This type of damage would normally require major repair or replacement of the affected component" (https://www.nbaa.org/ops/safety/ntsb/).

 

Então tem no mínimo duas hipótese:

- a aeronave encontrada esta semana é a acidentada em 2011, é matriculada PT-ITI, porém aquela matrícula deve ter sido cancelada e um outro avião do mesmo modelo (PA-28R-200) foi matriculada PT-ITI.

- o PT-ITI acidentado em 2011 foi recuperado, e como o dano era "apenas" substancial, sua recuperação era possível, foi feita, e está até hoje voando alegremente. E o CENIPA está aí para dizer qual tribo de alienígenas depositou a aeronave encontrada esta semana.

 

Mais CENIPA virtual aí?

Link to comment
Share on other sites

Meus prezados

Avião encontrado submerso no Rio Doce, em MG, deverá ser retirado

Retirada da aeronave deve acontecer na sexta-feira (16). CENIPA confirmou que avião é o mesmo do acidente de 2011.

A aeronave encontrada na tarde de segunda-feira (12), no Rio Doce, e Governador Valadares, deverá ser retirada nesta sexta-feira (16). Ela estava submersa, quando foi encontrada por pesacadores. Na manhã desta quinta (15), cinco militares estiveram no local; quatro deles eram mergulhadores, que se preparam para a limpeza da área onde o avião está. A retirada da aeronave será feita por uma empresa especializada, contratada pela família proprietária do avião.

O tenente Carlos Viana, do Corpo de Bombeiros da cidade, falou sobre o papel dos militares no trabalho de retirada do avião: “Faremos a segurança das pessoas que vão mergulhar e que vão fazer os procedimentos para a retirada dessa aeronave.” Segundo o tenente, o avião terá de ser arrastado por cerca de 800 metros dentro do rio, para que, só então, seja rebocado por um guincho que estará posicionado na margem. Ainda segundo os bombeiros, os trabalhos devem seguir durante todo o dia.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes (CENIPA) confirmou que a aeronave encontrada no rio é a mesma do acidente de fevereiro de 2011.

O caso causa polêmica na cidade desde o acidente, e moradores da cidade se questionavam sobre existência do avião. O pedreiro Sebastião Pereira contou o que pensa do caso. “Eu acho estranho não terem achado esse avião. Isso aqui no Rio Doce é histórico.”

Relembre o caso
Em 24 de fevereiro de 2011, um monomotor fez um pouso forçado no Rio Doce, segundo os bombeiros, por falha mecânica. O piloto, Rafael Ventura, de 24 anos, teria saído de Nanuque, no Vale do Mucuri, e seguia para Valadares num voo doméstico. Ele disse que o problema foi uma pane seca, ou seja, falta de combustível. A aeronave ficou totalmente submersa, mas o piloto saiu ileso.

Fonte: PORTAL G-1 via CECOMSAER 17 OUT 2015

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade