Jump to content

Ampliação do aeroporto JK levará até sete anos para conclusão


jambock

Recommended Posts

O que houve com a praca de alimentação do JK ? Estou aqui nesse momento, e mais da metade das lojas fecharam. Inclusive o Red Lobster...

E alguma reforma ou e algo definitivo?

 

Até aonde eu sei, até as imagens do vídeo novo denunciam.... Essa parte toda, futuramente será área restrita ao Terminal de Passageiros. E as lojas serão realocadas no térreo. E aonde era o RedLobster, virá o NaHora... Algo parecido com o PoupaTempo de Sampa.

Link to post
Share on other sites

  • Replies 266
  • Created
  • Last Reply

INFRAMERICA CONCESSIONÁRIA DO AEROPORTO DE BRASÍLIA S/A


AVISO DE REQUERIMENTO DE PRORROGAÇÃO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO



Torna público que está requerendo do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal - Brasília Ambiental - IBRAM/DF, a Licença de Instalação, a título de prorrogação da Licença de Instalação Nº 057/2013-IBRAM para atividade de instalação do Centro Nacional de Aviação (CNA) no Aeroporto Internacional de Brasília Presidente Juscelino Kubitschek, localizado na Área Especial S/Nº, Lago Sul, Brasília - DF. Processo n° 391001.292/2013. JORGE ARRUDA FILHO - DIRETOR PRESIDENTE.



Link to post
Share on other sites
O aeroporto Futuros Projetos

Uma nova etapa no projeto de expansão do Aeroporto de Brasília mudará o conceito de Aeroportos no país. Um projeto pioneiro transformará o Terminal brasiliense e toda a experiência de compras e entretenimento.

 

Na primeira fase das obras, será ampliando o terminal (lado publico) com foco na ampliação da área destinada a lojas, uma nova praça de alimentação e serviços. Adicionalmente, a Inframerica pretende desenvolver uma área de entretenimento. O projeto consumirá mais de R$600 milhões de investimentos.

 

A concessionária também estuda a ampliação do píer internacional que contará com 9 mil m² adicionais em espaço e aumentará a quantidade de pontes de embarque de quatro para oito. Cerca de 1.500 m² serão destinados a novos serviços e opções gastronômicas e toda a expansão permitirá que o Aeroporto de Brasília receba até 1,5 milhão de passageiros internacionais por ano.

 

Fonte: http://www.bsb.aero/br/o-aeroporto/futuros-projetos/

Link to post
Share on other sites

Como ando monitorando a página, e uma fonte me disse que seria alterada nos próximos dias. Aconteceu... Aqui está algumas informações a respeito da expansão do aeroporto, bem como do Terminal Internacional.

 

Eu já sabia que o projeto do vídeo, seria atualizado, mas ele é a versão final. E estavamos com medo que o Terminal Internacional, teria poucos fingers. Eu não vi isso, irá pular de 4 fingers para 8 futuramente. Mas creio, que eles irão aproveitar os 4 fingers do Satélite existente e irão acrescentar mais 4 fingers do futuro terminal.

 

E mesmo assim, as imagens do terminal no vídeo, são meramente ilustrativas. Mas que o terminal terá 9 mil m2.

Link to post
Share on other sites

Acredito que essas areas comerciais também atenderão os bairros vizinhos que apesar de serem bairros com poder aquisitivo alto, são carentes de shopping e pontos comerciais (Park Way e Lago Sul)

Link to post
Share on other sites

Salvo me engano a Multiplan tinha um projeto de um shopping ali pertinho no Lago Sul, que acabou não saindo por causa de mobilização contrária dos moradores da região. De repente ela se interessaria em administrar o shopping do Aeroporto JK pra Inframérica, já que possui Know-How pra tanto. Ou até mesmo o Iguatemi, já que a Multiplan já tem o ParkShopping ali perto, enquanto que o Iguatemi fica no outro lado totalmente oposto da cidade, no Lago Norte.

Link to post
Share on other sites

Salvo me engano a Multiplan tinha um projeto de um shopping ali pertinho no Lago Sul, que acabou não saindo por causa de mobilização contrária dos moradores da região. De repente ela se interessaria em administrar o shopping do Aeroporto JK pra Inframérica, já que possui Know-How pra tanto. Ou até mesmo o Iguatemi, já que a Multiplan já tem o ParkShopping ali perto, enquanto que o Iguatemi fica no outro lado totalmente oposto da cidade, no Lago Norte.

Eu acho impossível a Inframerica fazer isso, pois, teria de dividir o bolo dos lucros dos alugueis com a operadora do shopping. Com certeza, a própria vai fazer a administração do shopping. Somente pelo que sei, se vier a ter algo do gênero. Com certeza eles irão escolher a JHSF. Acho bem dificil ser o Iguatemi ou Park Shopping. Até mesmo porque, eles querem ser donos de todo negócio e não apenas administradoras da operação do shopping.

Link to post
Share on other sites

Em maio a Corporación America colocou 49% da Inframerica (51% BSB e 100% NAT) a venda. http://www.bfcapital.com.br/inframerica-seeks-partner-for-brazilian-airports/

 

Essa semana o Governo decide sobre a venda dos 49% da Infraero em todos os aeroportos concedidos. Acho muito difícil qualquer concessionário pensar em fazer obras sem saber quem é o novo sócio, e se esse está disposto a rachar a conta dessas obras. Aliás, pelo movimento atual e as perspectivas de crescimento da aviação comercial brasileira, não imagino nenhuma ampliação de terminal, novas pistas, etc, nos atuais aeroportos concedidos por pelo menos uns 5-6 anos.

Link to post
Share on other sites

Em maio a Corporación America colocou 49% da Inframerica (51% BSB e 100% NAT) a venda. http://www.bfcapital.com.br/inframerica-seeks-partner-for-brazilian-airports/

 

Essa semana o Governo decide sobre a venda dos 49% da Infraero em todos os aeroportos concedidos. Acho muito difícil qualquer concessionário pensar em fazer obras sem saber quem é o novo sócio, e se esse está disposto a rachar a conta dessas obras. Aliás, pelo movimento atual e as perspectivas de crescimento da aviação comercial brasileira, não imagino nenhuma ampliação de terminal, novas pistas, etc, nos atuais aeroportos concedidos por pelo menos uns 5-6 anos.

 

Na realidade, ela decidiu manter a integralidade do capital, bem como está de olho nos 49% da Inframerica para ficar com 100% do AIJK. Sem contar, creio, se eles comprarem 100% de tudo. A concessão cai. E eles se tornam donos do AIJK.

Link to post
Share on other sites

Eu acho impossível a Inframerica fazer isso, pois, teria de dividir o bolo dos lucros dos alugueis com a operadora do shopping. Com certeza, a própria vai fazer a administração do shopping. Somente pelo que sei, se vier a ter algo do gênero. Com certeza eles irão escolher a JHSF. Acho bem dificil ser o Iguatemi ou Park Shopping. Até mesmo porque, eles querem ser donos de todo negócio e não apenas administradoras da operação do shopping.

Realmente a Inframerica teria que remunerar a Multiplan, Iguatemi ou JHSF para tanto, se optasse por colocar na gestão do seu shopping alguma empresa com expertise no assunto.

 

Todavia a grande diferença é que quando entra uma rede de shoppings na administração a coisa muda de figura, pois elas conseguem, por exemplo, a acoragem de lojas que só se instalam em shoppings das suas respectivas redes de shoppings.

 

E, tanto no caso da Multiplan quanto do Iguatemi, elas administram shoppings que não são totalmente delas também.

Link to post
Share on other sites

 

Na realidade, ela decidiu manter a integralidade do capital, bem como está de olho nos 49% da Inframerica para ficar com 100% do AIJK. Sem contar, creio, se eles comprarem 100% de tudo. A concessão cai. E eles se tornam donos do AIJK.

 

Acredito que não conseguiram vender pelo balanço que têm, e não tem isso de a concessão cair / viram donos. O governo alugou os aeroportos não vendeu, no final do contrato volta tudo pra União, com obras, terminais novos, etc, e se a Corporacion America passar a ter 100% da Inframerica, não muda nada, continua devendo a outorga anual, e vai ter que se virar pra arrumar dinheiro sozinha.

 

Ano passado, pra Inframerica conseguir fazer o depósito judicial da outorga (R$247 milhões), Infraero+ACI Holdings tiveram que colocar R$60 milhões do bolso (29.4 Infraero e o resto ACI).

 

E mais outra coisa intrigante, GRU tem pago juros ao BNDES, BSB não, só aumenta o saldo devedor.

Link to post
Share on other sites

 

Acredito que não conseguiram vender pelo balanço que têm, e não tem isso de a concessão cair / viram donos. O governo alugou os aeroportos não vendeu, no final do contrato volta tudo pra União, com obras, terminais novos, etc, e se a Corporacion America passar a ter 100% da Inframerica, não muda nada, continua devendo a outorga anual, e vai ter que se virar pra arrumar dinheiro sozinha.

 

Ano passado, pra Inframerica conseguir fazer o depósito judicial da outorga (R$247 milhões), Infraero+ACI Holdings tiveram que colocar R$60 milhões do bolso (29.4 Infraero e o resto ACI).

 

E mais outra coisa intrigante, GRU tem pago juros ao BNDES, BSB não, só aumenta o saldo devedor.

 

Não é o que estou sabendo, de todos os aeroportos o único que sequer se cogitou relicitar foi justamente o AIJK. Os demais, correm risco de sequer sair das obras.

Link to post
Share on other sites
Está fresca a matéria... E como eu já imaginava, na iminência do início das obras.


Inframerica Concessionária do Aeroporto de Brasília S/A


Aviso de Requerimento de Autorização Ambiental


Torna público que está requerendo do Instituto Brasília Ambiental – IBRAM/DF, a Autorização Ambiental para atividade de supressão de vegetação no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek, Área Especial S/Nº, Lago Sul, Brasília-DF. Foi determinada elaboração de Estudo Ambiental.

Jorge Arruda Filho – Diretor Presidente


Fonte: file:///C:/Users/User/Downloads/22_08_2017_1a._Caderno_A_30_Tb.pdf

Link to post
Share on other sites

 

Está fresca a matéria... E como eu já imaginava, na iminência do início das obras.

Inframerica Concessionária do Aeroporto de Brasília S/A

Aviso de Requerimento de Autorização Ambiental

 

Torna público que está requerendo do Instituto Brasília Ambiental – IBRAM/DF, a Autorização Ambiental para atividade de supressão de vegetação no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek, Área Especial S/Nº, Lago Sul, Brasília-DF. Foi determinada elaboração de Estudo Ambiental.
Jorge Arruda Filho – Diretor Presidente
Fonte: file:///C:/Users/User/Downloads/22_08_2017_1a._Caderno_A_30_Tb.pdf

 

 

Licença ambiental?

Pode marcar o casório, ter filhos e pensar em que faculdade vão estudar, antes de sair licença ambiental neste país querido... rs

Link to post
Share on other sites

 

Licença ambiental?

Pode marcar o casório, ter filhos e pensar em que faculdade vão estudar, antes de sair licença ambiental neste país querido... rs

Com certeza, essa licença diz respeito a parte maior, e tenho amigos dentro do Ibram/DF, e dizem que está correndo tudo dentro da normalidade. Detalhe, essa licença não diz respeito ao Terminal JK nem tão pouco ao Terminal Internacional.

 

Essa licença atual é ambiental, a que saiu a alguns dias é de Instalação. Sem contar, que essa licença ambiental é de supressão de vegetação... Ou não leu direito?

Link to post
Share on other sites

Sem contar, que pelo GE, dá para ver nitidamente que na área do terminal internacional (futuro), inexiste árvores, e no estacionamento aonde irá ser edificado o Terminal JK, só tem 20 árvores. Essa licença de supressão de vegetação já foi contemplada em licença ambiental anterior.

 

Agora, essa de hoje, é mais abrangente, com certeza vai contemplar várias áreas na área de facilidades, com a região dos novos hotéis, do business center, da nova área de hangares, bem como do Sun Park Center.

Link to post
Share on other sites

Com certeza, essa licença diz respeito a parte maior, e tenho amigos dentro do Ibram/DF, e dizem que está correndo tudo dentro da normalidade. Detalhe, essa licença não diz respeito ao Terminal JK nem tão pouco ao Terminal Internacional.

 

Essa licença atual é ambiental, a que saiu a alguns dias é de Instalação. Sem contar, que essa licença ambiental é de supressão de vegetação... Ou não leu direito?

 

Obrigado pelos esclarecimentos e informações (praticamente internas da Inframerica).

 

Peço que mantenha o nível.

Link to post
Share on other sites

As licenças emitidas anteriormente tratavam a supressão vegetal de árvores isoladas. Portanto, essa licença diz respeito ao terminal JK. Essa nova licença, é justamente para uma área ainda maior, que corresponde as áreas que irão ficar os hotéis Ibis e Ibis Budget vizinhos ao Ibis Styles bem como do Hard Rock Hotel, que fica depois da primeira concessionária de veículos bem como do Sun Park Center, essa área que é imensa, com área superior a 500 mil m2.

Link to post
Share on other sites

..e não se fala de melhorias no processamento de cargas nesse aeroporto. Está um absurdo aqueles barracos em que a Latam e a Gol mantêm suas cargas. Parece um acampamento de guerra. Está demorando alguma autoridade interditar aquilo.

Link to post
Share on other sites

..e não se fala de melhorias no processamento de cargas nesse aeroporto. Está um absurdo aqueles barracos em que a Latam e a Gol mantêm suas cargas. Parece um acampamento de guerra. Está demorando alguma autoridade interditar aquilo.

Se não me engano, no caso da LATAM já estava previsto a construção de um espaço novo. Pois aquele espaço que vai desde a comissária aérea iria ser demolido, para dar espaço para o futuro terminal Internacional. E os novos espaços seriam construídos em outro local. Não sei se postergaram devido a crise ou porque não saíram as licenças.

Link to post
Share on other sites

Eu tenho minhas duvidas quanto a transformar o aeroporto em centro comercial.

 

Brasilia está bem servida deles. E querendo ou não todos sabem que tudo é mais caro em aeroporto.

 

Mas a inframerica está disposta a levar isso pra frente. Ela tem estrutura aeroportuária pros próximos 15 anos. Pousei ontem as 14 hrs e tinha 2 aeronaves no pier sul. Ociosidade gigantesca pro dinheiro investido.

 

O que resta a ela pra fazer o dinheiro girar é alugar espaços para o comercio.

 

E olha ela tem feito isso de todas as formas. o desembarque está uma feira, organizada, mas tá abarrotado de quiosques. E vem mais, estão terminando pelo menos 10 lojas de 25m² (imagino eu), vazadas pra pista e pra dentro do terminal, pode ser usada por agencias, taxistas, estacionamento, enfim...

 

No conector do pier sul onde seria aquela antiga experiencia com luzes e etc.. Me parece que vai virar uma galeria (se não me engano lotéricas, atms e etc) está em construção ali uns 8 espaços (lojas) que vao poluir ainda mais o terminal.

 

Não que eu goste da iniciativa, mas convenhamos que melhorou. Talvez se não viesse a crise o terminal estaria mais enxuto e o dinheiro estaria girando com a atividade principal.

 

Porem acho que aqui em bsb, apesar de bem servida, ainda tem espaço para centros turísticos e comerciais mais desenvolvidos. Em contra partida as pessoas tbm se desenvolveram e tem mto mais na cabeça que aeroporto é lugar de deixar e buscar.

 

Vamos vivendo pra ver o desenrolar da novela.

Link to post
Share on other sites

Eu tenho minhas duvidas quanto a transformar o aeroporto em centro comercial.

 

Brasilia está bem servida deles. E querendo ou não todos sabem que tudo é mais caro em aeroporto.

 

Brasília em geral está bem servida, porém a região do aeroporto (Lago Sul), onde fica o "bairro" mais nobre da "cidade" carece de algum empreendimento de maior porte. Vejo sim potencial.

 

E quanto a parte de salas comerciais, eu já estou de olho. Certamente irei considerar mudar minha empresa pra lá, mas apenas para ter a vista da pista o dia todo. kkk

Link to post
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade